Minor Hotels escolhe português Jorge Lopes para liderar novas aberturas na Europa

20-06-2016 (07h50)

Foto: Minor Hotels
Foto: Minor Hotels

O Minor Hotels, grupo de origem tailandesa que comprou os hotéis da rede Tivoli em Portugal e no Brasil, escolheu o ex-Tivoli Jorge Lopes para Head of Commercial, Europe and South America, com a responsabilidade de “supervisionar a execução de projectos chave na área comercial, incluindo rebranding, remodelações e novas aberturas” nas duas regiões.

Uma informação da Minor indica que Jorge Lopes fez carreira principalmente na Tivoli, para onde entrou em 2001, tendo chegado a Corporate Director of Sales para todas as unidades Tivoli em Portugal e no Brasil, mas desde 2010 era Director of Sales & Marketing do Pine Cliffs, a Luxury Collection Resort no grupo Starwood Hotels & Resorts.

A rede salienta, aliás, que Jorge Lopes, que passa a reportar directamente ao COO da Minor, Robert Kunkler, “conta com uma larga tradição familiar na hotelaria – pertencendo à quarta geração de uma família de hoteleiros – e é certificado em Marketing Hoteleiro pela Cornell University, nos Estados Unidos da América”.

“É com grande satisfação e entusiasmo que regresso a este grupo para assumir este novo cargo, sobretudo tendo em conta os ambiciosos objetivos de crescimento a que nos propomos na Minor Hotels a médio e a longo prazo”, diz Jorge Lopes em declaração citada no comunicado.

 

Clique para mais notícias: Tivoli

Clique para mais notícias: Minor

Clique para mais notícias: Hotelaria

Clique para mais notícias: Quem é quem

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Apoios do Governo para projectos turísticos no interior de Portugal ascendem a 310 milhões de euros

15-02-2019 (17h11)

O ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, afirmou hoje que o Governo apoiou com cerca de 310 milhões de euros investimentos no sector do turismo no interior do país, no âmbito dos programas Valorizar e Portugal 2020.

Espanha foi o único dos grandes emissores europeus a crescer em 2018 na hotelaria portuguesa

14-02-2019 (16h26)

Quatro dos cinco principais emissores europeus para a hotelaria portuguesa evoluíram em baixa no ano passado, acumulando uma quebra de 1,3 milhões de dormidas, que apenas muito parcialmente foi compensada pelo aumento da única excepção, de Espanha, cujos residentes fizeram mais 78,3 mil que em 2017.

Estados Unidos foram emissor internacional que mais aumentou dormidas na hotelaria portuguesa em 2018

14-02-2019 (16h21)

Os Estados Unidos subiram em 2018 a 7º principal emissor internacional para a hotelaria portuguesa, ultrapassando a Irlanda, por um aumento de 313,2 mil pernoitas, que foi o maior do ano de todos os mercados internacionais, seguido pelo Brasil, com mais 189,8 mil, e Canadá, com mais 105,5 mil.

Subida de preços garante 6º ano consecutivo de subida de proveitos da hotelaria portuguesa

14-02-2019 (16h16)

A hotelaria portuguesa manteve em 2018 a tendência de subida de proveitos que iniciou em 2013, mas com suporte apenas nos preços, o que levou a um acentuado abrandamento do crescimento das receitas, que foi superior a 17% nos anos de 2016 e 2017 e no ano passado baixou para 6,5%.

IHG compra dona do Six Senses Douro Valley por 265 milhões de euros

14-02-2019 (14h35)

O InterContinental Hotels Group (IHG) comprou a Six Senses Hotels Resorts Spas, que, entre outros hotéis, gere desde 2015 o Six Senses Douro Valley, em Lamego, por 300 milhões de dólares, cerca de 265 milhões de euros.