‘Tax Free’ também indica queda dos gastos de turistas chineses em Portugal

01-07-2016 (17h29)

A China ‘junta-se’ a Angola e Brasil num decréscimo dos gastos dos seus turistas em Portugal, de acordo com os dados da Global Blue publicados hoje pelo Observatório do Turismo de Lisboa, o qual indica quebras acima de 20% da variação do total das compras em Maio face ao mês homólogo de 2015.

A informação publicada indica que é da parte dos brasileiros que há a maior queda, em 30%, com -29% no número de compras.

Seguem-se os turistas residentes na China, com -28% na variação total de compras, embora mantendo-se o número de compras, e depois vêm os residentes em Angola, com -22% na variação total de compras, com igual decréscimo no número de compras.

Angola, China e Brasil são os três mercado a que a Global Blue, que actua na recuperação do IVA por parte de turistas residentes fora da União Europeia, Angola, China e Brasil são os três mercados com maior, respectivamente com 38%, 17% e 14%, a que se seguem os Estados Unidos, com 3%, e Moçambique, com 2%.

Para estes dois emissores, os dados indicam que da parte dos turistas dos Estados Unidos há uma variação total de compras de +22%, com +19% em número de compras, e da parte dos residentes em Moçambique a variação total de compras é de -10% apesar de +7% em número de compras.

Dados do Banco de Portugal recolhidos pelo PressTUR relativos ao primeiro quadrimestre apontavam já para uma queda dos gastos de turistas chineses em Portugal.

A China é um dos emissores de que o Banco de Portugal deixou de publicar mensalmente os dados de gastos em Portugal dos seus residentes, mas a informação evidencia uma queda em 17,4% dos gastos de residentes na Ásia, de que o primeiro emissor tem sido a China.

Relativamente a Angola e ao Brasil, os dados do Banco de Portugal indicavam quebras dos gastos em Portugal no primeiro quadrimestre respectivamente em 49,4% e em 11,9%, enquanto para os Estados Unidos indicavam uma subida em 7,9% (para ler mais clique: Receitas turísticas portuguesas penalizadas por quebras de Angola, Brasil e Ásia em 134,76 milhões).

 

Clique para mais notícias: Hotelaria de Lisboa

Clique para mais notícias: Observatório do Turismo de Lisboa

Clique para mais notícias: Hotelaria

Clique para mais notícias: Lisboa

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

FC Porto vai construir um hotel de charme na sua antiga sede, nos Aliados

18-01-2019 (14h49)

O Futebol Clube do Porto vai construir um hotel de charme na sua antiga sede, na Avenida dos Aliados, e vai assinalar o início das obras com uma cerimónia na próxima segunda-feira, dia 21.

Oásis Atlântico vai abrir um eco resort na praia do Tarrafal em Cabo Verde

16-01-2019 (18h10)

O grupo hoteleiro português Oásis Atlântico anunciou que vai abrir um eco resort de 5-estrelas na praia do Tarrafal, no Norte da ilha de Santiago, em Cabo Verde.

Monitor da AHP confirma subida de rentabilidade da hotelaria suportada por aumentos de preços

16-01-2019 (17h13)

O preço médio dos hotéis portugueses subiu 7% em Novembro, de acordo o Hotel Monitor da AHP Hotelaria de Portugal, que indica que esse aumento suportou uma subida da RevPAR em 5%, já que a taxa de ocupação baixou 1,2 pontos, para 59%.

Best Western nomeia novo director para liderar expansão em Portugal e Espanha

16-01-2019 (12h15)

A Best Western Hotels & Resorts nomeou Javier de Villanueva para o cargo de director de desenvolvimento e operações para Portugal e Espanha, que terá como função liderar o crescimento da rede na Península Ibérica.

Barceló compra resort de 5-estrelas e dois terrenos em Marraquexe

16-01-2019 (11h50)

O Barceló Hotel Group comprou um resort de 5-estrelas na Palmeraie de Marraquexe, um terreno adjacente para construir mais quartos e outro terreno próximo do centro da cidade para construir um hotel novo.