Vila Galé inaugura hotel com conceito inovador na área da saúde, “com Sintra e para Sintra” – Jorge Rebelo de Almeida

14-05-2018 (09h16)

A Vila Galé inaugurou um hotel de 5-estrelas em Sintra, que, nas palavras do presidente do grupo, Jorge Rebelo de Almeida, vai "respirar Sintra por todos os lados", quer pelas parcerias na área do turismo de saúde, quer pelos mitos e lendas locais que inspiram a decoração da unidade.

A seguir ao turismo, a saúde, apesar de ser uma área difícil, "pode crescer muito", afirmou Jorge Rebelo de Almeida na cerimónia de inauguração do Vila Galé Sintra, no Sábado, dia 12, justificando a aposta no conceito da nova unidade.

O hotel, com 136 quartos, promove um estilo de vida saudável, propondo aos hóspedes alimentação equilibrada, cuidados médicos, exercício físico e terapias holísticas, em programas com uma duração mínima de três dias.

Há programas de detox, de perda de peso e para deixar de fumar, programas para relaxar e reduzir a ansiedade ou mesmo para revigorar o corpo e a mente através de actividade física.

Mesmo apostando na área da saúde, o Vila Galé Sintra enquadra-se na estratégia do grupo de promover oferta de lazer para toda a família, tendo por isso programas específicos para os mais novos, piscinas para crianças, um parque infantil, trampolins e um carrossel.

A oferta da unidade na área da saúde, da beleza e do bem-estar é criada em parceria com empresas e entidades de Sintra, como a Cintramédica, e é por isso que Jorge Rebelo de Almeida sublinha que "em Sintra viemos fazer um hotel com Sintra e para Sintra".

Por outro lado, também é a riqueza histórica de Sintra que motiva a decoração do hotel, e por isso existem em todos os quartos e nos espaços comuns referências a momentos históricos ou a mitos e lendas locais.

A motivação para a aposta nas referências históricas de Sintra deve-se à relevância "extremamente importante" da cultura na diferenciação na área do turismo, destacou o presidente do grupo hoteleiro.

"Se nós não formos um país interessante, os turistas não vêm aqui só para ver turismo, nem para ver belezas naturais", enfatizou Jorge Rebelo de Almeida.

"Acho que o turismo [em Portugal] atravessa uma fase boa, mas nada é definitivo", afirmou o presidente da Vila Galé, para incentivar a "continuar a apostar em melhorar a nossa oferta turística em termos de instalações, melhorar mais ainda a formação profissional para valorizarmos a nossa oferta".

A Vila Galé, que celebra este ano o seu 30º aniversário, ainda tem previsto inaugurar este ano um hotel em Braga e um resort em Touros, no Brasil. Em 2019, o grupo hoteleiro vai abrir mais duas unidades em Portugal, em Elvas e na Serra da Estrela.

 

Clique para ver mais: Vila Galé

Clique para ver mais: Hotelaria




Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Apoios do Governo para projectos turísticos no interior de Portugal ascendem a 310 milhões de euros

15-02-2019 (17h11)

O ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, afirmou hoje que o Governo apoiou com cerca de 310 milhões de euros investimentos no sector do turismo no interior do país, no âmbito dos programas Valorizar e Portugal 2020.

Espanha foi o único dos grandes emissores europeus a crescer em 2018 na hotelaria portuguesa

14-02-2019 (16h26)

Quatro dos cinco principais emissores europeus para a hotelaria portuguesa evoluíram em baixa no ano passado, acumulando uma quebra de 1,3 milhões de dormidas, que apenas muito parcialmente foi compensada pelo aumento da única excepção, de Espanha, cujos residentes fizeram mais 78,3 mil que em 2017.

Estados Unidos foram emissor internacional que mais aumentou dormidas na hotelaria portuguesa em 2018

14-02-2019 (16h21)

Os Estados Unidos subiram em 2018 a 7º principal emissor internacional para a hotelaria portuguesa, ultrapassando a Irlanda, por um aumento de 313,2 mil pernoitas, que foi o maior do ano de todos os mercados internacionais, seguido pelo Brasil, com mais 189,8 mil, e Canadá, com mais 105,5 mil.

Subida de preços garante 6º ano consecutivo de subida de proveitos da hotelaria portuguesa

14-02-2019 (16h16)

A hotelaria portuguesa manteve em 2018 a tendência de subida de proveitos que iniciou em 2013, mas com suporte apenas nos preços, o que levou a um acentuado abrandamento do crescimento das receitas, que foi superior a 17% nos anos de 2016 e 2017 e no ano passado baixou para 6,5%.

IHG compra dona do Six Senses Douro Valley por 265 milhões de euros

14-02-2019 (14h35)

O InterContinental Hotels Group (IHG) comprou a Six Senses Hotels Resorts Spas, que, entre outros hotéis, gere desde 2015 o Six Senses Douro Valley, em Lamego, por 300 milhões de dólares, cerca de 265 milhões de euros.