Minor confirma transferência da gestão dos hotéis em Portugal e no Brasil para o antigo grupo espanhol NH

26-02-2019 (16h58)

O grupo tailandês Minor, que comprou a rede Tivoli ao antigo Grupo Espírito Santo GES), confirmou hoje “a transferência das operações Minor Hotels’ Portugal e Brasil” para o NH Hotel Group, o grupo hoteleiro espanhol que adquiriu no ano passado.

A informação diz que o objectivo é “beneficiar de escala e expertise geográfica”.

Já na informação de gestão também publicada hoje, a Minor diz que a transferência das unidades em Portugal e no Brasil para a gestão do NH na xpectativa de melhorias operacionais em vendas e marketing, na distribuição e na combinação das funções de suporte.

A passagem da gestão dos hotéis em Portugal e no Brasil do antigo GES para a gestão da NH já tinha sido avançada pelo CEO do grupo espanhol, Ramón Aragonés (para ler mais clique: Espanhola NH anuncia que vai gerir hotéis Tivoli do grupo Minor em Portugal e no Brasil).

Quando da compra da Tivoli pela Minor houve polémica em Portugal em torno da manutenção da marca ou não, mas não foi posta a hipótese de a rede em Portugal e no Brasil passar a ser gerida a partir de Espanha, como agora se confirma.

A informação divulgada hoje consta de um comunicado da Minor sobre o seu balanço em 2018, no qual diz que os seus hotéis em Portugal terminaram 2018 com um aumento da RevPAR (receita média de quartos por quarto disponível) acima de 10% em euros, comentando que a operação em Portugal beneficiou de “forte” chegada de turistas e dos investimentos que fez em renovações.

O Minor também destacou o aumento da RevPAR nas unidades no Brasil, igualmente compradas ao antigo Grupo Espírito Santo, dizendo que “continuaram a beneficiar de investimentos em renovações e melhoria do ambiente económico”.

 

Clique para mais notícias: Tivoli

Clique para mais notícias: Minor

Clique para mais notícias: NH Hotels

Clique para mais notícias: Hotelaria

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Thomas Cook precisa de mais 200 milhões para evitar colapso

20-09-2019 (16h52)

O grupo Thomas Cook, considerado o segundo maior da Europa na operação turística e agências de viagens, confirmou que precisa de mais 200 milhões de libras (226 milhões de euros) para evitar o colapso.

Ryanair espera voar com Boeing 737 Max em Fevereiro/Março

20-09-2019 (15h50)

O CEO do Grupo Ryanair, Michael O’Leary, afirmou que Fevereiro ou início de Março é a previsão mais real para começar a voar com aviões Boeing 737 Max, modelo proibido de voar desde Março, após dois acidentes fatais.

Beijing Capital muda voos de/para Lisboa para o novo aeroporto da capital chinesa

20-09-2019 (13h42)

A Beijing Capital, única companhia de aviação chinesa a voar de/para Portugal, vai alterar o aeroporto de partida/chegada a Pequim para o novo aeroporto da capital chinesa, o Beijing Daxing (PKX).

Aeroporto do Porto vai renovar o sistema ILS para melhorar aterragens quando há nevoeiro

19-09-2019 (17h38)

O Aeroporto do Porto vai ter um “renovado sistema ILS (Landing Sistem, ou sistema de aterragem, em tradução livre) para garantir melhores condições” à infraestrutura, nomeadamente quando há nevoeiro, revelou hoje à Lusa a NAV – Navegação Aérea de Portugal.

Magnet junta companhias aéreas e agentes de viagens em Lisboa, Porto e Coimbra

19-09-2019 (16h53)

A Magnet vai organizar em Outubro, em Lisboa, Porto e Coimbra, um evento para juntar agentes de viagens e as principais companhias de aviação que operam em Portugal.

Noticias mais lidas