Tribunal italiano condena proprietário de empresa de “fake reviews”

13-09-2018 (18h10)

O Tribunal Criminal de Lecce condenou o proprietário da PromoSalento, empresa que vendia pacotes de “fake reviews” a estabelecimentos de hospitalidade em Itália, a nove meses de prisão e ao pagamento de 8.000 euros.

A TripAdvisor, que divulgou esta condenação em comunicado, afirmou que participou no processo de acusação com a partilha de provas da actividade fraudulenta da PromoSalento, e manifestou intenção de colaborar com outras entidades para o combate a este tipo de fraude.

Brad Young, vice-presidente do Conselho Geral Associado da TripAdvisor, citado no comunicado, afirmou que a empresa entende que esta é "uma sentença histórica para a internet".

"Escrever fake reviews sempre foi considerado uma fraude, mas esta é a primeira vez que vemos alguém a ser enviado para a prisão como resultado", notou.

A TripAdvisor "investe muito na prevenção de fraude", acrescentou o vice-presidente, destacando as mais de 60 empresas de fake reviews cuja actividade foi encerrada desde 2015, e afirmou a vontade da empresa em "colaborar com entidades reguladoras e forças da autoridade para apoiar os seus processos".

Pascal Lamy, presidente do World Committee on Tourism Ethics da UNWTO (OMT), citado no comunicado da TripAdvisor, afirmou que as "avaliações falsas violam claramente as directrizes do World Committe on Tourism Ethics, que foram publicadas no ano passado para orientar o uso responsável de classificações e avaliações em plataformas digitais".

Estas recomendações foram desenvolvidas em colaboração com a TripAdvisor, a Minube e a Yelp.

A TripAdvisor tem uma equipa para a investigação de avaliações falsas, que pode ser contactada e/ou informada de suspeitas.

 

Clique para ver mais: Empresa&Negócios

Clique para ver mais: TripAdvisor

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Cruzeiros no Funchal terminaram 2018 com estagnação em baixa

18-01-2019 (16h41)

O Porto do Funchal teve um ligeiro decréscimo do número de passageiros de cruzeiros em 2018, tendo terminado o ano com 537.851, -0,2% ou menos 1.341 que em 2017, mas ainda assim o 4º melhor total anual de sempre.

Alemães, canadianos e brasileiros garantiram recorde de passageiros de cruzeiros em Lisboa em 2018

18-01-2019 (16h37)

O Porto de Lisboa teve em 2018 novos recordes de passageiros de cruzeiros alemães, canadianos e brasileiros, que foram, assim, as três nacionalidades que garantiram à capital um novo recorde anual de cruzeiros e, também, a recuperação da liderança dos portos de cruzeiros portugueses.

Ryanair alega queda mais forte das tarifas para emitir profit warning

18-01-2019 (16h12)

A low cost Ryanair baixou em cerca de cem milhões de euros o intervalo da previsão de lucros do exercício 2017/2018, que termina em Março, apontando como causa uma queda dos preços dos voos mais forte do que antecipara.

Fitur prevê edição recorde este ano com mais expositores e visitantes

18-01-2019 (15h35)

A Feira Internacional de Turismo de Madrid (Fitur), que começa na quarta-feira, dia 23, deverá bater recordes de participação e número de expositores, de acordo com a previsão da organização.

Lisboa recuperou em 2018 a liderança do turismo de cruzeiros em Portugal

18-01-2019 (14h55)

O Porto de Lisboa voltou a ser em 2018 o primeiro porto português de cruzeiros marítimos, tanto em número de passageiros como de escalas, recuperando a liderança que em 2017 lhe escapara para o Funchal.