Turim inaugura restaurante Salitre e enfatiza aposta em ter negócio de restauração autónomo

17-05-2019 (14h13)

Foto: www.turim-hotels.com
Foto: www.turim-hotels.com

O presidente executivo do Turim Hotels anunciou ontem, na apresentação do restaurante Salitre, integrado no Turim Boulevard Hotel, em Lisboa, no qual investiram 25 milhões de euros em Lisboa, que o grupo quer “criar uma autonomia” para a área de negócios da restauração.

Num almoço com jornalistas no novo restaurante que o grupo está a lançar no seu primeiro hotel 5-estrelas em Lisboa, ainda em soft-opening [pré-abertura], Ricardo Martins referiu ter outros “restaurantes de rua” na capital e que o objectivo é “criar uma autonomia, uma sustentabilidade” para o negócio de restauração.

“Tem de ser um negócio que se sustente sozinho”, reforçou, explicando que o objectivo é alargar a aposta “só onde faça sentido”.

“Há ainda um grande estigma em ir almoçar ou jantar a um restaurante de hotel, mas são restaurantes de rua. Ao almoço funciona bem, quer à carta quer buffet, é um público mais corporate [de negócios, empresas], mas para o jantar temos de apostar mais no lifestyle”, defendeu Ricardo Martins.

O presidente executivo disse ainda que o próximo projecto 5-estrelas a abrir, em Sintra, também “vai ter um restaurante específico”, tal como a unidade hoteleira a inaugurar no Funchal, cujo conceito ainda está a ser definido.

“Queremos ter cartas que agradem ao público que nos visita, quer aos almoços quer aos jantares, mas também a quem está alojado nos nossos hotéis”, explicou.

Questionado sobre a frequência destes hóspedes nos restaurantes do grupo, o responsável explicou que “5% almoça no hotel, enquanto aos jantares representam 90%”.

O Turim Boulevard Hotel, localizado na Avenida da Liberdade, dispõe de cem quartos, restaurante, bar, spa, piscina interior e exterior e implicou um investimento de 25 milhões de euros, segundo Ricardo Martins.

Questionado para quando prevê o retorno deste investimento, o presidente do grupo afirmou que estes valores aplicados na hotelaria levam “sempre 15 anos para rentabilizar”.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Para ler mais clique:

Turim Hotels espera poder abrir hotel de 5 estrelas em Sintra até final do ano

 

Clique para mais notícias: Turim Hotels

Clique para mais notícias: Hotelaria

Clique para mais notícias: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Convento do Carmo em Moura vai ser um 4-estrelas após investimento de seis milhões

21-08-2019 (21h22)

A Sociedade de Promoção de Projetos Turísticos e Hoteleiros (SPPTH), gestora do Convento do Espinheiro, em Évora, venceu a concessão do Convento do Carmo, em Moura, que irá converter num hotel de 4-estrelas para abrir em 2022, após um investimento de seis milhões de euros.

RIU Palmeras reabre após investimento de 22 milhões de euros

20-08-2019 (15h02)

A RIU Hotels & Resorts anunciou que reabriu o seu primeiro hotel localizado na Gran Canária, o Riu Palmeras, após uma renovação em que investiu 22 milhões de euros.

Trabalhadores dos hotéis da Fundação INATEL estão hoje em greve

16-08-2019 (12h43)

Os trabalhadores do sector hoteleiro da Fundação INATEL estão hoje em greve para reivindicar melhorias salariais e a um horário de trabalho de 35 horas semanais.

EUA subiram em Junho a maior mercado fora da Europa para a hotelaria portuguesa

14-08-2019 (17h00)

Os turistas residentes nos Estados Unidos foram no mês de Junho os não europeus que fizeram mais dormidas na hotelaria portuguesa, ultrapassando os brasileiros, e cotaram-se como o 5º principal emissor internacional, a seguir a Reino Unido, Alemanha, França e Espanha.

Turistas vêm mais a Portugal, mas ficam cada vez menos tempo

14-08-2019 (16h52)

O alojamento turístico português viu-se mais uma vez confrontado em Junho com um maior afluxo de turistas estrangeiros que não se traduz na mesma proporção em dormidas, porque a estada média cai desde pelo menos 2013, tendo pela primeira vez sido inferior às três noites.

Noticias mais lidas