Royal Caribbean prolonga suspensão de cruzeiros até 12 de Maio

25-03-2020 (16h26)

Foto: Royal Caribbean
Foto: Royal Caribbean

A Royal Caribbean, representada em Portugal pela Melair, anunciou o prolongamento da suspensão da sua operação, devido à pandemia do novo coronavírus, até 12 de Maio de 2020.

A companhia afirma em comunicado que espera regressar à actividade no dia 12 de Maio, com excepção das partidas de Singapura e dos cruzeiros no Alasca, Canadá e Nova Inglaterra.

Os cruzeiros com partida de Singapura têm recomeço marcado para 1 de Junho, enquanto que os cruzeiros no Alasca, Canadá e Nova Inglaterra têm reinício marcado para 1 de Julho de 2020.

Para consultar as condições de reembolso para passageiros afectados com o prolongamento da suspensão clique aqui.

Clique para ver mais: Cruzeiros

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

AHP propõe vouchers para viajar mais tarde em vez do reembolso imediato

08-04-2020 (13h25)

A principal associação da hotelaria portuguesa revelou hoje estar a preparar uma proposta a apresentar à Secretaria de Estado do Turismo para que os hotéis possam entregar aos clientes com reservas canceladas vouchers que lhes permitem viajar mais tarde em vez de os reembolsar de imediato.

Turismo de Portugal promove programa de formação online

08-04-2020 (12h53)

O Turismo de Portugal está a promover sessões online do programa de formação BEST - Business Education for Smart Tourism, na plataforma Microsoft Teams, com inscrição obrigatória e gratuita.

United Airlines oferece período de dois anos para alterarção de reservas

08-04-2020 (12h12)

A United Airlines está a oferecer aos seus clientes com viagens marcadas até final de 2020 a possibilidade de alterarem a sua reserva para datas num período alargado de dois anos.

IATA diz não ser possível a aviação voltar ao que era pré-pandemia de covid-19

07-04-2020 (18h21)

“Não esperamos recomeçar a mesma indústria que fechámos há algumas semanas. As companhias de aviação continuarão a ligar o mundo. E vamos fazê-lo utilizando uma variedade de modelos de negócio. Mas os processos precisarão de ser adaptados”, defende o director-geral da IATA, Alexandre de Juniac, em declarações para a imprensa.

Serão precisos anos para o transporte aéreo voltar aos níveis pré-crise da covid-19, Grupo Lufthansa

07-04-2020 (17h32)

O grupo Lufthansa, maior grupo europeu da aviação comercial, desenganou hoje quem ainda sonhe com um rápido retorno à era pré-covid-19, dizendo que vão ser precisos “meses” para as restrições à aviação serem completamente levantadas e que levará “anos” para o tráfego atingir os níveis que tinha.

Noticias mais lidas