“Tem que haver um controlo sobre o alojamento”, defende Raul Martins

11-11-2017 (11h51)

"Crescer sem perder a identidade" é um dos temas que faz parte da agenda do próximo Congresso da AHP e que faz parte das preocupações da Associação porque, como explica o seu presidente, parafraseando um dos oradores convidados, que recomenda: "mantenham-se esquisitos"

E agrega Raul Martins: “Se transformarmos os bairros todos em alojamento deixamos de ter os locais. Portanto, tem que haver um controlo sobre o alojamento. E quando dizemos alojamento estamos a dizer hotéis e alojamento local, não estamos a pôr-nos de fora”.

 

PressTUR: Que outras situações estão na agenda da AHP?

Raul Martins: Outra situação que é hoje discutida e que trazemos ao congresso é a situação de como crescer sem perder a identidade. A situação das cidades que hoje são muito procuradas pelos turistas. Teremos cá o director do turismo de Barcelona para falar sobre o que têm feito em Barcelona. Temos que olhar para o lado e ver o que é que aconteceu com os outros para ver se não acontece connosco. Teremos um orador muito avisado sobre isso que diz o seguinte: mantenham-se esquisitos. Quer dizer, não queiram cá tudo. Ou seja, nós temos que ter um controlo sobre a implantação dos turistas. Lisboa hoje tem muita preocupação sobre os residentes.

 

PressTUR: Essa preocupação não é só mediática?

Raul Martins: Se nós formos a Londres as pessoas que moram no centro de Londres, enfim, ainda se fala cockney no centro de Londres. Mas são os que são. Os outros que estão lá estão porque gostam daquele ambiente e portanto até acabam por se integrar naquele ambiente. Se transformarmos os bairros todos em alojamento deixamos de ter os locais. Portanto, tem que haver um controlo sobre o alojamento. E quando dizemos alojamento estamos a dizer hotéis e alojamento local, não estamos a pôr-nos de fora. Eles trazem mais volume. Quer dizer, numa habitação onde tiver quatro pessoas, em termos de alojamento local tem 16. Se nós começarmos a pôr mais gente em todos os andares, acabamos por ter muito mais densidade naquelas zonas. Isso em termos de cidade não é bom.

 

PressTUR: E descaracteriza?

Raul Martins: Além da descaracterização, o volume, os esgotos, as águas, tudo isso começa a dar problemas…

 

PressTUR: Há um problema adicional no caso de Barcelona de que pouca gente fala, que tem que ver com o tipo de turismo que se atraiu para lá...

Raul Martins: Mas nós não estamos muito diferentes. Hoje em dia em Barcelona os autocarros já pagam para entrar na cidade. Já há quem durma fora de Barcelona e depois vai a Barcelona para passar um dia e vai-se embora. Temos que ter algum cuidado com a descaracterização da cidade e vamos falar disso [no Congresso].

 

PressTUR: Falava no estilo de turismo que se dizia atrair para Barcelona, desde sexo nos bares, esse género. Fala-se dos turistas de voos low cost que chegam ao fim da tarde, embebedam-se toda a noite e regressam de manhã. Esse tipo de turismo aqui em Portugal…

Raul Martins: Não interessa. Por isso é que falo em fazer alguma coisa por prolongar a estadia. Enfim, há coisas pontuais que acontecem. Há pessoas que vinham – e agora penso que voltou a haver – que vinham jogar golfe de manhã e iam embora à noite, nem sequer pernoitavam. Talvez tenhamos que pensar no exemplo do Butão. Para ir ao Butão tem que pagar 200 euros por cada dia que lá estiver. Mas tem direito a consumo. Eu acho isso muito interessante.

 

PressTUR: É uma forma de salvaguardar...

Raul Martins: Veja o que é que acontece com os cruzeiros que cá vêm...

 

PressTUR: Há agora o esforço de fazer de Lisboa um porto de turnaround...

Raul Martins: É difícil, mas pelo menos pode melhorar. É difícil porque o Mediterrâneo é mais fácil de navegar. Arrancar daqui para ir para o Mediterrâneo perdem logo dois dias.

 

Continua:

Entre hotéis e alojamento local “a concorrência não existe”, defende presidente da AHP

AHP faz avaliação positiva deste Governo, afirma presidente da Associação 

Aeroporto de Lisboa e RJET são as prioridades da ‘agenda’ da AHP

 

Ver também:

Calendário da solução aeroportuária para Lisboa “não está a ser respeitado”, alerta Raul Martins, presidente da AHP

“ATL terá que desenvolver soluções que façam prolongar a estadia”, defende Raul Martins

Redução da verba para promoção no Orçamento de Estado “é um contra-senso”

“Se temos qualidade, podemos ter melhor preço”, defende presidente da AHP

“Nós não estamos contra a Booking. Só estamos contra a cláusula de paridade” — presidente da AHP

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Comentários
  • Inocencio Pinto

    Só interesses. Os hotéis nunca se sentiram ameaçados, tais como os taxistas. O alojamento local vai continuar, por muito que o lobby dos hotéis tente destruí-lo. Deviam ter vergonha do vosso egoísmo mesquinho. Se o alojamento local não é concorrência, então deixem-no estar sossegado. Nós fazemos a nossa vida, vocês fazem a vossa. Bandidos.

    12-11-2017 (17h49)


Escrever comentário

Outras Notícias

Óbidos só começa a cobrar taxa turística depois do Verão

24-05-2019 (16h53)

O regulamento da taxa de dormida para turistas que pernoitem em Óbidos está em vigor desde Dezembro de 2018, mas a taxa só será aplicada a partir do último trimestre deste ano, quando a Câmara aprovar o valor a cobrar.

Hotelaria espanhola cresce uns ‘magros’ 1,8% no 1º quadrimestre pela queda da estada média

23-05-2019 (16h50)

A hotelaria espanhola recebeu no primeiro quadrimestre mais 3,4% de turistas, mas contabilizou apenas +1,8% de dormidas, porque a estada média caiu 1,6%, de acordo com os dados publicados hoje pelo INE espanhol.

Turistas portugueses na hotelaria espanhola aumentam 13%, mas permanecem menos tempo

23-05-2019 (15h39)

A hotelaria espanhola teve alojados 419,5 mil turistas portugueses no primeiro quadrimestre, representando um aumento em 13%, que, porém, apenas se traduziu num aumento das dormidas em 7,4% porque o tempo médio de permanência caiu 5%.

Manteigas vai ter mais dois hotéis ainda este ano

23-05-2019 (10h45)

O concelho de Manteigas, na Serra da Estrela, prevê aumentar este ano a sua capacidade de alojamento com a entrada em funcionamento de dois hotéis, o Vila Galé Serra da Estrela e o Hotel Santa Luzia.

Booking é líder em audiência dos sites de comércio de viagens em Portugal

22-05-2019 (14h22)

O Booking, website de reservas de alojamento turístico, incluindo desde hotéis a alojamento local, é o líder de audiências dos sites de coméricio de viagens e turismo em Portugal, de acordo com a Marktest.

Noticias mais lidas