Marriott planeia baixar comissões para agências de viagens online

09-04-2018 (13h10)

Imagem: Marriott Hotels International
Imagem: Marriott Hotels International

O CEO da Marriott, Arne Sorenson, afirmou que a rede hoteleira está a planear baixar as comissões para as agências de viagens online (OTAs), a começar pelo Expedia Group, com o qual vai renegociar o contrato ainda este ano.

Arne Sorenson, que falava à agência Reuters na semana passada, salientou que “certamente gostaria de pagar menos”, mas que terá “que ver como vão correr as negociações”.

A maior rede hoteleira do mundo paga actualmente uma comissão superior a 10% às agências de viagens online, que contribuem com cerca de 12% do total de reservas da Marriott, indica a notícia da Reuters citada na imprensa internacional.

A maior parte das reservas do grupo hoteleiro é feita nos canais directos, incluindo a aplicação mobile e o website.

“Temos visto um crescimento significativo [das reservas] em todos os canais digitais... O que diminuiu um pouco foram os agentes de viagens, em parte porque as pessoas estão mudar para o online e a fazer as coisas sozinhas”, disse Arne Sorenson.

A Marriott International vai renegociar contratos com grandes OTAs pela primeira vez desde a sua fusão com a Starwood Hotels em Setembro de 2016.

O primeiro grande contrato a renegociar será o da Expedia, seguindo-se o da Booking Holdings (ex-Priceline Group) em 2019.

O crescimento económico na região da Ásia e Pacífico, liderado pela China, está a beneficiar a Marriott International, acrescenta a notícia.

A parceria celebrada em 2017 entre a Marriott e a empresa de e-commerce Alibaba gerou alguns milhões de novos membros para o seu programa de fidelização na China, um feito assinalável uma vez que quase 55% do negócio da Marriott é gerado pelos membros do programa de fidelização.

Na Índia, que é o seu segundo maior mercado na Ásia, depois da China, a Marriott tem assinados mais de 50 projectos, com os quais perspectiva ter mais de 30 mil quartos no país, mais oito mil do que tem actualmente.

 

Clique para mais notícias: Hotelaria

Clique para mais notícias: Agências&Operadores

Clique para mais notícias: Marriott International

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Empreendimentos turísticos de Monchique reabrem após grande incêndio

14-08-2018 (18h46)

O Macdonald Monchique Resort & Spa, em Caldas de Monchique, Algarve, vai reabrir na quinta-feira, depois de ter encerrado devido ao incêndio que durante uma semana atingiu a serra de Monchique.

Amadeus concretiza compra da TravelClick por 1,52 mil milhões de dólares

13-08-2018 (18h26)

O Amadeus confirmou já a concretização da compra da TravelClick, que descreve como um reforço do seu portefólio com soluções para a hoteleria designadamente para empresas de média dimensão e independentes.

Apesar da ocupação a cair, subida de preços da hotelaria portuguesa até acelera em Junho

13-08-2018 (17h46)

Os clientes da hotelaria portuguesa pagaram em média este mês de Junho +11% por dormida, ainda que os dados do INE indiquem uma queda da ocupação, tendência que o sector tende normalmente a travar com descidas de preços para estimular a procura.

Hotelaria portuguesa perde 225,7 mil dormidas de estrangeiros em Junho e acaba semestre com menos 132,3 mil

13-08-2018 (16h00)

A hotelaria portuguesa, que estava a viver um ciclo de crescimentos acentuados sustentado pela procura internacional, acabou o primeiro semestre deste ano com queda do número de pernoitas de turistas estrangeiros, em grande medida pela dimensão da quebra em Junho, primeiro mês da época alta, no qual teve menos 225,7 mil (-5,1%) pernoitas de residentes no estrangeiro.

Turistas brasileiros ultrapassam pela primeira vez o milhão de dormidas na hotelaria portuguesa num 1º semestre

13-08-2018 (15h53)

A hotelaria portuguesa somou pela primeira vez num primeiro semestre mais de um milhão de dormidas de turistas residentes no Brasil, que atingiram o total de 1,062 milhões de pernoitas tornando-se, assim, o 5º principal emissor na primeira metade do ano.