Hoti Hotéis leva marca Meliá para a cidade de Setúbal

13-04-2018 (18h19)

Foto: www.visitportugal.com
Foto: www.visitportugal.com

Abertura prevista para Maio

A Hoti Hotéis adquiriu a sua 17ª unidade, o antigo Hotel Bonfim, posteriormente alterado para Hotel Premium, numa avenida central da cidade de Setúbal, que vai reabrir em Maio como o 4-estrelas Meliá Setúbal após o processo de renovação interior e exterior que está a decorrer.

O hotel de 112 quartos encontra-se na Avenida Alexandre Herculano, com vista para o Jardim do Bonfim e perto de áreas de transporte para Tróia e para as praias do Portinho da Arrábida, Galapos, Galapinhos e Praia dos Coelhos.

As instalações do hotel incluem piscina interior, jacuzzi e health club, seis salas de reunião com luz natural e equipamento, além do restaurante e do bar.
As obras de remodelação no Meliá Setúbal fazem parte do projecto de investimento do grupo até 2020, avaliado em 110 milhões de euros, “além dos 50 milhões de euros investidos no ano passado”.

Recentemente, o grupo anunciou as unidades 4-estrelas Meliá Maputo Sky, em Moçambique, e Golden Residence, no Funchal.

De acordo com o website setubalmais.pt, “o Hotel Premium, antes denominado Bonfim, que era gerido pelo grupo Hotéis Premium, sediado no Porto, encerrou portas, a 31 de Outubro de 2017, deixando todos surpreendidos com a decisão”.

A notícia acrescentava que “desde então o imóvel encontra-se encerrado” e referia que “a reabertura da unidade tinha ocorrido a 15 de Agosto de 2013 após avultadas obras de remodelação no edifício outrora ocupado pelo Hotel Bonfim, no centro da cidade de Setúbal”.

Clique para mais notícias: Meliá

Clique para mais notícias: Hoti Hotéis

Clique para mais notícias: Hotelaria

Clique para mais notícias: Portugal
Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Apoios do Governo para projectos turísticos no interior de Portugal ascendem a 310 milhões de euros

15-02-2019 (17h11)

O ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, afirmou hoje que o Governo apoiou com cerca de 310 milhões de euros investimentos no sector do turismo no interior do país, no âmbito dos programas Valorizar e Portugal 2020.

Espanha foi o único dos grandes emissores europeus a crescer em 2018 na hotelaria portuguesa

14-02-2019 (16h26)

Quatro dos cinco principais emissores europeus para a hotelaria portuguesa evoluíram em baixa no ano passado, acumulando uma quebra de 1,3 milhões de dormidas, que apenas muito parcialmente foi compensada pelo aumento da única excepção, de Espanha, cujos residentes fizeram mais 78,3 mil que em 2017.

Estados Unidos foram emissor internacional que mais aumentou dormidas na hotelaria portuguesa em 2018

14-02-2019 (16h21)

Os Estados Unidos subiram em 2018 a 7º principal emissor internacional para a hotelaria portuguesa, ultrapassando a Irlanda, por um aumento de 313,2 mil pernoitas, que foi o maior do ano de todos os mercados internacionais, seguido pelo Brasil, com mais 189,8 mil, e Canadá, com mais 105,5 mil.

Subida de preços garante 6º ano consecutivo de subida de proveitos da hotelaria portuguesa

14-02-2019 (16h16)

A hotelaria portuguesa manteve em 2018 a tendência de subida de proveitos que iniciou em 2013, mas com suporte apenas nos preços, o que levou a um acentuado abrandamento do crescimento das receitas, que foi superior a 17% nos anos de 2016 e 2017 e no ano passado baixou para 6,5%.

IHG compra dona do Six Senses Douro Valley por 265 milhões de euros

14-02-2019 (14h35)

O InterContinental Hotels Group (IHG) comprou a Six Senses Hotels Resorts Spas, que, entre outros hotéis, gere desde 2015 o Six Senses Douro Valley, em Lamego, por 300 milhões de dólares, cerca de 265 milhões de euros.