Reuniões regionais do Grupo GEA começam amanhã e passam por cinco cidades

25-03-2019 (18h13)

A rede de agências de viagens independentes GEA vai promover entre 26 de Março e 4 de Abril as suas reuniões regionais, nas quais procurará alinhar a estratégia do grupo, apresentar novas ferramentas tecnológicas e debater alterações internas e externas à actividade.

As sessões vão passar por Coimbra, Porto, Lisboa, Algarve e Madeira.

“As reuniões com todos os nossos associados em Portugal são extremamente importantes para a concertação da estratégia do Grupo durante o ano”, afirmou Pedro Gordon, director-geral Grupo GEA Portugal e América Latina, citado em comunicado.

Estas reuniões também “são o momento para divulgar novidades, procedimentos e alterações internas assim como externas à nossa actividade e que influenciam directamente a atividade diária das agências”, acrescentou Pedro Gordon.

O comunicado indica que as sessões de trabalho pretendem debater o posicionamento e alinhar a estratégia do Grupo GEA até ao fina do ano, analisar as vendas de 2018, apresentar novas ferramentas tecnológicas, nomeadamente o novo motor de pesquisa de centrais de reservas hoteleiras, as novas funcionalidades do site B2B/B2C que irá ser disponibilizado às agências do grupo e o bloqueio GEA de allotments em vários cruzeiros.

Haverá ainda uma sessão de âmbito jurídico, dedicada à responsabilidade das agências no que toca à lei das viagens combinadas assim como a obrigatoriedade de efectuar o registo central de beneficiário.

A primeira reunião está marcada para amanhã, terça-feira, em Coimbra, seguindo na quarta-feira para o Porto e na quinta para Lisboa. As sessões prosseguem na semana seguinte, no Algarve, no dia 2 de Abril, e no Funchal, no dia 4 de Abril.

 

Clique para ver mais: Agências&Operadores

Clique para ver mais: GEA

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Antonoaldo Neves garante que TAP tem “fundações bem sólidas”

21-02-2020 (17h53)

Os resultados da TAP no segundo semestre “não foram suficientes para compensar” as quebras do primeiro, admitiu Antonoaldo Neves, CEO da transportadora, que acrescentou estar convicto, no entanto, que “as fundações estão bem sólidas para a gente continuar nessa trajectória de transformação da empresa e melhoria da sustentabilidade”.

Grupo TAP baixa prejuízos em 12,4 milhões para 105,6 milhões de euros em 2019

21-02-2020 (17h51)

O Grupo TAP registou prejuízos de 105,6 milhões de euros em 2019, uma melhoria de 12,4 milhões de euros face às perdas de 118 milhões registadas em 2018.

TAP fecha o ano com prejuízos de 95,6 milhões

21-02-2020 (17h51)

A companhia portuguesa de aviação TAP perdeu mais 95,6 milhões de euros no ano passado, com um agravamento de 37,6 milhões face a 2018, segundo os resultados da empresa comunicados à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

“Não há possibilidade de a TAP ir para o Montijo”, Antonoaldo Neves

21-02-2020 (17h07)

O CEO da TAP, Antonoaldo Neves, voltou a garantir que “não há possibilidade” da companhia aérea ir para o Montijo, apesar de considerar “importantíssimo” a sua construção.

Comissão Executiva da TAP “não comenta política de remuneração da empresa”, Antonoaldo Neves

21-02-2020 (16h59)

O CEO da TAP, Antonoaldo Neves, declarou que “não comenta política de remuneração da empresa” que foi trazida para a ‘praça pública’ pelo accionista David Neeleman que o escolheu para liderar a gestão executiva da companhia.

Noticias mais lidas