Minor Hotels e NH anunciam primeiro hotel Anantara em Espanha

10-04-2019 (13h35)

O grupo tailandês Minor e a sua subsidiária NH Hotels anunciaram a assinatura de um acordo para converter o Villa Padierna Palace, em Marbella, no primeiro hotel da marca Anantara em Espanha.

O empreendimento, detido pelo grupo Villa Padierna, passa a ser gerido “com efeito imediato ao abrigo de um contrato de locação”, segundo um comunicado, que indica que o hotel “será gerido pela NH sob a orientação e supervisão da Minor Hotels”.

“Após a aquisição da NH pela Minor Hotels em Outubro de 2018, esta unidade é a primeira a ser integrada no portefólio de marcas das duas empresas, sendo que a Villa Padierna será alvo de um rebranding, transformando-se numa propriedade da marca de luxo Anantara Hotels & Resorts ao longo dos próximos meses”, salienta a nota de imprensa.

O hotel, localizado junto aos campos de golfe da Costa do Sol, no Marbella Benahavís Resort, será designado Anantara Villa Padierna, transformando-se no primeiro hotel desta marca em Espanha e segundo na Europa, sendo que o primeiro é o Anantara Vilamoura Algarve Resort, em Portugal, lançado há dois anos.

O Villa Padierna, que tem 130 quartos, suites e villas, é uma propriedade “projectada maioritariamente pelo arquitecto inglês Ed Gilbert, ao estilo dos míticos palácios toscanos e inclui mais de 1.200 obras de arte originais”.

A unidade hoteleira tem vários restaurantes, amplos jardins, duas piscinas e um Spa, que “conta com uma equipa de terapeutas experientes e oferece uma ampla gama de tratamentos personalizados”.

O clube de golfe do Villa Padierna, por sua vez, dispõe de três campos nas imediações do resort, designadamente Flamingos Golf, Alterini Golf e Tramores Golf, além da Academia de Golfe The Tramores de Michael Campbell, apresentada pelo grupo como “a única escola de golfe da Europa especializada em jogos curtos e aulas particulares”.

Os hóspedes terão também acesso a um Racquet Club, com mais de 22.000 metros quadrados de instalações desportivas, incluindo dois campos de ténis, 11 campos de padel e dois campos de croquet.

O resort dispõe ainda de instalações e serviços para reuniões e eventos, incluindo 2.000 metros quadrados de espaço em oito salas de reuniões, cinco terraços e um anfiteatro romano com capacidade para acomodar 400 pessoas.

A abertura do Anantara Villa Padierna “demonstra em simultâneo o nosso compromisso para integrar o portefólio de marcas Minor Hotels e NH, bem como a nossa expertise operacional em toda a nossa expansão geográfica conjunta”, afirmou o CEO da Minor, Dillip Rajakarier, citado em comunicado.

Para Ramón Aragonés, CEO do NH Hotel Group, “este acordo marca um excelente progresso na nossa integração com a Minor Hotels e é a primeira oportunidade para a NH oferecer à Europa um conceito de luxo que conecta viajantes com experiências autênticas em destinos privilegiados”.

A Minor sublinha no comunicado que, em conjunto com a NH, está a implementar uma estratégia de integração de todas as suas marcas hoteleiras sob uma única estrutura corporativa, com presença em mais de 50 países, entre as quais está incluída a transferência das operações da Minor em Portugal e no Brasil para a NH, como noticiado pelo PressTUR em finais de Fevereiro (clique para ler: Minor confirma transferência da gestão dos hotéis em Portugal e no Brasil para o antigo grupo espanhol NH).

As marcas Minor Hotels e NH estão a ser reorganizadas “em clusters operacionais geográficos que permitem capitalizar melhor oportunidades de expansão das marcas e rebrandings”, acrescenta a nota de imprensa.

 

Clique para ver mais: Hotelaria

Clique para ver mais: Minor Hotels

Clique para ver mais: NH Hotels

Clique para ver mais: Alojamento

Clique para ver mais: Espanha

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Porto lidera aumento de dormidas na hotelaria em Julho

16-09-2019 (16h32)

O Porto foi o município com o maior aumento de dormidas em Julho, com mais 49,7 mil pernoitas que no mês homólogo de 2018 (+12,2%), mas sem pôr em causa a liderança do município de Lisboa em número de dormidas, com 1,326 milhões, que significaram 16,3% do total do país.

Quebra generalizada da estada média ‘come’ aumento de turistas alojados na hotelaria portuguesa

16-09-2019 (15h31)

O tempo médio de permanência de turistas em alojamentos turísticos portugueses caiu de forma generalizada no mês de Julho, pelo que, levando a que apesar se ter registado um aumento em 5,4% do número de hóspedes, em número de dormidas essa maior afluência de clientes traduziu-se num aumento de apenas 2,2%.

Mês de férias no Brasil ‘dá’ mais 51,7 mil dormidas ao alojamento turístico português

16-09-2019 (14h19)

Apesar das quebras de dormidas de nove dos 16 maiores emissores internacionais, a hotelaria portuguesa acabou Julho com mais 111,6 mil dormidas de turistas residentes no estrangeiros, graças nomeadamente ao aumento de 51,7 mil dormidas de residentes no Brasil, onde o mês de Julho é um dos mais fortes em turismo e viagens.

Maioria dos maiores emissores internacionais faz menos dormidas na hotelaria portuguesa em Julho

16-09-2019 (13h30)

A hotelaria portuguesa teve este mês de Julho quebras de dormidas de nove dos 16 principais emissores internacionais, as maiores das quais de turistas residentes nos Países Baixos (menos 26,5 mil), na Alemanha (menos 22,6 mil), no Canadá (menos 21 mil) e na Bélgica (menos 15 mil).

OTA de hotéis Amoma cessa e culpa “comparadores de preços”

16-09-2019 (11h08)

A agência de reservas hoteleiras Amoma, em www.amoma.com, que no ano passado teve vendas superiores a 500 milhões de euros, anunciou que cessa actividade e não terá como assegurar o respeito pelas responsabilidades contraídas para com os clientes.

Noticias mais lidas