Meliá prevê abrir “quase 50” hotéis em 2018 e 2019

28-12-2017 (14h39)

Foto: Meliá Hotels International
Foto: Meliá Hotels International

A Meliá prevê abrir “quase 50” hotéis em 2018 e 2019, afirmou o CEO e vice-presidente do grupo hoteleiro, Gabriel Escarrer, convicto de que alguns dos novos hotéis venham a ser “referências a nível internacional”.

Gabriel Escarrer, ao fazer um balanço do ano de 2017 em comunicado, sublinha que a empresa tem “mantido firme” o seu rumo, “aproveitando os ventos favoráveis que têm soprado, como o aumento da procura nos nossos principais destinos do Mediterrâneo Ocidental e Ilhas Canárias induzido pela situação na Turquia e no Norte de África”.

“Mas sobretudo temos continuado a sustentar o nosso Plano Estratégico, focado tanto no portefólio de marcas e produtos da empresa, a sua renovação e reposicionamento, como na transformação cultural e digital do nosso grupo, para fortalecer a nossa liderança num ambiente em mudança e extremamente competitivo”, reforçou o CEO da rede hoteleira.

A Meliá incorporou ao longo deste ano mais de 30 novos hotéis para abrir entre 2018 e 2020, que apenas em 2018 e 2019 a empresa prevê ter “quase 50 aberturas”.

Gabriel Escarrer prevê que alguns “se convertam em referências a nível internacional, como o Gran Meliá Veneza, o ME Dubai, ou o Gran Meliá Maldivas, entre outros”.

Em 2017, a Meliá abriu novos hotéis em lugares como Xangai, Zhengzhou, Hamburgo, Iguazú, Palma, Rio de Janeiro e outros destinos, e renovou várias unidades em Espanha, no Mediterrâneo e nas Caraíbas.

O ano foi marcado pela superação de vários desafios, incluindo “furacões, erupções vulcânicas ou os efeitos da instabilidade internacional, tudo sem deixar de crescer e criar valor”.

O sucesso, diz Escarrer, deve-se “ao profissionalismo dos nossos mais de 45 mil empregados em todo o mundo, a uma sólida e consistente estratégia e à confiança que depositam na nossa empresa os nossos principais ‘stakeholders’”.

“Num mundo cada vez mais frio e impessoal, os valores que inspiram a nossa actuação, como o afecto, a pertença a uma família, a vocação do serviço, a inovação e a atenção personalizada, são mais valiosos e apreciados que nunca e queremos continuar a compartilhá-los”, concluiu Gabriel Escarrer.

 

Clique para mais notícias: Hotelaria

Clique para mais notícias: Meliá

Clique para mais notícias: Espanha

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

LVMH vai comprar dona do Reid’s Palace, por 2,8 mil milhões de euros

14-12-2018 (16h16)

A Louis Vuitton Moet Hennessy (LVMH) chegou a um acordo para comprar a Belmond, proprietária de hotéis de luxo, incluindo o Reid's Palace na Madeira, por 3,2 mil milhões de dólares, cerca de 2,8 mil milhões de euros.

Dormidas de não residentes na hotelaria portuguesa voltaram a cair em Outubro

14-12-2018 (11h26)

A hotelaria portuguesa teve em Outubro uma queda das dormidas de turistas residentes no estrangeiro em 3,2%, depois de descidas de 4,5% em Setembro, 4,7% em Agosto, de 4,5% em Julho e de 5,5% em Junho.

Marriott anuncia inauguração do Hôtel de Berri em Paris

13-12-2018 (17h00)

A Marriott anunciou a inauguração do Hôtel de Berri, a Luxury Collection Hotel, Paris, que pertence à família Dokhan e dispõe de 75 quartos e design de interiores a cargo de Philippe Renaud.

Conheça os mais recentes e os próximos hotéis de Washington DC

13-12-2018 (15h44)

A capital dos Estados Unidos, Washington, para onde a TAP vai passar a voar a partir de 16 de Junho, tem cerca de 20 hotéis e 4.500 quartos recentemente inaugurados ou em desenvolvimento.

NH Hotel Group vai abrir uma nova unidade hoteleira em Londres

13-12-2018 (13h00)

O NH Hotel Group anunciou hoje que vai inaugurar, no Verão de 2019, um hotel com a insígnia Nhow em Londres, desenhado pelo arquiteto Norman Foster, o segundo estabelecimento hoteleiro deste grupo no Reino Unido.

Ultimas Noticias