Mosteiro românico de Amarante adjudicado a empresário francês para abrir hotel em 2023

07-02-2020 (16h13)

A concessão do mosteiro de São Salvador de Travanca, fundado no século XII, em Amarante (Porto), foi adjudicada ao empresário francês Jean-Claude Frederic Frajmund que o vai transformar num hotel com 40 quartos, anunciou hoje fonte governamental.

“Foi concluído mais um concurso Revive (programa dos Ministérios da Economia, Cultura e Finanças com a colaboração das autarquias locais), relativo ao Mosteiro de S. Salvador de Travanca, em Amarante (distrito do Porto), tendo sido adjudicado a Jean-Claude Frederic Frajmund, de nacionalidade francesa, para a instalação de um estabelecimento hoteleiro”, lê-se num comunicado divulgado hoje pelo gabinete do Ministro de Estado, da Economia e Transição Digital.

O mosteiro românico beneditino fundado no século XII, que faz parte do percurso cultural da Rota do Românico, vai ser transformado num projeto turístico que deverá “aliar a história do imóvel e o ambiente medieval, ao conforto e sofisticação da modernidade, com uma componente de saúde e bem-estar”, lê-se no comunicado.

A abertura da unidade hoteleira está prevista para o início de 2023 e o vencedor do concurso comprometeu-se a pagar uma renda anual de “27.618 mil euros, para a instalação de um hotel de quatro estrelas, com cerca de 40 quartos”.

O imóvel, que está situado no fundo de um vale e envolvido por inúmeras quintas características da região Norte do país, vai ser concessionado durante 50 anos para exploração para fins turísticos.

O mosteiro de São Salvador de Travanca é um dos 33 imóveis incluídos na primeira fase do Revive, um programa que tem o objetivo de “valorizar e recuperar o património sem uso”, bem como “reforçar a atratividade dos destinos regionais e o desenvolvimento de várias regiões do país”, explica o Governo.

“Este imóvel é o 13.º a ser adjudicado no âmbito do Programa Revive, o qual representa já um total de 114,5 milhões de euros de investimento na recuperação de património público e cerca de 2,4 milhões de euros em rendas anuais.

O programa integra, atualmente, um total de 49 imóveis, dos quais 21 se localizam em territórios do interior.

Estão abertos os concursos para a concessão do Palacete dos Condes Dias Garcia (São João da Madeira/Aveiro), Quinta do Paço de Valverde (Évora) e Forte da Barra de Aveiro (Ílhavo).

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para ver mais: Hotelaria

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Oásis Atlântico lança novo website

28-02-2020 (16h33)

O Grupo Oásis Atlântico anunciou o lançamento de um novo website, onde apresenta a nova imagem da marca e os seus novos projectos.

Reservas aéreas de agências de viagens nos GDS caíram 0,9% em 2019, Amadeus

28-02-2020 (16h17)

As reservas aéreas de agências de viagens processadas pelos GDS baixaram 0,9% em 2019, segundo o Amadeus, que reclama liderança do mercado mundial, com uma quota de 44%, em alta de 0,3 pontos em relação a 2018.

NAU vai reabrir unidades hoteleiras na Herdade dos Salgados

27-02-2020 (17h52)

O NAU Hotels & Resorts vai reabrir as unidades hoteleiras Salgados Dunas Suites e Salgados Palm Village, que se encontram na Herdade dos Salgados em Albufeira, no Algarve, a partir do dia 1 de Março.

Minor promove Miguel Garcia a director de Operações para hotéis urbanos em Portugal

26-02-2020 (14h57)

A Minor Hotels, proprietária da rede hoteleira Tivoli, promoveu Miguel Garcia para o cargo de director regional de Operações para Urban Hotels Portugal.

Minor contrata ex-director do Bairro Alto Hotel para hotel manager do Tivoli Avenida Liberdade

26-02-2020 (14h55)

A Minor Hotels contratou o ex-director do Bairro Alto Hotel, João Prista von Bonhost, para o cargo de hotel manager do Tivoli Avenida Liberdade.

Noticias mais lidas