Voos para Lisboa representam “um marco na nossa expansão europeia”, CEO da Qatar Airways

25-03-2019 (14h44)

“Esta nova ligação representa um marco na nossa expansão europeia”, afirmou o CEO da Qatar Airways, Akbar Al Baker, citado num comunicado sobre os novos voos entre Doha e Lisboa que a companhia aérea fará a partir de 24 de Junho.

“Esta nova ligação representa um marco na nossa expansão europeia e confirma o nosso forte compromisso com o mercado português. Estamos ansiosos por oferecer aos nossos passageiros a oportunidade de viajarem connosco para esta cidade encantadora”, disse o executivo.

Akbar Al Baker descreveu Lisboa como “uma capital europeia vibrante e com uma história rica” e salientou ainda que a nova rota “proporcionará aos viajantes de negócios e de lazer acesso à extensa rede de rotas globais da Qatar Airways, em mais de 160 destinos em todo o mundo”.

A transportadora anunciou a nova rota entre a capital do Qatar e a capital portuguesa no início do mês, inicialmente como uma rota sazonal de Verão, mas que entretanto actualizou e vai manter no Inverno (clique para ler: Qatar Airways concretiza finalmente o lançamento da rota Doha – Lisboa anunciada para 2018 / Qatar Airways vai manter voos Doha – Lisboa no Inverno IATA).

As ligações serão operadas diariamente em aviões Boeing 787 Dreamliner, com 22 lugares em classe executiva e 232 lugares em classe económica.

No Inverno IATA, a partir de 27 de Outubro, a companhia aérea tem previsto reduzir para cinco frequências semanais.

“Os passageiros da Qatar Airways que viajam em classe executiva vão poder usufruir de camas confortáveis e totalmente planas, bem como desfrutar de serviços de catering de cinco estrelas”, descreve o comunicado da companhia, acrescentado que “vão também ter acesso a wifi gratuito e dispor de um sistema de entretenimento da companhia aérea Oryx One, que oferece mais de 4.000 opções de entretenimento”.

A partir do seu hub no Hamad International Airport (HIA), a Qatar Airways tem uma frota de 250 aeronaves que voa para mais de 160 destinos.

Assim, conclui a companhia aérea, “os passageiros que voam de Lisboa desfrutarão de uma transferência rápida no Aeroporto Internacional de Hamad, em Doha, cuja oferta de serviços inclui mais de 100 opções de lojas, restaurantes e outros exclusivos, como piscina, hotel e spa”.

 

Clique para mais notícias: Qatar Airways

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Solférias leva agentes de viagens portugueses à Tailândia

18-09-2019 (18h16)

O operador turístico Solférias levou um grupo de agentes de viagens portugueses a conhecer a Tailândia, um dos novos destinos da sua programação, proporcionando-lhes um circuito que incluiu praias, cidade e natureza.

Ryanair quer que tripulantes da base de Faro aceitem alterar contratos para sazonais

18-09-2019 (18h13)

A low cost Ryanair admitiu em “nota” de distribuição restrita recuar no encerramento da base de Faro, mas dizendo que a sua continuação “poderá agora ser possibilitada pelo acordo das tripulações baseadas” na infra-estrutura “em mudar para contratos sazonais, para reflectir a natureza sazonal do tráfego de e para o Algarve”.

Ryanair invoca “razões comerciais” para cessar voos entre Lisboa e Porto

18-09-2019 (18h07)

A Ryanair decidiu abandonar a rota entre o Porto e Lisboa “por razões comerciais”, segundo fonte oficial da low cost citada pela Agência Lusa, a qual realçou que, ainda assim, continuará a “operar 57 rotas do Porto e 30 de Lisboa”.

Sindicato dos pilotos da British Airways desconvoca greve de 27 de Setembro

18-09-2019 (17h52)

O sindicato dos pilotos da British Airways (BALPA) desconvocou a greve prevista para 27 de Setembro e pretende iniciar “novas negociações” com a empresa sobre as condições laborais, segundo anunciou hoje.

SATA abre programa de pré-reformas para funcionários com mais de 59 anos

18-09-2019 (17h39)

A Administração do grupo SATA abriu um programa de reformas antecipadas para os trabalhadores com mais de 59 anos, no âmbito do processo de reestruturação da companhia aérea açoriana, noticiou a Lusa, que cita uma comunicação interna a que teve acesso.

Noticias mais lidas