Hotelbeds anuncia planos para comprar a GTA

21-04-2017 (12h30)

O Grupo Hotelbeds, bedbank e fornecedor global ‘business-to-business’ (B2B) de serviços para a indústria do turismo, anunciou hoje planos para comprar a GTA, para “juntar empresas com operações e pegadas geográficas complementares”.

O objectivo é “combinar forças e impulsionar excelência na distribuição B2B e no retalho”, sublinha a Hotelbeds em comunicado, especificando que o acordo está sujeito a aprovação pelas entidades reguladoras.

Um dos pontos fortes da GTA apontado pela Hotelbeds é a sua “presença significativa em mercados de rápido crescimento da Ásia-Pacífico e Médio Oriente”, o que “está estreitamente alinhado com a estratégia de crescimento do Grupo Hotelbeds”.

A GTA é “um distribuidor muito bem sucedido”, com provas dadas a fornecer “hotéis, transferes e actividades ao mundo da comercialização de viagens, incluindo intermediários, agências de viagens online e agências de viagens retalhistas”, sublinha Joan Vilà, presidente executivo do Conselho de Administração do Grupo Hotelbeds.

A GTA, tal como o Grupo Hotelbeds, “contrata directamente um excelente inventário global de hotéis e produtos auxiliares para viagens e turismo que conecta e distribui via integração API ou plataforma de reservas online”, acrescenta Joan Vilà.

“Este negócio traz outro grande bedbank para a família da Hotelbeds Group, após o anúncio em Fevereiro de que a Tourico Holidays também estava a ser integrada”, lembra o executivo (clique para ler: Hotelbeds anuncia próxima incorporação do grupo Tourico Holidays).

Os dois negócios, segundo Joan Vilá, “sublinham claramente o nosso firme compromisso em acelerar o crescimento do nosso negócio”.

O CEO da GTA, Ivan Walter, salienta que o negócio irá criar “uma riqueza de experiência, empenho e um claro foco estratégico no sector B2B”.

“As notícias de hoje são um marco para a indústria e uma óptima notícia para os nossos respectivos fornecedores e clientes”, acrescenta.

Em 2011, a GTA foi vendida pela Travelport à Kuoni (clique para ler: Travelport vende GTA à Kuoni por 514,5 milhões de euros).


Ver também:

Rembert Euling recompra MTS Globe à GTA

 

Clique para mais notícias: Agências&Operadores

Clique para mais notícias: GTA

Clique para mais notícias: Hotelbeds

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Aeroportos portugueses já estão a crescer menos que a média europeia

16-10-2018 (18h07)

Os aeroportos portugueses, que sistematicamente figuravam como líderes de crescimento na Europa, actualmente crescem menos que a média europeia, porque o abrandamento do crescimento de Lisboa não tem beneficiado os outros aeroportos, que estão piores que o da capital, à excepção do Porto.

Embaixadora de Cuba realça contributo dos operadores para subida do turismo português no seu país

16-10-2018 (17h51)

“Tem sido de muita importância os programas dos operadores portugueses”, afirmou a Embaixadora de Cuba em Lisboa, Mercedes Martinez Valdés, ao enaltecer o contributo dos voos charter para o crescimento do turismo português para Cuba, que até Setembro situa-se em 13%.

Operadores portugueses fazem balanço positivo das vendas para Cuba

16-10-2018 (17h47)

A avaliação dos operadores turísticos Sonhando, Solférias, Jolidey e Travelplan às vendas de Cuba este ano é positiva, disseram ao PressTUR os seus representantes ontem em Lisboa, corroborando aos números mais recentes das chegadas de portugueses à ilha, que indicam um crescimento de 13% entre Janeiro e Setembro.

W São Paulo abre em 2021 com assinatura de Nini Andrade Silva

16-10-2018 (14h16)

A Marriott International anunciou que vai abrir o seu primeiro hotel de luxo no Brasil em 2021, o W São Paulo, que terá a assinatura da designer portuguesa Nini Andrade Silva.

Travelport promove formação para agentes de viagens na Madeira

16-10-2018 (12h48)

A Travelport Portugal promoveu uma acção de formação para 50 agentes de viagens na Madeira, uma região que registou nos primeiros oito meses do ano um crescimento de 15% das reservas na sua plataforma, face ao período homólogo de 2017.