Royal Caribbean investe 150 milhões de euros na renovação do Oasis of the Seas

24-05-2019 (11h39)

Imagem: Royal Caribbean
Imagem: Royal Caribbean

A Royal Caribbean, representada em Portugal pela Melair Cruzeiros, anunciou que vai investir 165 milhões de dólares (cerca de 150 milhões de euros) para renovar em 63 dias o seu emblemático navio Oasis of the Seas.

“A maior e mais surpreendente revitalização dentro do projecto Royal Amplified até hoje”, assim é anunciada a renovação do navio, que coincide com a celebração do seu 10º aniversário.

O projecto de renovação do Oasis of the Seas, que volta aos mares em Novembro, inclui “a recriação do deck da piscina, inspirada nas Caraíbas, que contará com um parque aquático infantil - Splashaway Bay, e um bar exclusivo The Lime & Coconut; o aclamado Music Hall, até agora exclusivo da Classe Quantum; o trio de escorregas aquáticos Perfect Storm e o escorrega mais alto em alto mar, Ultimate Abyss”.

As novidades incluem ainda “o primeiro conceito de barbecue a bordo, o Portside BBQ, e um local dedicado ao karaoke, o Spotlight Karaoke”.

Assim, prevê a companhia, “o revolucionário navio irá proporcionar uma nova experiência de férias em família com experiências inéditas, e com as mais recentes atracções da Royal Caribbean International”.

Depois da renovação, a partir de 24 de Novembro, o navio fará uma temporada nas Caraíbas, com itinerários de sete noites à saída de Miami.

Em Maio de 2020, a Royal Caribbean prevê que o Oasis of the Seas se torne “o maior navio a navegar ao largo de Nova Iorque”. Nessa altura, o navio vai passar a fazer itinerários de sete noites a partir de Cape Liberty, Nova Jersey, com escalas que incluem as Bahamas e a recém-transformada ilha da Royal Caribbean, Perfect Day at Cococay.

“Com a oportunidade de mudar a indústria uma vez mais, fomos ALL-IN com a maior e mais ousada revitalização até hoje. O Oasis of the Seas irá certamente surpreender quando chegar a Miami em Novembro e a Nova Iorque em Maio de 2020”, disse Michael Bayley, presidente e director executivo da Royal Caribbean International, citado no comunicado.

Além do Oasis of the Seas, a Royal Caribbean está a renovar gradualmente outros navios através do programa que designou Royal Amplified. O plano prevê a renovação de 10 navios em quatro anos, com um investimento de mais de mil milhões de dólares, cerca de 900 milhões de euros.

Para ver os destalhes da renovação clique:

Royal Caribbean mostra como vai ficar o Oasis of the Seas após a renovação (com fotos e vídeo)

 

Clique para ver mais: Royal Caribbean

Clique para ver mais: Oasis of the Seas

Clique para ver mais: Melair Cruzeiros

Clique para ver mais: Cruzeiros

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Balanço do LATAM evidencia recuperação ‘explosiva’ da aviação no Brasil

16-08-2019 (16h15)

O LATAM, maior grupo de aviação comercial da América Latina, cuja subsidiária brasileira, a LATAM Brasil (antiga TAM), é líder brasileira em voos internacionais, indicou que no segundo trimestre teve um aumento da receita unitária (por lugar voado um quilómetro) de 18,7%, atingindo 29,5% em reais.

Trabalhadores dos hotéis da Fundação INATEL estão hoje em greve

16-08-2019 (12h43)

Os trabalhadores do sector hoteleiro da Fundação INATEL estão hoje em greve para reivindicar melhorias salariais e a um horário de trabalho de 35 horas semanais.

Levantadas restrições ao abastecimento no aeroporto de Lisboa, ANA Aeroportos

16-08-2019 (12h35)

As restrições ao abastecimento de aviões no aeroporto de Lisboa, em vigor desde segunda-feira, foram hoje levantadas, disse à Lusa fonte oficial da ANA – Aeroportos de Portugal.

Grupo SATA transportou mais 8% de passageiros no primeiro semestre

16-08-2019 (11h59)

As companhias aéreas SATA Air Açores e Azores Airlines transportaram 705,7 mil passageiros no primeiro semestre, mais 8% ou mais 52,5 mil que no período homólogo do ano passado, anunciou o Grupo SATA.

Lauak vai produzir em Grândola peças para aviões A320

16-08-2019 (11h39)

A Lauak vai implementar uma unidade de produção de preças para aviões A320 em Grândola, com um investimento de 33 milhões de euros com apoio de fundos comunitários.

Noticias mais lidas