Manteigas vai ter mais dois hotéis ainda este ano

23-05-2019 (10h45)

Imagem: Vila Galé
Imagem: Vila Galé

O concelho de Manteigas, na Serra da Estrela, prevê aumentar este ano a sua capacidade de alojamento com a entrada em funcionamento de dois hotéis, o Vila Galé Serra da Estrela e o Hotel Santa Luzia.

O presidente da Câmara Municipal de Manteigas, Esmeraldo Carvalhinho, disse à agência Lusa que a área do município disponibiliza actualmente 565 camas.

Segundo o autarca, o hotel de Santa Luzia, com um total de 16 quartos, está "em fase final de construção e abrirá em breve as suas portas", enquanto a unidade hoteleira do grupo Vila Galé, com 91 quartos, deverá ser inaugurada mais para o final do ano.

Esmeraldo Carvalhinho considera que os dois equipamentos serão "mais um complemento" para a oferta do alojamento hoteleiro do concelho de Manteigas, no distrito da Guarda.

"Neste momento, temos 565 camas prontas a serem utilizadas em Manteigas. E há dias em que a hotelaria está esgotada", referiu o autarca.

O grupo Vila Galé indica no seu website que o hotel de 4-estrelas que está a construir em Manteigas, no lugar da Fonte Santa, em pleno Vale Glaciar do Zêzere, tem abertura prevista para o último trimestre de 2019.

"O Vila Galé Serra da Estrela será um hotel de montanha, com 91 quartos, no qual serão investidos cerca de nove milhões de euros. Localizada junto ao Viveiro das Trutas, esta unidade terá ainda piscina exterior aquecida, um restaurante, lobby bar, Spa, salão de eventos e estacionamento", indica.

"Aquilo que me diz o proprietário [do hotel Vila Galé Serra da Estrela] é que pensa manter o calendário e tê-lo pronto no final deste ano", assegura o presidente da Câmara Municipal de Manteigas.

Esmeraldo Carvalhinho sublinha que o novo hotel do grupo Vila Galé permitirá criar "entre 35 a 40" novos postos de trabalho no sector hoteleiro, que se juntam aos cerca de 100 já existentes no concelho.

O autarca salienta ainda que "o único hotel de 5-estrelas da Serra da Estrela está no concelho de Manteigas, que é a Casa de São Lourenço, que tem uma paisagem idílica sobre o Vale Glaciar [do Zêzere], que tem condições acima da média, mas que está sempre lotado pela sua qualidade".

O concelho de Manteigas, o mais pequeno do distrito da Guarda, está totalmente integrado na área do Parque Natural da Serra da Estrela e Rede Natura.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para ver mais: Hotelaria

Clique para ver mais: Portugal

Clique para ver mais: Cá Dentro

Clique para ver mais: Alojamento

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Convento do Carmo em Moura e Quartel do Carmo na Horta vão ser hotéis de 5-estrelas

19-09-2019 (16h33)

Os contratos de concessão do Convento do Carmo, em Moura, e do Quartel do Carmo, na Horta, foram assinados hoje e prevêem conversão dos imóveis em hotéis de 5-estrelas, com um investimento de cerca de 14 milhões de euros.

Receitas dos hotéis em Macau subiram 14,5% em 2018

19-09-2019 (16h06)

As receitas dos hotéis em Macau atingiram 37,29 mil milhões de patacas (4,2 mil milhões de euros) em 2018, mais 14,5% que no ano anterior, anunciou hoje a Direcção dos Serviços de Estatística e Censos de Macau.

Porto lidera aumento de dormidas na hotelaria em Julho

16-09-2019 (16h32)

O Porto foi o município com o maior aumento de dormidas em Julho, com mais 49,7 mil pernoitas que no mês homólogo de 2018 (+12,2%), mas sem pôr em causa a liderança do município de Lisboa em número de dormidas, com 1,326 milhões, que significaram 16,3% do total do país.

Quebra generalizada da estada média ‘come’ aumento de turistas alojados na hotelaria portuguesa

16-09-2019 (15h31)

O tempo médio de permanência de turistas em alojamentos turísticos portugueses caiu de forma generalizada no mês de Julho, pelo que, levando a que apesar se ter registado um aumento em 5,4% do número de hóspedes, em número de dormidas essa maior afluência de clientes traduziu-se num aumento de apenas 2,2%.

Mês de férias no Brasil ‘dá’ mais 51,7 mil dormidas ao alojamento turístico português

16-09-2019 (14h19)

Apesar das quebras de dormidas de nove dos 16 maiores emissores internacionais, a hotelaria portuguesa acabou Julho com mais 111,6 mil dormidas de turistas residentes no estrangeiros, graças nomeadamente ao aumento de 51,7 mil dormidas de residentes no Brasil, onde o mês de Julho é um dos mais fortes em turismo e viagens.

Noticias mais lidas