Turim Hotels avança com segundo 5-estrelas em Lisboa e novo hotel nos Açores

17-05-2019 (14h18)

O Turim Hotels vai avançar com uma nova unidade hoteleira 5-estrelas em Lisboa, que será a segunda do grupo desta categoria na capital, e ainda com um hotel em Ponta Delgada, nos Açores, anunciou o seu presidente executivo, Ricardo Martins.

“Em Lisboa vamos abrir um segundo 5 estrelas”, informou Ricardo Martins sem querer avançar qual a localização da futura unidade hoteleira, sobre a qual disse apenas que “é em Lisboa, muito bem localizado”.

Num almoço com jornalistas no novo restaurante Salitre, que o grupo está a lançar no seu primeiro hotel 5-estrelas na capital, na Avenida da Liberdade, actualmente em soft-opening, Ricardo Martins disse ainda que já têm o espaço onde a unidade hoteleira vai ser construída e que “em breve” será divulgada a data de abertura.

Questionado sobre a aposta no segmento mais alto da hotelaria, depois do Boulevard e do projecto que têm também de um 5-estrelas em Sintra, o presidente do Turim Hotels afirmou que são essencialmente dois os motivos: “há falta de 5-estrelas e, tendo em conta o portefólio de oferta que temos, queremos diversificar".

Com data também ainda por anunciar e adquirido o local em Janeiro deste ano, o grupo  avançará um 4-estrelas na marina de Ponta Delgada, ilha de São Miguel, Açores.

O executivo escusou-se a avançar, para já, com o valor do investimento previsto para estes dois novos hotéis.

Além do Turim Boulevard Hotel e destes dois novos projectos, o grupo prevê que até 2021 abram o Turim Santa Maria Hotel, no Funchal, o Turim Sintra Palace Hotel, em Sintra, a ampliação do Turim Lisboa Hotel, na Rua Tomás Ribeiro, o Turim Avenida da República Hotel, em Lisboa, o Turim Oporto Hotel, no Porto, e o Turim Rainha Santa Hotel, em Coimbra.

O Grupo Turim Hotels passará assim a ter 13 hotéis em Lisboa, um em Azeitão, três em Portimão (Algarve), um no Porto, um no Funchal (Madeira), um em Sintra, um em Coimbra e um em Ponta Delgada (Açores).

Sobre a evolução recente do sector, Ricardo Martins afirmou que “o Turismo não está a abrandar”, que “a euforia é que está a abrandar” e que o mercado tem dado sinais de consolidação.

“Se em 2019 conseguirmos superar [em volume de negócios] o que fizemos em 2018 ­— e falando em Lisboa, que é uma realidade barómetro — acho que conseguimos consolidar bem o destino Lisboa, o destino Portugal”.

Apesar do grupo não ser excepção a este abrandamento das dormidas que o destino Portugal, na globalidade, tem registado, nos últimos meses, Ricardo Martins também reforça, o que os restantes empresários do sector têm realçado o facto do preço médio por quarto ocupado “estar a subir”.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Para ler mais clique:

Turim inaugura restaurante Salitre e enfatiza aposta em ter negócio de restauração autónomo

Turim Hotels espera poder abrir hotel de 5 estrelas em Sintra até final do ano

 

Clique para mais notícias: Turim Hotels

Clique para mais notícias: Hotelaria

Clique para mais notícias: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Convento do Carmo em Moura vai ser um 4-estrelas após investimento de seis milhões

21-08-2019 (21h22)

A Sociedade de Promoção de Projetos Turísticos e Hoteleiros (SPPTH), gestora do Convento do Espinheiro, em Évora, venceu a concessão do Convento do Carmo, em Moura, que irá converter num hotel de 4-estrelas para abrir em 2022, após um investimento de seis milhões de euros.

RIU Palmeras reabre após investimento de 22 milhões de euros

20-08-2019 (15h02)

A RIU Hotels & Resorts anunciou que reabriu o seu primeiro hotel localizado na Gran Canária, o Riu Palmeras, após uma renovação em que investiu 22 milhões de euros.

Trabalhadores dos hotéis da Fundação INATEL estão hoje em greve

16-08-2019 (12h43)

Os trabalhadores do sector hoteleiro da Fundação INATEL estão hoje em greve para reivindicar melhorias salariais e a um horário de trabalho de 35 horas semanais.

EUA subiram em Junho a maior mercado fora da Europa para a hotelaria portuguesa

14-08-2019 (17h00)

Os turistas residentes nos Estados Unidos foram no mês de Junho os não europeus que fizeram mais dormidas na hotelaria portuguesa, ultrapassando os brasileiros, e cotaram-se como o 5º principal emissor internacional, a seguir a Reino Unido, Alemanha, França e Espanha.

Turistas vêm mais a Portugal, mas ficam cada vez menos tempo

14-08-2019 (16h52)

O alojamento turístico português viu-se mais uma vez confrontado em Junho com um maior afluxo de turistas estrangeiros que não se traduz na mesma proporção em dormidas, porque a estada média cai desde pelo menos 2013, tendo pela primeira vez sido inferior às três noites.

Noticias mais lidas