Aeroporto de Lisboa ficou com 76% do aumento de passageiros do aeroportos portugueses até Abril

17-05-2018 (10h05)

E fica próximo de 8,5 milhões de passageiros

Apesar de declarado lotado, o Aeroporto de Lisboa manteve-se o que mais cresce em Portugal nos primeiros quatro meses deste ano, tendo um aumento de passageiros que equivale a 76% do aumento total dos dez aeroportos geridos pela ANA/Vinci.

Dados de tráfego a que o PressTUR teve acesso mostram que Lisboa teve um aumento de passageiros acima de um milhão, com +13,8%, para 8,46 milhões, o que, por sua vez, significa que foi o aeroporto por onde embarcaram/desembarcaram 55,9% dos passageiros que viajaram de/para Portugal no primeiro quadrimestre, mais dois pontos percentuais que no período homólogo de 2017.

O aeroporto Francisco Sá Carneiro, no Porto, segundo maior em Portugal, foi o que teve também o segundo maior aumento de passageiros do quadrimestre, com mais cerca de 358 mil.

Os dados a que o PressTUR teve acesso indicam que o Aeroporto do Porto teve um aumento de passageiros em 11,7%, alcançando um total de 3,42 milhões, o que equivale a uma quota de 22,6% dos passageiros que voaram de/para Portugal no quadrimestre, +0,4 pontos que há um ano.

Faro e Funchal mantiveram-se os 3º e 4º maiores aeroportos portugueses, mas ambos com queda do número de passageiros, respectivamente em 1,3% ou cerca de 22 mil, para 1,69 milhões, e em 1,1% ou cerca de 10,5 mil, para 955,9 mil.

Assim, a quota de Faro do total de passageiros que voaram de/para Portugal no primeiro quadrimestre baixou 1,3 pontos, para 11,2%, e a do Funchal baixou 0,7 pontos, para 6,3%.

Igualmente com uma quota menor esteve o Aeroporto João Paulo II, em Ponta Delgada, que baixou 0,3 pontos, para 3,1%, mas neste caso porque o seu crescimento foi menor que a média dos aeroportos portugueses, em 0,4% ou cerca de 1,9 mil, para 473,6 mil passageiros.

Os dados a que o PressTUR teve acesso mostram que dos restantes aeroportos açorianos sob gestão da ANA/Vinci só Santa Maria teve queda de passageiros no quadrimestre, em 3,5%, para 27,1 mil.

A Horta teve um aumento em 0,8%, para 54,2 mil, e as Flores teve uma subida em 3,3%, para 12,8 mil.

Porto Santo, de acordo com os mesmos dados, foi o aeroporto que teve o aumento mais forte do quadrimestre, em 19,3%, totalizando 36,2 mil passageiros.

 

Clique para mais notícias: Aeroportos portugueses

Clique para mais notícias: Aviação

Clique para mais notícias: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

TAP confirma A321neo LR na rota Porto – Newark

18-01-2019 (11h56)

A TAP confirmou que a partir de 1 de Junho vai voar entre Porto e Nova Iorque Newark seis vezes por semana com um avião Airbus A321neo Long Range, como o PressTUR noticiou esta terça-feira, dia 15.

Norwegian vai encerrar bases em Espanha, Itália e EUA

18-01-2019 (11h30)

A companhia de aviação Norwegian Air Shuttle anunciou que vai encerrar a partir de Abril várias bases em Espanha, Itália e Estados Unidos, para melhorar o seu desempenho financeiro.

Aeroportos portugueses já ficaram em Novembro abaixo do crescimento médio na União Europeia

17-01-2019 (17h49)

O estancamento do Aeroporto de Lisboa arrastou o país dos tops de crescimento da aviação comercial na União Europeia para níveis inferiores à média, de acordo com o ACI Europa, que até mostrou Faro no Top5 de crescimento em Novembro dos aeroportos com cinco milhões a dez milhões de passageiros por ano.

“A festa poderá estar a acabar em breve”, avisa director-geral do ACI Europa

17-01-2019 (17h47)

O director-geral do ACI Europe, Olivier Jankovec, citado em comunicado da organização, comentou que os dados de Novembro mostram que o transporte aéreo de passageiros “continuam a desafiar um ambiente geopolítico e económico crescentemente desafiador”, mas que “a festa poderá estar a acabar em breve”.

Forte de S. Miguel na Nazaré ultrapassa a marca das 250 mil visitas

17-01-2019 (17h46)

O Forte de S. Miguel Arcanjo bateu, em 2018, o recorde de visitas, contabilizando 250 mil, com visitantes oriundos de 108 países a marcar presença no monumento que foi visitado mais de 650 mil vezes, desde a sua abertura em 2015.