Hoteleiros aplaudem decisão de Ourém 'deixar cair' taxa turística

12-11-2019 (15h25)

Foto: www.visitportugal.com
Foto: www.visitportugal.com

A Câmara de Ourém, no distrito de Santarém, abandonou o plano para avançar com uma taxa turística no município, uma medida que a AHP - Associação da Hotelaria de Portugal e os hoteleiros de Fátima receberam com satisfação.

A autarquia afastou a possibilidade de avançar para a taxa turística, proposta em 2018, como forma de contrapartida face ao "desgaste que os turistas provocam nas infraestruturas, como estradas e saneamento".

O presidente do município, Luís Albuquerque (Coligação Ourém Sempre - PSD/CDS), explicou à agência Lusa que, como o Governo vai transferir para as autarquias 7,5% do IVA cobrado à hotelaria e restauração dos concelhos, "esse valor é equivalente à taxa turística e seria duplicar".

"Em boa hora a AHP propôs ao Governo a afetação do ‘IVA Turístico' aos municípios com maior carga turística, medida que teve consagração na Lei das Finanças Locais e que aguarda ainda regulamentação específica", afirma o presidente da AHP, Raul Martins, citado numa nota de imprensa.

O dirigente associativo afirma que a AHP ficou "muito satisfeita" com a "decisão do presidente da Câmara Municipal de Ourém, que reconheceu que não faria sentido aplicar a taxa quando a Lei prevê essa compensação".

Este responsável entende que "é o destino turístico Fátima que tem a ganhar e os hoteleiros, que são poupados à sobrecarga".

Por isso, considera que esta "é uma dupla vitória a favor da hotelaria e do turismo", esperando que "outros municípios recuem nas suas intenções, seguindo o exemplo de Fátima e respeitando o que a Lei das Finanças Locais veio consagrar a favor dos municípios".

"É publicamente conhecida a posição desde sempre assumida pela AHP, a nível nacional, contra as taxas turísticas sem qualquer contrapartida para o turismo e que apenas visam uma alegada compensação pela carga turística, servindo, afinal, para satisfazer necessidades gerais das autarquias", acrescentou Raul Martins.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para ver mais: Hotelaria

Clique para ver mais: Portugal

Clique para ver mais: AHP

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

AHP promove sessão de esclarecimento sobre directiva dos serviços de pagamento

10-12-2019 (16h46)

A AHP – Associação da Hotelaria de Portugal promove na próxima segunda-feira, dia 16 de Dezembro, no Algarve, uma sessão de esclarecimento sobre a directiva dos serviços de pagamento.

Ilha do Sal ‘monopoliza’ cada vez mais a atracção dos turistas portugueses

10-12-2019 (16h06)

A hotelaria da ilha do Sal concentrou nos primeiros nove meses deste ano 50% dos turistas residentes em Portugal que se alojaram em estabelecimentos cabo-verdianos, acima do período do homólogo de 2018 em 3,5 pontos, por um crescimento em 18,7%, que compara com um aumento médio de turistas portugueses em Cabo Verde e 10,3%.

Cabo Verde está com crescimento a dois dígitos da procura de turistas portugueses

10-12-2019 (15h44)

A hotelaria de Cabo Verde regista até ao fim de Setembro crescimentos de 10,3% do número de hóspedes residentes em Portugal e de 10,2% das respectivas pernoitas, concluiu o PressTUR a partir dos dados divulgados pelo INE cabo-verdiano.

Turismo português para Cabo Verde cresceu 16,1% este Verão

10-12-2019 (15h40)

A hotelaria de Cabo Verde teve este Verão um aumento em 16,1% das dormidas de turistas portugueses que, uma vez mais, foram o seu segundo maior mercado internacional, atrás apenas dos residentes no Reino Unido, concluiu o PressTUR com base nos dados publicados pelo INE cabo-verdiano.

Accor vende metade da sua participação na Huazhu por 451 milhões de dólares

09-12-2019 (12h31)

A Accor assinou um acordo para vender metade da sua participação no Huazhu Group Limited, anteriormente conhecido por China Lodging, por 451 milhões de dólares, cerca de 408 milhões de euros.

Noticias mais lidas