Hotéis 5-estrelas de Macau alcançam 92,9% de ocupação até Agosto

30-09-2019 (12h17)

Os hotéis 5-estrelas de Macau, categoria com maior oferta de quartos no território, com 64,1% do total, alcançaram de Janeiro a Agosto uma taxa média de ocupação de 92,9%, mais 0,6 pontos percentuais que no período homólogo do ano passado.

Os dados divulgados hoje pela Direcção dos Serviços de Estatística e Censos (DSEC) de Macau mostram que essa subida de ocupação nos 5-estrelas decorreu de um aumento em 2,6% do número de hóspedes recebidos no período, atingindo um total de 5,263 milhões, já que a estada média ficou estável nas 1,7 noites.

Incluindo todas as categorias, os dados da DSEC indicam que os hotéis e pensões de Macau receberam de Janeiro a Agosto 9,427 milhões de hóspedes, mais 1,6% que há um ano, com uma estada média estável em 1,5 noites.

A taxa média de ocupação, por sua vez, subiu 0,7 pontos percentuais nos primeiros oito meses do ano, para 91,6%, um crescimento para a qual contribuíram todas as categorias de alojamento menos os 4-estrelas, com uma quebra de 0,4 p.p., para 91%. A ocupação dos 5-estrelas subiu 0,6 p.p., para 92,9%, dos 3-estrelas cresceu 1,6 p.p., para 92,9%, dos 2-estrelas aumentou 3,7 p.p., para 75,4%, e das Pensões aumentou 3,5 p.p., para 64,5%.

Os dados da DSEC especificam que dos 9,427 milhões de hóspedes recebidos pelos hotéis e pensões de Macau de Janeiro a Agosto, 5,263 milhões alojaram-se em 5-estrelas, 2,365 milhões em 4-estrelas, 1,408 milhões em 3-estrelas, 245,5 mil em 2-estrelas e 145,2 mil em Pensões.

No fim de Agosto existiam em Macau 119 hotéis e pensões em actividade, mais 3% que no ano passado, com 39 mil quartos, menos cerca de 100 quartos face a 2018.

Os hotéis de 4-estrelas tinham 7.300 quartos de hóspedes, menos 400 quartos que há um ano, e os 5-estrelas tinham 25 mil quartos, como no ano passado.

Em Agosto, os hotéis e pensões de Macau somaram 1,266 milhões de hóspedes, mais 0,4% que no ano passado, uma estada média de 1,5 noites, a mesma que em Agosto de 2018, e uma taxa de ocupação de 93%, menos 2,2 p.p. que no ano passado.

Os hotéis de 5-estrelas alcançaram em Agosto uma taxa média de ocupação de 95%, menos 1,2 pontos que há um ano, tendo recebido 722,7 mil hóspedes (+1,3%), mantendo-se estável a estada média em 1,6 noites.

Ver também:

Macau somou mais 7,2% de turistas portugueses até Agosto

Macau soma mais quatro milhões de visitantes nos primeiros oito meses do ano

 

Clique para mais notícias: Macau

Clique para mais notícias: Hotelaria

Clique para mais notícias: Ásia&Pacífico

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

AHRESP apresenta propostas de medidas de apoio ao sector

27-03-2020 (14h55)

A Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) informou hoje que entregou ao Governo um novo conjunto de propostas de medidas de apoio ao sector "que não provoquem um endividamento estrangulador e insustentável no cenário pós-crise".

Grupo Turim ganha concessão para transformar Mosteiro do Lorvão em hotel

26-03-2020 (12h00)

A Imobimacus - Sociedade Administradora de Imóveis, S. A., do Grupo Hotéis Turim, ganhou a concessão de exploração para fins turísticos do Mosteiro do Lorvão, em Penacova, no âmbito do Programa Revive.

Hoti Hotéis vai converter Palacete do Conde Dias Garcia em hotel de 4-estrelas

26-03-2020 (11h58)

A Hoti Star – Portugal Hotéis, S.A., ganhou a concessão de exploração para fins turísticos do Palacete do Conde Dias Garcia, em São João da Madeira, no âmbito do Programa Revive.

Vila Galé lança serviço de take away em Lisboa e Porto

24-03-2020 (16h25)

O grupo hoteleiro Vila Galé lançou um serviço de take away para almoços e jantares em Lisboa e no Porto.

Plano de redução temporária de pessoal da Globalia abrange 15 mil funcionários

24-03-2020 (12h46)

O Grupo Globalia, que detém, entre outras empresas, a companhia de aviação Air Europa, a rede de agências de viagens Halcón Viajes, o operador turístico Travelplan e a cadeia hoteleira Be Live avançou com um processo de redução temporária de 15 mil trabalhadores.

Noticias mais lidas