Promoção dos Açores...veio para ficar

06-06-2013 (17h11)

Vítor Fraga, secretário Regional de Turismo dos Açores (3)

Para os Açores a promoção turística não pode cair numa ‘lógica de fogachos’, garante o seu secretário Regional de Turismo, Vítor Fraga, que garante que o entendimento que a Região tem “é muito claro” e é “apostar de uma forma continuada” nos principais mercados.


PressTUR: É muito frequente os destinos investirem fortemente num ano num determinado mercado emissor, mas depois não darem continuidade. O que é que quem vende Açores no continente pode esperar do destino? Também um ano forte e depois um decréscimo sucessivo?
Vítor Fraga: Isso é um erro e é um erro que nós não vamos cometer. O nosso entendimento é muito claro. Nós temos que apostar nos principais mercados, identificar claramente o que é que esses mercados valorizam e apostar de uma forma continuada junto desses mercados.
E temos bons exemplos. Os Açores ao longo dos anos têm vindo a desenvolver uma estratégia consolidada e sustentada de promoção junto dos mercados externos, nomeadamente do mercado alemão, do próprio mercado espanhol, do mercado belga. E são todos mercados que estão com taxas de crescimento ao longo destes anos sempre nos dois dígitos e que este ano não foge à regra. E recordo que no mês de Março nós conseguimos inverter uma tendência de decréscimo para uma tendência de crescimento pela primeira vez…

PressTUR: Também pelo factor Páscoa mais cedo...
Vítor Fraga: …não, o factor Páscoa não tem grande impacto ao nível dos Açores, até porque o grande crescimento que se deu foi precisamente nos mercados externos, na linha daquilo que vinha acontecendo.
Nós tivemos um percalço neste percurso, que foi no ano passado um operador finlandês que trabalhava o mercado açoriano ter falido e ter deixado de o fazer. Aí, houve necessidade de recuperar e neste momento temos dois operadores finlandeses a trabalhar e, naturalmente, junto com o crescimento que temos noutros mercados, veio a verificar-se aquilo que é a nossa expectativa, que é de inverter a quebra e de entrar numa trajectória de crescimento.

Continua em:
Açores querem que TAP ponha ‘músculo comercial’ a ajudar a captar mais fluxos turísticos

Governo da República “fez questão de ignorar” contributos dos Açores para o PENT
APAVT vai debater nos Açores “novos rumos, outra atitude” para o turismo
APAVT mantém para congresso nos Açores preços praticados em Coimbra

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

SLH contrata ex-CEO da Relais & Châteaux

25-07-2018 (17h34)

A Small Luxury Hotels of the World (SLH) contratou para o cargo de chief executive officer (CEO) Jean-François Ferret, CEO da Relais & Châteaux desde 2012.

Primeiro responsável pela pontualidade na TAP sai para a TIM

20-07-2018 (19h24)

O primeiro responsável pela operação (Chief Operating Officer) da TAP, e como tal, também primeiro responsável pela pontualidade, Sami Foguel, sai para a operadora de telecomunicações brasileira TIM.

Nuno Almeida assume “apoio operacional” na Bestravel

19-07-2018 (16h29)

A rede de agências de viagens Bestravel anunciou que, depois do Verão, Nuno Almeida vai assumir "a área de apoio operacional" à rede franquiada, acumulando funções com a área de sistemas de informação que já coordenava.

Japan Airlines tem novo gerente de Vendas para Espanha e Portugal

28-06-2018 (16h32)

Takahisa Tanaka é o novo gerente de Vendas para Espanha e Portugal da Japan Airlines (JAL), cujo website indica que a sua rede compreende 571 rotas internacionais e 142 domésticas para 349 aeroportos em 54 países ou regiões.