Sheraton Cascais renova restaurante Glass Terrace

06-02-2018 (16h05)

Foto: Sheraton Cascais
Foto: Sheraton Cascais

A grande novidade do Sheraton Cascais este ano é a renovação do restaurante Glass Terrace, avançou ao PressTUR o director do hotel, Pedro Santos, revelando que o cliente terá uma experiência "mais ligada ao próprio chef".


PressTUR: Abriram recentemente o restaurante e bar Kimya. Estão previstos novos investimentos no hotel?

Pedro Santos: Vamos investir 1,2 milhões de euros na nossa área de restauração. Vamos ter o lançamento do nosso novo Glass Terrace em Fevereiro, primeiro em soft opening. A ideia foi renovar totalmente a cozinha. Abrimos a cozinha para a sala do restaurante e tentámos aproximar mais a cozinha dos clientes, tornar a experiência no restaurante mais agradável e mais ligada ao próprio chef. Vamos ter uma cozinha mediterrânica que liga com o tipo de necessidades que sentimos no hotel. É um investimento bastante grande para nós, mas vai fazer a diferença em termos de qualidade. Nós vemos este ano como o último ano em que queremos fazer as grandes obras. Nos últimos dois anos fizemos grandes obras e tivemos que fazê-las durante a época baixa. Esta será a grande novidade este ano do Sheraton Cascais. É um espaço todo em vidro com uma vista fantástica para os jardins. Apesar de uma grande alteração no espaço físico, vamos manter a marca Glass Terrace. Vamos fazer uma alteração da carta.


PressTUR: O investimento de 1,2 milhões de euros é apenas no restaurante?

Pedro Santos: Não só. É nas áreas comuns do hotel, mas como é óbvio um restaurante e uma cozinha toda nova absorve uma fatia importante desta parte.



Clique para ver mais: Hotelaria
Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Grupo TAP prepara-se para entrar em bolsa a partir de 2020

22-03-2019 (18h21)

A TAP SGPS está a trabalhar para, a partir de 2020, estar pronta a avançar com uma IPO (Oferta Pública Inicial), com uma percentagem entre 15% e 30%, anunciou hoje o presidente da Comissão Executiva do grupo.

Grupo TAP tem prejuízo de 118 milhões de euros em “ano necessário”

22-03-2019 (18h06)

O Grupo TAP passou de um lucro de 21,2 milhões de euros em 2017 para um prejuízo de 118 milhões de euros em 2018, um ano de transformação necessária para preparar o futuro, segundo descreveram hoje Miguel Frasquilho, Antonoaldo Neves e David Neeleman.

TAP quer acabar com “dependência” do Brasil através da diversificação de mercados

22-03-2019 (16h42)

A TAP está a trabalhar na diversificação de mercados para acabar com a “dependência” do Brasil, um mercado que representa quase 25% das vendas totais da companhia e que no ano passado teve uma quebra de receitas de 10%, em euros.

TAP vai investir “cada vez mais” nas vendas directas

22-03-2019 (15h13)

As vendas da TAP através dos seus canais directos, como o seu website e o contact center, representaram 41% das vendas da companhia aérea em 2018, e o objectivo é chegar a 50%, disse hoje Raffael Quintas, Chief Financial Officer (CFO) da companhia.

Companhia aérea indonésia cancela encomenda de 49 aviões Boeing 737 MAX

22-03-2019 (14h30)

A companhia aérea indonésia Garuda anunciou hoje o cancelamento de uma encomenda de 49 aviões Boeing 737 MAX, aparelho ligado a dois acidentes, o mais recente dos quais a 10 de Março, na Etiópia.