Meininger Hotels vai abrir um “hotel híbrido” na Avenida 24 de Julho em Lisboa

09-04-2018 (18h00)

Imagem: Meininger Hotels
Imagem: Meininger Hotels

A Meininger Hotels anunciou que vai abrir em finais de 2019 um “hotel híbrido” de 121 quartos e 453 camas num antigo edifício de escritórios na Avenida 24 de Julho em Lisboa, na zona de Santos.

A empresa, subsidiária da Holidaybreak, anunciou a assinatura de um acordo com a Nelson Canal Portugal para a abertura da unidade hoteleira.

“A Meininger é um produto hoteleiro híbrido, com tipologias de hotel e hostel, que combina o serviço e conforto de um hotel internacional económico com comodidades extra, tais como a cozinha de hóspedes e a zona de jogos”, sublinha um comunicado da empresa.

“A aposta em localizações centrais, mobiliário de alta qualidade e preços justos são o atractivo para pessoas de todas as idades e origens”, acrescenta a mesma nota.

O hotel em Lisboa, que terá uma área bruta de 5.530 metros quadrados, resultará da adaptação de um antigo edifício de escritórios de seis pisos.

Todos os quartos estarão equipados com TV, internet Wi-Fi gratuita e casa de banho.

As tipologias disponíveis “irão de quartos duplos standard, a quartos privados com várias camas e a camas em dormitório”.

As áreas públicas, incluindo a recepção, lobby, lounge, zona de pequenos almoços e bar, bem como a cozinha de hóspedes e zona de jogos, estarão localizadas no piso térreo.

Hannes Spanring, CEO da Meininger Hotels, citado em comunicado, destaca a localização do hotel “na dinâmica zona de Santos, com os seus residentes e visitantes cosmopolitas e criativos, faz uma perfeita ligação com a diversidade de clientes da Meininger. Dos mochileiros a turistas de negócios, de grupos e famílias a turistas individuais”.

“Com o projecto em Lisboa entramos num novo e importante mercado”, salienta o executivo, para acrescentar que “Lisboa é uma cidade maravilhosa que se encontra a usufruir do crescente reconhecimento e popularidade entre turistas ao longo de vários anos”.

“Estivemos algum tempo à procura de uma propriedade adequada”, admite Hannes Spanring, declarando que “estamos muitos felizes com este novo projecto”.

A Meininger, subsidiária da Holidaybreak, tem em desenvolvimento 16 projectos, incluindo o de Lisboa, sendo que a empresa mantém o foco na Europa mas está a avaliar oportunidades na América do Norte e na Ásia.

A Holidaybreak é um grupo turístico especializado em férias e actividades educacionais, sendo uma subsidiária da Prometheon Holdings (UK) Ltd, que integra a Cox & Kings Ltd, que, por sua vez, está listada na National Stock Exchange, the BSE Ltd em Mumbai.

 

Clique para mais notícias: Hotelaria

Clique para mais notícias: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Afonso Cunha é o novo director-geral do Vilalara Thalassa Resort

21-05-2018 (16h14)

O Vilalara Thalassa Resort, em Armação de Pêra, no Algarve, anunciou a contratação de Afonso Cunha para o cargo de director-geral.

Incêndio destrói parte do Pestana Bazaruto Lodge

21-05-2018 (10h01)

Treze habitações do hotel Pestana Bazaruto Lodge, em Moçambique, foram danificadas na sexta-feira por um incêndio, sem provocar vítimas, anunciou fonte do parque ambiental daquela zona à Televisão de Moçambique (TVM).

The Beautique Hotels vai investir até 28 milhões de euros em dois novos hotéis em Lisboa

21-05-2018 (09h55)

O grupo The Beautique Hotels vai investir até 28 milhões de euros em dois novos hotéis em Lisboa, o primeiro dos quais a inaugurar em Dezembro ou Janeiro, na rua da Madalena, havendo ainda planos para ampliar o WC Hotel.

Turistas portugueses na hotelaria de Cabo Verde aumentam 9,4% no primeiro trimestre

18-05-2018 (14h47)

A hotelaria de Cabo Verde teve alojados +9,4% ou mais mil turistas portugueses no primeiro trimestre deste ano, que teve o benefício de Março ter sido o mês do ‘pico’ de férias da Páscoa, que em 2017 apenas foi em Abril.

Boavista liderou crescimento das estadas de turistas portugueses em Cabo Verde no 1º trimestre

18-05-2018 (14h43)

A ilha da Boavista foi o destino cabo-verdiano com o maior aumento de dormidas de residentes em Portugal, concluiu uma análise do PressTUR aos dados divulgados pelo INE de Cabo Verde, a qual mostrou que o Sal manteve-se, no entanto, o destino nº 1 em número de pernoitas e São Vicente liderou em número de hóspedes.