RIU reabre resorts na ilha do Sal rebaptizados

11-11-2016 (14h08)

A rede hoteleira RIU, detida em partes iguais pela família espanhola Riu e pelo grupo TUI, anunciou a reabertura dos seus dois resorts na ilha do Sal, Cabo Verde, duas das unidades mais utilizadas pelos portugueses em férias na ilha, mas com o ClubHotel Funaná a ceder o nome para o antigo RIU Garopa e passar a designar-se RIU Palace Cabo Verde.

A rede destaca que o antigo Funaná, datado de 2005, tornou-se assim o primeiro da sua gama Palace em Cabo Verde e que o antigo Garopa, de 2006, passou a apresentar um “novo estilo e serviços”.

As mudanças são o resultado de um investimento que totalizou 37 milhões de euros no que a RIU descreve como “uma renovação completa da sua oferta na ilha do Sal”, ao mesmo tempo que destaca que foi das primeiras cadeias hoteleiras a apostar no turismo em Cabo Verde, acrescentando que essa aposta prossegue, pois também em curso uma ampliação do seu resort na ilha da Boavista, o RIU Touareg.

A reabertura do dois resorts da ilha do Sal, segundo indica em comunicado, ocorreu na passada sexta-feira, 4 de Novembro, e a rede hoteleira assinala que ambos proporcionam aos hóspedes “o reconhecido serviço Tudo Incluído 24 horas da RIU”.

Quanto ao investimento, a rede hoteleira diz que as obras mais extensas foram no antigo Funaná, “que subiu de categoria”.

“Os seus 500 quartos e suites, incluindo as casas de banho, foram completamente reformados e a sua decoração combina cores claras e aconchegantes com um atrevido vermelho”, diz a rede, que destaca ainda que o resort rebaptizado Palace Cabo Verde “contará agora com dois restaurantes completamente novos”, um denominado Krystal, com “uma atractiva cozinha de fusão” e exclusivo dos Palace da RIU, e o outro, o Sofia, de comida italiana.

A unidade mantém ainda o seu restaurante principal, um asiático e uma steakhouse.

O Palace Cabo Verde conta ainda com sete bares, incluindo uma nova cafetaria e pastelaria denominada Capuchino.

Em relação ao antigo Garopa, a rede diz que com as obras também dotou a unidade de “novo estilo e serviços”, referindo que foram redecorados os seus 572 quartos “com o novo estilo fresco e contemporâneo que a RIU imprime a todos os seus projectos”.

Outra inovação é uma novo acesso à praia, o restaurante Kulinarium, “com um conceito de cozinha moderna que utiliza principalmente ingredientes locais frescos e técnicas culinárias inovadoras”.

 

Clique para mais notícias: RIU

/pesquisa?q=RIU

Clique para mais notícias: Hotelaria

/empresas---negocios/hotelaria/

Clique para mais notícias: Cabo Verde

/pesquisa?q=Cabo+Verde

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Iberostar abre resort de 5-estrelas em Lagos, junto à Meia Praia

11-06-2019 (16h59)

O grupo hoteleiro espanhol Iberostar inaugurou um resort de 5-estrelas com 220 quartos em Lagos, o Iberostar Selection Lagos Algarve, junto à Meia Praia.

Pestana Hotel Group avança com providência cautelar contra dragagens no Sado

06-06-2019 (19h49)

O Pestana Hotel Group, maior grupo hoteleiro português, anunciou hoje que interpôs uma providência cautelar no Tribunal de Loulé a requerer a suspensão imediata do Título de Utilização Privativa do Espaço Marítimo Nacional (TUPEM) concedido à empresa Mota-Engil para dragagens no estuário do Sado.

Dormidas de turistas portugueses na hotelaria de Cabo Verde sobem 5,7% no primeiro trimestre

04-06-2019 (17h51)

Apesar de não incluir o período de férias da Páscoa como em 2018, o primeiro trimestre do ano foi um período de crescimento do turismo português para Cabo Verde, com subidas do número de hóspedes em 7% e do número de dormidas em 5,7%, concluiu o PressTUR a partir dos dados divulgados pelo INE cabo-verdiano.

Hotelaria da ilha do Sal termina primeiro trimestre com +36,5% de dormidas de portugueses

04-06-2019 (17h48)

A ilha do Sal foi o destino cabo-verdiano que mais sobressaiu no primeiro trimestre no mercado emissor português, concluiu o PressTUR a partir dos dados divulgados pelo INE de Cabo Verde, dos quais se pode constatar que a hotelaria do Sal teve aumentos acima de 30% tanto em número de hóspedes como em dormidas.

Reino Unido é cada vez mais o primeiro emissor para Cabo Verde

04-06-2019 (17h46)

O Reino Unido foi a origem de 22,4% dos turistas estrangeiros que estiveram na hotelaria de Cabo Verde e 28,4% das suas dormidas no primeiro trimestre, aumentando as suas quotas do turismo internacional no arquipélago respectivamente em 2,4 e 1,4 pontos.

Noticias mais lidas