Portugal será “um hub” da expansão do Minor Hotel Group na Europa

02-02-2016 (18h52)

Dillip Rajakarier, CEO do Minor, ao PressTUR

"Acho que Portugal vai tornar-se um hub europeu na continuação da nossa expansão na Europa", afirmou ao PressTUR o CEO do Minor Hotel Group, Dillip Rajakarier, sublinhando que os seus planos passam por tornar a Tivoli numa marca global e por trazer para Portugal outras marcas do grupo.

O CEO do Minor Hotel Group falava ao PressTUR após a apresentação em Lisboa da compra da Tivoli Hotels & Resorts por 294,2 milhões de euros, que classificou de "um momento histórico" para o grupo, que assim marca a sua entrada na Europa e na América do Sul, com 12 hotéis em Portugal e dois hotéis no Brasil, somando cerca de três mil quartos.

"Levaremos a marca Tivoli para fora do país e traremos algumas das nossas marcas aqui para Portugal", afirmou Dillip Rajakarier ao PressTUR, reforçando que o seu objectivo é "expandir na Europa usando Portugal como um hub".

Para a Tivoli Hotels o que era preciso fazer em primeiro lugar "era completar o negócio e completar a renovação, que é o que precisamos de fazer para trazer a marca para cima".

O grupo está a trabalhar na renovação dos hotéis Tivoli, e vai começar pelo Tivoli Marina Vilamoura, seguindo-se o Tivoli Oriente e depois o Tivoli Lisboa, o que deverá custar cerca de 50 milhões de euros ao grupo.

Em seguida, os seus planos para a Tivoli Hotels passam por "levar a marca para fora", designadamente para África, Médio Oriente e Ásia, tornando-a "uma marca verdadeiramente global".

"Esperamos que em cinco anos a forma e o tamanho da Tivoli sejam muito diferentes", disse o executivo na sua apresentação em Lisboa.

A Tivoli Hotels gerou 121 milhões de euros de receitas em 2015, com um EBITDA normalizado de 31 milhões de euros, segundo indica um comunicado do Minor Hotel Group.

Com a aquisição dos hotéis Tivoli, o grupo passou a contar com 145 hotéis em 22 países, sendo que além da marca portuguesa o Minor tem as marcas Anantara, Elewana, Per Aquum, Avani e Oaks.

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Apoios do Governo para projectos turísticos no interior de Portugal ascendem a 310 milhões de euros

15-02-2019 (17h11)

O ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, afirmou hoje que o Governo apoiou com cerca de 310 milhões de euros investimentos no sector do turismo no interior do país, no âmbito dos programas Valorizar e Portugal 2020.

Espanha foi o único dos grandes emissores europeus a crescer em 2018 na hotelaria portuguesa

14-02-2019 (16h26)

Quatro dos cinco principais emissores europeus para a hotelaria portuguesa evoluíram em baixa no ano passado, acumulando uma quebra de 1,3 milhões de dormidas, que apenas muito parcialmente foi compensada pelo aumento da única excepção, de Espanha, cujos residentes fizeram mais 78,3 mil que em 2017.

Estados Unidos foram emissor internacional que mais aumentou dormidas na hotelaria portuguesa em 2018

14-02-2019 (16h21)

Os Estados Unidos subiram em 2018 a 7º principal emissor internacional para a hotelaria portuguesa, ultrapassando a Irlanda, por um aumento de 313,2 mil pernoitas, que foi o maior do ano de todos os mercados internacionais, seguido pelo Brasil, com mais 189,8 mil, e Canadá, com mais 105,5 mil.

Subida de preços garante 6º ano consecutivo de subida de proveitos da hotelaria portuguesa

14-02-2019 (16h16)

A hotelaria portuguesa manteve em 2018 a tendência de subida de proveitos que iniciou em 2013, mas com suporte apenas nos preços, o que levou a um acentuado abrandamento do crescimento das receitas, que foi superior a 17% nos anos de 2016 e 2017 e no ano passado baixou para 6,5%.

IHG compra dona do Six Senses Douro Valley por 265 milhões de euros

14-02-2019 (14h35)

O InterContinental Hotels Group (IHG) comprou a Six Senses Hotels Resorts Spas, que, entre outros hotéis, gere desde 2015 o Six Senses Douro Valley, em Lamego, por 300 milhões de dólares, cerca de 265 milhões de euros.