Turim inaugura restaurante Salitre e enfatiza aposta em ter negócio de restauração autónomo

17-05-2019 (14h13)

Foto: www.turim-hotels.com
Foto: www.turim-hotels.com

O presidente executivo do Turim Hotels anunciou ontem, na apresentação do restaurante Salitre, integrado no Turim Boulevard Hotel, em Lisboa, no qual investiram 25 milhões de euros em Lisboa, que o grupo quer “criar uma autonomia” para a área de negócios da restauração.

Num almoço com jornalistas no novo restaurante que o grupo está a lançar no seu primeiro hotel 5-estrelas em Lisboa, ainda em soft-opening [pré-abertura], Ricardo Martins referiu ter outros “restaurantes de rua” na capital e que o objectivo é “criar uma autonomia, uma sustentabilidade” para o negócio de restauração.

“Tem de ser um negócio que se sustente sozinho”, reforçou, explicando que o objectivo é alargar a aposta “só onde faça sentido”.

“Há ainda um grande estigma em ir almoçar ou jantar a um restaurante de hotel, mas são restaurantes de rua. Ao almoço funciona bem, quer à carta quer buffet, é um público mais corporate [de negócios, empresas], mas para o jantar temos de apostar mais no lifestyle”, defendeu Ricardo Martins.

O presidente executivo disse ainda que o próximo projecto 5-estrelas a abrir, em Sintra, também “vai ter um restaurante específico”, tal como a unidade hoteleira a inaugurar no Funchal, cujo conceito ainda está a ser definido.

“Queremos ter cartas que agradem ao público que nos visita, quer aos almoços quer aos jantares, mas também a quem está alojado nos nossos hotéis”, explicou.

Questionado sobre a frequência destes hóspedes nos restaurantes do grupo, o responsável explicou que “5% almoça no hotel, enquanto aos jantares representam 90%”.

O Turim Boulevard Hotel, localizado na Avenida da Liberdade, dispõe de cem quartos, restaurante, bar, spa, piscina interior e exterior e implicou um investimento de 25 milhões de euros, segundo Ricardo Martins.

Questionado para quando prevê o retorno deste investimento, o presidente do grupo afirmou que estes valores aplicados na hotelaria levam “sempre 15 anos para rentabilizar”.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Para ler mais clique:

Turim Hotels espera poder abrir hotel de 5 estrelas em Sintra até final do ano

 

Clique para mais notícias: Turim Hotels

Clique para mais notícias: Hotelaria

Clique para mais notícias: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Iberostar abre resort de 5-estrelas em Lagos, junto à Meia Praia

11-06-2019 (16h59)

O grupo hoteleiro espanhol Iberostar inaugurou um resort de 5-estrelas com 220 quartos em Lagos, o Iberostar Selection Lagos Algarve, junto à Meia Praia.

Pestana Hotel Group avança com providência cautelar contra dragagens no Sado

06-06-2019 (19h49)

O Pestana Hotel Group, maior grupo hoteleiro português, anunciou hoje que interpôs uma providência cautelar no Tribunal de Loulé a requerer a suspensão imediata do Título de Utilização Privativa do Espaço Marítimo Nacional (TUPEM) concedido à empresa Mota-Engil para dragagens no estuário do Sado.

Dormidas de turistas portugueses na hotelaria de Cabo Verde sobem 5,7% no primeiro trimestre

04-06-2019 (17h51)

Apesar de não incluir o período de férias da Páscoa como em 2018, o primeiro trimestre do ano foi um período de crescimento do turismo português para Cabo Verde, com subidas do número de hóspedes em 7% e do número de dormidas em 5,7%, concluiu o PressTUR a partir dos dados divulgados pelo INE cabo-verdiano.

Hotelaria da ilha do Sal termina primeiro trimestre com +36,5% de dormidas de portugueses

04-06-2019 (17h48)

A ilha do Sal foi o destino cabo-verdiano que mais sobressaiu no primeiro trimestre no mercado emissor português, concluiu o PressTUR a partir dos dados divulgados pelo INE de Cabo Verde, dos quais se pode constatar que a hotelaria do Sal teve aumentos acima de 30% tanto em número de hóspedes como em dormidas.

Reino Unido é cada vez mais o primeiro emissor para Cabo Verde

04-06-2019 (17h46)

O Reino Unido foi a origem de 22,4% dos turistas estrangeiros que estiveram na hotelaria de Cabo Verde e 28,4% das suas dormidas no primeiro trimestre, aumentando as suas quotas do turismo internacional no arquipélago respectivamente em 2,4 e 1,4 pontos.

Noticias mais lidas