Soltour supera marca de 100 mil clientes portugueses este Verão - Questionário aos operadores

29-11-2018 (16h04)

Foto: www.godominicanrepublic.com
Foto: www.godominicanrepublic.com

O operador turístico Soltour, apesar dos constrangimentos de capacidade no Aeroporto de Lisboa, teve um crescimento em Portugal este Verão de 6% face ao ano passado, superando os cem mil clientes, afirmou Luís Alexandrino, delegado do operador no Porto, em resposta a um questionário do PressTUR.

O PressTUR fez um questionário aos operadores turísticos portugueses sobre o Verão de 2018, procurando conhecer a evolução das vendas, destinos mais procurados, eventuais surpresas e possíveis efeitos do constrangimento de capacidade no Aeroporto de Lisboa.

O questionário foi enviado e respondido por email, entre 15 de Outubro e 20 de Novembro.

 

PressTUR: Qual foi o destino mais vendido este Verão?

Luís Alexandrino: Em produção, Punta Cana foi o destino mais vendido, lidera o ranking. Em passageiros, no entanto, Maiorca continua a ser o destino com maior peso. Mesmo com os constrangimentos no Aeroporto de Lisboa, que não permitiram colocar os habituais reforços de temporada alta, movimentamos 22.000 turistas para a ilha de Maiorca.

 

PressTUR: Quantos clientes e qual a variação face ao Verão de 2017?

Luís Alexandrino: Apesar das dificuldades de "slots" no Aeroporto de Lisboa, a Soltour teve um crescimento de 6% face ao Verão passado e ultrapassamos a marca dos 100.000 passageiros.

 

PressTUR: O que é que poderá ter justificado essa evolução?

Luís Alexandrino: A justificação para essa evolução é o aumento de lugares para o destino Punta Cana à partida de Lisboa. Os destinos Menorca, Agadir e Saidia à partida do aeroporto do Porto contribuíram substancialmente para esse crescimento.

 

PressTUR: Qual foi o destino que mais cresceu face ao Verão de 2017? Quanto?

Luís Alexandrino: O destino da Soltour com maior crescimento foi Menorca. Tivemos 27% de crescimento face ao Verão passado e no total transportamos aproximadamente 11.000 passageiros.

 

PressTUR: Que balanço faz das vendas este Verão? Superaram as expectativas ou ficaram abaixo do que tinham previsto? Porquê?

Luís Alexandrino: O balanço é positivo se tivermos em conta que 2017 foi um ano excepcional. Crescer este ano em vendas 6% com todas as condicionantes no Aeroporto de Lisboa só podemos estar satisfeitos. Para além de que este ano já vamos em 80 milhões de euros de facturação.

 

PressTUR: Os constrangimentos de capacidade no Aeroporto de Lisboa tiveram algum impacto nas operações de Verão? Como?

Luís Alexandrino: Sim, tiveram impacto. Algumas operações charter foram afectadas devido aos constrangimentos no Aeroporto de Lisboa. Houve necessidade de deslocar voos para o Aeroporto de Beja e no Aeroporto de Lisboa tivemos de reajustar a operação de alguns charter para podermos garantir partidas de Lisboa. Tivemos também que programar algumas operações em base de voos de linha regular para garantir partidas de Lisboa sem perdermos o foco na capacidade antes contratada em voos charter.

 

Clique para ver mais: Questionário aos operadores

Clique para ver mais: Agências&Operadores

Clique para ver mais: Soltour

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Solférias leva agentes de viagens portugueses à Tailândia

18-09-2019 (18h16)

O operador turístico Solférias levou um grupo de agentes de viagens portugueses a conhecer a Tailândia, um dos novos destinos da sua programação, proporcionando-lhes um circuito que incluiu praias, cidade e natureza.

Ryanair quer que tripulantes da base de Faro aceitem alterar contratos para sazonais

18-09-2019 (18h13)

A low cost Ryanair admitiu em “nota” de distribuição restrita recuar no encerramento da base de Faro, mas dizendo que a sua continuação “poderá agora ser possibilitada pelo acordo das tripulações baseadas” na infra-estrutura “em mudar para contratos sazonais, para reflectir a natureza sazonal do tráfego de e para o Algarve”.

Ryanair invoca “razões comerciais” para cessar voos entre Lisboa e Porto

18-09-2019 (18h07)

A Ryanair decidiu abandonar a rota entre o Porto e Lisboa “por razões comerciais”, segundo fonte oficial da low cost citada pela Agência Lusa, a qual realçou que, ainda assim, continuará a “operar 57 rotas do Porto e 30 de Lisboa”.

Sindicato dos pilotos da British Airways desconvoca greve de 27 de Setembro

18-09-2019 (17h52)

O sindicato dos pilotos da British Airways (BALPA) desconvocou a greve prevista para 27 de Setembro e pretende iniciar “novas negociações” com a empresa sobre as condições laborais, segundo anunciou hoje.

SATA abre programa de pré-reformas para funcionários com mais de 59 anos

18-09-2019 (17h39)

A Administração do grupo SATA abriu um programa de reformas antecipadas para os trabalhadores com mais de 59 anos, no âmbito do processo de reestruturação da companhia aérea açoriana, noticiou a Lusa, que cita uma comunicação interna a que teve acesso.

Noticias mais lidas