Reino Unido é cada vez mais o primeiro emissor para Cabo Verde

04-06-2019 (17h46)

O Reino Unido foi a origem de 22,4% dos turistas estrangeiros que estiveram na hotelaria de Cabo Verde e 28,4% das suas dormidas no primeiro trimestre, aumentando as suas quotas do turismo internacional no arquipélago respectivamente em 2,4 e 1,4 pontos.

A análise do PressTUR aos divulgados pelo INE de Cabo Verde indicou que o Reino Unido proporcionou mais de metade dos aumentos de hóspedes e dormidas de residentes no estrangeiro que estiveram alojados na hotelaria cabo-verdiana no primeiro trimestre.

O PressTUR concluiu que o aumento de turistas residentes no Reino Unido foi de 21,3% ou 9,2 mil, para 52,3 mil, que compara com um aumento do total de turistas estrangeiros em 8,5% ou 18,3 mil, para 233,7 mil.

Em dormidas, em que a hotelaria cabo-verdiana teve um aumento no trimestre em 4,5% ou 61 mil, para 1,4 milhões, o mercado dos residentes no Reino Unido teve um aumento em 10% ou 36,2 mil, para 397,9 mil.

O segundo mercado que mais contribuiu para o balanço positivo da hotelaria cabo-verdiana no primeiro trimestre foi Bélgica + Holanda, com mais 18,1 mil dormidas (+11%, para 183,5 mil), e seguidamente Áustria, com mais 11,5 mil (+227,9%, para 15,6 mil), e França, com mais 8,7 mil (+6,6%, para 140,9 mil).

Itália, que no passado foi o mercado internacional líder para Cabo Verde, foi no primeiro trimestre o mais penalizador do balanço do trimestre, com um decréscimo de 19,7 mil dormidas (-33,9%, para 38,6 mil).

Igualmente em que queda estiveram a Alemanha, com menos duas mil dormidas (-1,3%, para 154,1 mil), Suíça, com menos 2,1 mil (-11,2%, para 16,9 mil, e o conjunto de “outros países” não especificados, com menos 3,4 mil (-1%, para 336,4 mil).

Apesar da sua preponderância como primeiro emissor, o Reino Unido apenas foi o primeiro mercado internacional em dormidas nas ilhas do Sal e da Boavista, respectivamente com 198,7 mil e 194,4 mil.

Portugal foi líder na ilha de Santiago, com 11,7 mil, e França liderou em São Vicente, com 7,4 mil e no conjunto das restantes ilhas não especificadas, com 16,8 mil.

 

Clique para mais notícias: Cabo Verde

Clique para mais notícias: Portugal

Clique para mais notícias: África

Clique para mais notícias: Hotelaria

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

DER Touristik quer ficar com agências Holiday Land e hotéis Sentido do grupo Thomas Cook

13-11-2019 (08h56)

A DER Touristik anunciou que chegou a acordo para comprar a rede de agências de viagens Holiday Land, incluindo os contratos de franquia, e que pretende adquirir a rede de hotéis Sentido, subsidiárias do falido grupo Thomas Cook.

Hotel nas Galerias Lumiére no Porto recebe parecer positivo da Direcção Regional de Cultura

13-11-2019 (08h03)

A Direcção Regional de Cultura do Norte (DRCN) deu parecer favorável ao Pedido de Informação Prévia (PIP) para uma unidade hoteleira a instalar nas Galerias Lumière, no Porto, que vão encerrar em 2020, revelou aquele organismo.

Meliá abre hotel da marca Innside em Saragoça

12-11-2019 (17h14)

A Meliá Hotels International anunciou a abertura de um hotel da sua marca Innside em Saragoça, um “destino obrigatório para os amantes de novas tendências”, segundo descreve.

Turismo de Portugal tem em curso 38 projectos de enoturismo com 60 milhões de euros já aprovados

12-11-2019 (15h59)

O Turismo de Portugal tem em curso 38 projectos de desenvolvimento da oferta de enoturismo, com mais de 60 milhões de euros de investimento já aprovados, disse a entidade à agência Lusa.

Regulamento de Alojamento Local do Porto teve 55 participações em consulta pública

12-11-2019 (15h41)

O regulamento de Alojamento do Local (AL) do Porto teve 55 participações no âmbito da discussão pública do documento que terminou em Setembro, revelou o vereador do Turismo na Câmara do Porto, Ricardo Valente.

Noticias mais lidas