Minor (Tivoli) prepara chegar a accionista maioritário da espanhola NH Hoteles

07-06-2018 (15h48)

Imagem: NH Hotels
Imagem: NH Hotels

O grupo tailandês Minor International (MINT), comprador da rede hoteleira portuguesa Tivoli quando da falência do Grupo Espírito Santo, está em vias de ficar com 51% a 55% da rede espanhola NH Hoteles por via do reforço da sua posição actual com a aquisição de acções representativas de 25,2% do capital e o lançamento de uma OPA.

Um comunicado do MINT explica que já chegou a um acordo para a compra desses 25,2% do NH Hoteles, numa operação que ascende a 619 milhões de euros e que está previsto concretizar em duas fases, a primeira das quais, relativa a 16,8% do capital da NH (65,85 milhões de acções), até ao próximo dia 15, e a segunda, relativa a 8,4% (32,94 milhões de acções), a concluir em Setembro.

O grupo reconhece que cai assim na obrigação de lançar uma OPA sobre o restante capital da NH no prazo de doze meses ao preço mais elevado que pagou pelo capital da espanhola, que é de 6,40 euros por acção, acrescentando que carece porém de autorização dos accionistas, do regulador do mercado de capitais tailandês, bem como das autoridades da concorrência.

Ainda assim, avança que a sua perspectiva não é tornar a NH Hoteles ‘privada’ (neste caso, sem capital aberto ao público), mas sim chegar a 51% a 55% e mantê-la cotada na Bolsa de Madrid.

A operação, de acordo com o MINT, não excederá então os 1.642,5 milhões de euros.

É o início de “uma nova era”, assim se referiu o CEO do MINT, Dillip Rajakarier, ao impacto do negócio em perspectiva, acrescentando que com a aquisição o grupo terá uma rede de 540 hotéis na Ásia, Oceânia, Médio Oriente, África e Europa.

Dillip Rajakarier destacou ainda que o MINT poderá ser um importante apoio para a NH Hoteles com o seu know how na área da alimentação e bebidas, no sentido de “maximizar o seu potencial de receita”.

“Juntos estaremos bem posicionados para termos grande sucesso, proporcionar valor aos clientes e criar mais excitantes oportunidades de crescimentos do que cada uma das companhias poderia atingir isoladamente” acrescentou.

 

Para ler mais clique:

Proprietário da Tivoli confirma interesse na participação dos chineses do HNA na espanhola NH Hoteles

Minor International (Tivoli) reforça participação na espanhola NH Hoteles

 

Clique para mais notícias: Minor Hotels

Clique para mais notícias: NH Hoteles

Clique para mais notícias: Hotelaria

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Atlas Palais Médina & Spa Fès: um 5-estrelas aos portões da medina de Fez

16-08-2018 (16h24)

O 5-estrelas Atlas Palais Médina & Spa Fès, de 146 quartos, é ideal para os visitantes da cidade imperial marroquina de Fez que queiram ficar perto da medina, mas que desejem também instalações de um hotel moderno de cidade.

Alojamento em Fez: Dentro e fora da medina

16-08-2018 (16h05)

Os 5-estrelas Fes Marriott Hotel Jnan Palace e Riad Fès Relais & Chateâux são opções de alojamento em Fez na zona moderna da cidade, construída durante o período do protectorado francês, no primeiro cado, e para um autêntico riade de luxo no interior da medina, no segundo.

Michlifen Resort & Golf: Uma unidade de luxo na "Pequena Suíça" de Marrocos

16-08-2018 (14h58)

O 5-estrelas Michlifen Resort & Golf é uma unidade de luxo na "Pequena Suíça" marroquina, a cidade de Ifrane, e tira partido das paisagens do Médio Atlas e do clima da região, que se cobre com um manto de neve no Inverno e beneficia de uma brisa suave durante o Verão.

Empreendimentos turísticos de Monchique reabrem após grande incêndio

14-08-2018 (18h46)

O Macdonald Monchique Resort & Spa, em Caldas de Monchique, Algarve, vai reabrir na quinta-feira, depois de ter encerrado devido ao incêndio que durante uma semana atingiu a serra de Monchique.

Amadeus concretiza compra da TravelClick por 1,52 mil milhões de dólares

13-08-2018 (18h26)

O Amadeus confirmou já a concretização da compra da TravelClick, que descreve como um reforço do seu portefólio com soluções para a hoteleria designadamente para empresas de média dimensão e independentes.