Hotéis na serra de Monchique “não foram afectados” pelo fogo

07-08-2018 (16h46)

Foto: MacDonald Monchique
Foto: MacDonald Monchique

Os hotéis de Monchique de onde tiveram de ser retirados hóspedes pela aproximação do fogo "mantêm-se intactos", mas é incerto quando poderão reabrir, disse hoje à Lusa o presidente da Associação dos Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve (AHETA).

"Os hotéis que existem em Monchique não foram afectados materialmente e não sofreram danos, mantêm-se intactos", declarou Elidérico Viegas, presidente da AHETA, aplaudindo a retirada antecipada dos hóspedes para outros hotéis no litoral.

A aproximação do fogo que pelo quinto dia lavra na serra de Monchique já obrigou à evacuação do Macdonald Monchique Resort & Spa, situado no lugar do Montinho, junto à estrada que liga o Porto de Lagos a Monchique, e do Villa Termal das Caldas de Monchique Spa Resort, o mais antigo hotel da zona.

Elidérico Viegas disse não ter conhecimento "de qualquer impacto negativo em termos do cancelamento de reservas" para a zona de Monchique, sublinhando que esta "não é a primeira vez" que aquela zona é atingida por um incêndio de grandes dimensões, como em 2003, em que fogo se prolongou por uma dezena de dias.

"Monchique foi, desde sempre, um ponto de visita obrigatório para quem se desloca ao Algarve, é o ponto mais alto da região e possui belezas naturais que fazem com que os turistas que vão ao Algarve visitem também aquela zona", referiu, classificando Monchique como "uma referência".

Durante a tarde de segunda-feira, uma parte da estrada que liga Monchique ao Alto da Fóia, o ponto mais alto do Algarve, a cerca de oito quilómetros da vila e situado a 900 metros de altitude, teve de ser evacuada pelas autoridades devido à aproximação do fogo.

Ao longo da estrada que liga o centro da vila à Fóia, também designada como o "topo" do Algarve, existem vários cafés, restaurantes e lojas de artesanato, assim como percursos pedestres, nas zonas de serra circundantes.

"Esta devastação da beleza natural de Monchique causada pelo fogo não deixa, também, de ser uma perda para o turismo", concluiu Elidérico Viegas.

O incêndio que deflagrou na sexta-feira tinha queimado até segunda-feira entre 15.000 e 20.000 hectares, segundo as autoridades, atingindo casas e carros.

Há 29 feridos ligeiros e um grave, que está com prognóstico favorável.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Ver também:

Governo britânico alerta cidadãos para incêndio em Monchique

 

Clique para ver mais: Hotelaria

Clique para ver mais: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Atlas Palais Médina & Spa Fès: um 5-estrelas aos portões da medina de Fez

16-08-2018 (16h24)

O 5-estrelas Atlas Palais Médina & Spa Fès, de 146 quartos, é ideal para os visitantes da cidade imperial marroquina de Fez que queiram ficar perto da medina, mas que desejem também instalações de um hotel moderno de cidade.

Alojamento em Fez: Dentro e fora da medina

16-08-2018 (16h05)

Os 5-estrelas Fes Marriott Hotel Jnan Palace e Riad Fès Relais & Chateâux são opções de alojamento em Fez na zona moderna da cidade, construída durante o período do protectorado francês, no primeiro cado, e para um autêntico riade de luxo no interior da medina, no segundo.

Michlifen Resort & Golf: Uma unidade de luxo na "Pequena Suíça" de Marrocos

16-08-2018 (14h58)

O 5-estrelas Michlifen Resort & Golf é uma unidade de luxo na "Pequena Suíça" marroquina, a cidade de Ifrane, e tira partido das paisagens do Médio Atlas e do clima da região, que se cobre com um manto de neve no Inverno e beneficia de uma brisa suave durante o Verão.

Empreendimentos turísticos de Monchique reabrem após grande incêndio

14-08-2018 (18h46)

O Macdonald Monchique Resort & Spa, em Caldas de Monchique, Algarve, vai reabrir na quinta-feira, depois de ter encerrado devido ao incêndio que durante uma semana atingiu a serra de Monchique.

Amadeus concretiza compra da TravelClick por 1,52 mil milhões de dólares

13-08-2018 (18h26)

O Amadeus confirmou já a concretização da compra da TravelClick, que descreve como um reforço do seu portefólio com soluções para a hoteleria designadamente para empresas de média dimensão e independentes.