Marvão vai ter primeiro hotel 5-estrelas em 2021

06-02-2019 (14h38)

Foto: Website Câmara de Marvão (www.cm-marvao.pt)
Foto: Website Câmara de Marvão (www.cm-marvao.pt)

A histórica vila de Marvão, no Alto Alentejo, vai dispor do seu primeiro hotel 5-estrelas em 2021, num investimento de 2,2 milhões de euros, segundo informação à Lusa do presidente do município, Luís Vitorino.

O autarca indicou que o novo hotel vai aproveitar a Casa da Janela Manuelina, situada na Rua do Castelo, que foi adquirida por um empresário espanhol.

As obras de recuperação e adaptação do imóvel para hotel de charme deverão arrancar “em breve”, adiantou o autarca de Marvão, no distrito de Portalegre, referindo que o projecto já foi aprovado pelas instituições que tutelam a área do turismo.

A unidade hoteleira vai dar resposta, segundo Luís Vitorino, a uma “classe média alta”, sendo a “única” do género no Alto Alentejo.

“É uma oferta interessante, vocacionada para um público que gasta dinheiro, com requinte, e não há este tipo de oferta aqui à volta”, sublinhou.

De acordo com o autarca, a vila de Marvão “é cada vez mais” visitada por um perfil de turista de classe média alta, tendo “despertado ainda mais à atenção” deste segmento de mercado com a realização anual do Festival Internacional de Música de Marvão (para ler mais clique: Festival Internacional de Música do Marvão recebe 40 concertos em Julho).

O presidente do município mostrou-se também “orgulhoso” por ver recuperada a Casa da Janela Manuelina, situada numa “zona nobre” de Marvão.

“A casa está muito degradada e começa a existir algum risco relacionado com a saúde pública e também com o estado das fachadas. É bom para Marvão que seja requalificada, é mais um imóvel dentro das muralhas que vai ser recuperado”, acrescentou.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para mais notícias: Hotelaria

Clique para mais notícias: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Apoios do Governo para projectos turísticos no interior de Portugal ascendem a 310 milhões de euros

15-02-2019 (17h11)

O ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, afirmou hoje que o Governo apoiou com cerca de 310 milhões de euros investimentos no sector do turismo no interior do país, no âmbito dos programas Valorizar e Portugal 2020.

Espanha foi o único dos grandes emissores europeus a crescer em 2018 na hotelaria portuguesa

14-02-2019 (16h26)

Quatro dos cinco principais emissores europeus para a hotelaria portuguesa evoluíram em baixa no ano passado, acumulando uma quebra de 1,3 milhões de dormidas, que apenas muito parcialmente foi compensada pelo aumento da única excepção, de Espanha, cujos residentes fizeram mais 78,3 mil que em 2017.

Estados Unidos foram emissor internacional que mais aumentou dormidas na hotelaria portuguesa em 2018

14-02-2019 (16h21)

Os Estados Unidos subiram em 2018 a 7º principal emissor internacional para a hotelaria portuguesa, ultrapassando a Irlanda, por um aumento de 313,2 mil pernoitas, que foi o maior do ano de todos os mercados internacionais, seguido pelo Brasil, com mais 189,8 mil, e Canadá, com mais 105,5 mil.

Subida de preços garante 6º ano consecutivo de subida de proveitos da hotelaria portuguesa

14-02-2019 (16h16)

A hotelaria portuguesa manteve em 2018 a tendência de subida de proveitos que iniciou em 2013, mas com suporte apenas nos preços, o que levou a um acentuado abrandamento do crescimento das receitas, que foi superior a 17% nos anos de 2016 e 2017 e no ano passado baixou para 6,5%.

IHG compra dona do Six Senses Douro Valley por 265 milhões de euros

14-02-2019 (14h35)

O InterContinental Hotels Group (IHG) comprou a Six Senses Hotels Resorts Spas, que, entre outros hotéis, gere desde 2015 o Six Senses Douro Valley, em Lamego, por 300 milhões de dólares, cerca de 265 milhões de euros.