Hotéis 5-estrelas de Macau atingem ocupação média de 94% em Julho

30-08-2019 (14h58)

Os hotéis 5-estrelas de Macau, categoria com maior oferta de quartos no território, com 64,1% do total, alcançaram em Julho uma taxa média de ocupação de 94%, mais 1,3 pontos percentuais que no mês homólogo do ano passado.

Os dados divulgados pela Direcção dos Serviços de Estatística e Censos (DSEC) de Macau mostram que essa subida de ocupação nos 5-estrelas decorreu de um aumento em 4,5% do número de hóspedes recebidos no período, atingindo um total de 702,5 mil, já que a estada média baixou 0,1%, para 1,6 noites.

Incluindo todas as categorias, os dados da DSEC indicam que os hotéis e pensões de Macau receberam em Julho 1,252 milhões de hóspedes, mais 3,5% que há um ano, com uma quebra de 0,1% na estada média, para 1,4 noites.

A taxa média de ocupação, por sua vez, subiu 1,3 pontos em Julho, para 93,2%, evolução para a qual contribuíram todas as categorias de alojamento, designadamente os 5-estrelas (+1,3 p.p., para 94%), os 4-estrelas (+1,2 p.p., para 93,9%), os 3-estrelas (+0,8 p.p., para 94,2%), os 2-estrelas (+5,2 p.p., para 80,7%) e as Pensões (3,2 p.p., para 68,8%).

Os dados da DSEC especificam que dos 1,252 milhões de hóspedes recebidos pelos hotéis e pensões de Macau em Julho, 702,5 mil alojaram-se em 5-estrelas, 306,1 mil em 4-estrelas, 191,2 mil em 3-estrelas, 33,4 mil em 2-estrelas e 19,2 mil em Pensões.

No fim de Julho de 2019 existiam em Macau 119 hotéis e pensões em actividade, mais 3% que um ano antes, com um total de 39 mil quartos de hóspedes (-0,2%), sendo que os hotéis de 5-estrelas eram a categoria com mais quartos, com 25 mil quartos de hóspedes (64,1% do total), mais 0,2% que no ano passado.

Nos sete meses de Janeiro a Julho, os hotéis e pensões de Macau já contabilizam 8,162 milhões de hóspedes, mais 1,8% que no ano passado, que, com uma estada média de 1,5 noites, a mesma que no período homólogo de 2018, alcançaram um aumento de 1,1 pontos na ocupação média, para 91,4%.

Os hotéis de 5-estrelas estão no final de Julho com um aumento da ocupação média em 0,9 pontos, para 92,6%, tendo recebido 4,540 milhões de hóspedes (+2,9%), mantendo-se estável a estada média em 1,7 noites.

Ver também:

Macau recebeu mais 8% de turistas portugueses até Julho

Macau soma mais 20% de visitantes nos primeiros sete meses do ano

 

Clique para mais notícias: Macau

Clique para mais notícias: Hotelaria

Clique para mais notícias: Ásia&Pacífico


Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Vila Galé fechou 2019 com mais três milhões de euros de receitas em Portugal

20-01-2020 (19h51)

As receitas do grupo Vila Galé em Portugal, onde tem 25 hotéis, ascenderam a 115 milhões de euros em 2019, um aumento de cerca de 2,7% ou três milhões face ao ano anterior, disse o administrador do grupo, Gonçalo Rebelo de Almeida.

China supera Bélgica entre os principais mercados para o grupo Vila Galé

20-01-2020 (19h50)

O grupo Vila Galé notou no ano passado “alguma desaceleração dos mercados europeus tradicionais para Portugal”, compensada pela subida de alguns mercados asiáticos, como a China, que superou a Bélgica entre os principais emissores, disse o administrador do grupo, Gonçalo Rebelo de Almeida.

Mudança nos mercados de origem pode explicar quebra da estada média nos hotéis Vila Galé

20-01-2020 (19h38)

A quebra da estada média nos hotéis Vila Galé em Portugal pode estar associada às mudanças nos mercados de origem, numa altura em que cresce o número de hóspedes de países longínquos, que tendem a ficar menos noites, e baixam alguns dos principais emissores europeus.

Receitas da Vila Galé no Brasil sobem 18% em 2019

20-01-2020 (19h37)

Os nove hotéis do grupo Vila Galé no Brasil facturaram 371 milhões de reais no ano passado, cerca de 80,3 milhões de euros ao câmbio de hoje, mais 18% que no ano anterior, revelou o administrador do grupo, Gonçalo Rebelo de Almeida.

Câmara do Funchal põe taxa turística em consulta pública

17-01-2020 (11h30)

A Câmara Municipal do Funchal remeteu para consulta pública o regulamento da taxa turística, que prevê a cobrança diária de dois euros por pessoa nas primeiras sete noites de estada no concelho, anunciou o presidente da autarquia.

Noticias mais lidas