RIU abre dois hotéis em “duas ilhas paradisíacas” nas Maldivas

21-05-2019 (17h21)

A RIU Hotels & Resorts tornou-se a primeira cadeia hoteleira espanhola a entrar nas Maldivas ao inaugurar dois hotéis em “duas ilhas paradisíacas”, unidas por um passadiço sobre a água, com 800 metros de comprimento.

Os dois hotéis, localizados no atol Dhaalu, operam em regime de tudo incluído (TI).

“A sua excelente localização em duas ilhas paradisíacas desertas oferece aos clientes amplas praias de sonho para desfrutar das suas férias, além de actividades aquáticas com as quais poderão descobrir o maravilhoso fundo marinho das Maldivas”, sublinha um comunicado do grupo.

O Riu Atoll, de 4-estrelas, está localizado na ilha privativa Maafushi, tem 264 quartos, incluindo 36 suites sobre a água.

Da sua oferta, a rede hoteleira destaca os restaurantes (principal, italiano e steakhouse), os bares (desportivo, aquático e lounge), a piscina, o parque infantil e o clube para crianças RiuLand.

Já o Riu Palace Maldivas, na ilha vizinha de Kedhigandu, também privativa, é um 5-estrelas com 176 quartos, incluindo 72 suites sobre a água, localizadas de ambos os lados do passadiço que une as duas ilhas.

Os hóspedes do 5-estrelas têm acesso aos restaurantes e bares do Riu Atoll, mas também têm à sua disposição um restaurante principal com terraço, chamado “Palm”, gastronomia de fusão no “Krystal” e cozinha japonesa no “Yu hi”.

O Riu Palace Maldivas, que oferece “bebidas premium em todo o hotel e serviço de quartos”, também dispõe de um bar numa piscina ‘infinita’ e uma área ‘chill out’.

O grupo hoteleiro indica que a decoração dos hotéis “respeita a área envolvente”, apostando “em materiais quentes como a madeira e introduzindo elementos como o cristal para dar maior amplitude e aproveitar a luz e o clima do destino”.

Os hóspedes encontram nos resorts “uma multitude de espaços abertos, dando todo o protagonismo às espectaculares vistas desde qualquer ponto das ilhas”.

O complexo também dispõe de um cais de embarque, centro de bem-estar com diversos tratamentos de beleza, ginásio e banho de vapor gratuitos.

“Poder abrir dois hotéis ao mesmo tempo, superar um desafio logístico e técnico fascinante devido à localização geográfica, é para mim, pessoal e profissionalmente, um sonho tornado realidade”, afirmou Luis Riu, CEO da empresa, citado no comunicado.

 

Clique para ver mais: Hotelaria

Clique para ver mais: Alojamento

Clique para ver mais: Maldivas

Clique para ver mais: RIU Hotels & Resorts

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Convento do Carmo em Moura e Quartel do Carmo na Horta vão ser hotéis de 5-estrelas

19-09-2019 (16h33)

Os contratos de concessão do Convento do Carmo, em Moura, e do Quartel do Carmo, na Horta, foram assinados hoje e prevêem conversão dos imóveis em hotéis de 5-estrelas, com um investimento de cerca de 14 milhões de euros.

Receitas dos hotéis em Macau subiram 14,5% em 2018

19-09-2019 (16h06)

As receitas dos hotéis em Macau atingiram 37,29 mil milhões de patacas (4,2 mil milhões de euros) em 2018, mais 14,5% que no ano anterior, anunciou hoje a Direcção dos Serviços de Estatística e Censos de Macau.

Porto lidera aumento de dormidas na hotelaria em Julho

16-09-2019 (16h32)

O Porto foi o município com o maior aumento de dormidas em Julho, com mais 49,7 mil pernoitas que no mês homólogo de 2018 (+12,2%), mas sem pôr em causa a liderança do município de Lisboa em número de dormidas, com 1,326 milhões, que significaram 16,3% do total do país.

Quebra generalizada da estada média ‘come’ aumento de turistas alojados na hotelaria portuguesa

16-09-2019 (15h31)

O tempo médio de permanência de turistas em alojamentos turísticos portugueses caiu de forma generalizada no mês de Julho, pelo que, levando a que apesar se ter registado um aumento em 5,4% do número de hóspedes, em número de dormidas essa maior afluência de clientes traduziu-se num aumento de apenas 2,2%.

Mês de férias no Brasil ‘dá’ mais 51,7 mil dormidas ao alojamento turístico português

16-09-2019 (14h19)

Apesar das quebras de dormidas de nove dos 16 maiores emissores internacionais, a hotelaria portuguesa acabou Julho com mais 111,6 mil dormidas de turistas residentes no estrangeiros, graças nomeadamente ao aumento de 51,7 mil dormidas de residentes no Brasil, onde o mês de Julho é um dos mais fortes em turismo e viagens.

Noticias mais lidas