Hotéis 4-estrelas de Lisboa resistem à queda de ocupação e ‘equilibram’ RevPAR

04-10-2019 (16h42)

Os hotéis 4-estrelas de Lisboa, onde se concentram mais de metade dos quartos de hotel de 3 a 5 estrelas da capital portuguesa, com aproximadamente 10,6 mil, foram a única categoria a praticamente manter a mesma receita de quartos por quarto disponível (RevPAR) este Agosto, em que segundo o Observatório do Turismo publicado pela ATL os 5-estrelas tiveram uma quebra em 9,4% e nos 3-estrelas a descida foi em 4,5%.

Os dados do Observatório mostram que a diferença esteve na evolução do preço médio de quartos, que nos 3-estrelas subiu 3,3%, para 95,95 euros, a melhor taxa média para um mês de Agosto desde pelo menos 2007, enquanto os 5-estrelas baixaram 7,6%,para 168,26 euros, e os 3-estrelas baixaram 4,4%, para 80,98 euros.

Desta forma, embora tendo da descida da taxa de ocupação mais forte no mês de Agosto, em 3,4% ou 3,14 pontos, para 88,42%, os 4-estrelas, com 84,83 euros por quarto disponível, quase mantiveram a RevPAR de Agosto de 2018 (85,06 euros), que é a melhor do mês desde pelo menos 2007.

Os 5-estrelas, por sua vez, a acrescer à descida do preço médio tiveram uma queda da taxa de ocupação em 1,9% ou 1,43 pontos, para 72,18%, cada vez mais distante dos 80,36% que atingiu em Agosto de 2016.

Idêntica evolução verificou-se nos 3-estrelas, em que a agravar o impacto da descida do preço médio em 4,4% deu-se uma ligeira queda da taxa de ocupação, em0,1% ou 0,12 pontos, para 92,06%, mais longe portanto dos 93,76% de Agosto de 2014.

Apesar desta evolução no mês de Agosto, os dados do Observatório para o conjunto dos primeiros oito meses deste ano indicam que os hotéis de 4 e 5-estrelas estão com os melhores valores de RevPAR do período desde pelo menos 2007, com 78,89 euros nos 4-estrelas e 124,74 euros nos 5-estrelas.

Os 3-estrelas, por sua vez, estão com o segundo melhor valor (68,3 euros) para o período, com 67,85 euros, apenas 0,7% abaixo do período homólogo de 2018.

A sustentação dos preços é o que os dados apontam como explicação para a evolução da RevPAR dos hotéis de Lisboa, com subida do preço médio em 4,3% nos 4-estrelas, para 97,29 euros, e manutenção nos 5-estrelas, em 176,79 euros, enquanto nos 3-estrelas há uma ligeira descida em 1%, para 79,27 euros.

A subida do preço médio nos 4-estrelas, de acordo com os dados do Observatório permitiu ‘acomodar’ uma queda da taxa média de ocupação em 3,3%, para 81,09%.

A informação indica que os 4-estrelas são os únicos com queda da ocupação média nos primeiros oito meses do ano, em que os 5-estrelas têm uma subida em 0,8% ou 0,58 pontos, para 70,56%, e os 3-estrelas melhoram 0,3% ou 0,3 pontos, para 85,59%, que é a melhor média do período desde pelo menos 2007.

 

Clique para ver mais: Hotelaria

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

AHP perspectiva manter este ano 400 participantes no seu Congresso anual

16-10-2019 (15h32)

O presidente da Associação da Hotelaria de Portugal (AHP), Raul Martins, declarou que está previsto repetir este ano os 400 congressistas na reunião anual que organizam para debater o sector e que vai reunir-se em Viana do Castelo.

Congresso da AHP vai discutir como “seduzir Espanha” e captar turistas que gastem mais

16-10-2019 (15h22)

A presidente executiva da Associação da Hotelaria de Portugal (AHP), Cristina Siza Vieira, anunciou ontem em Lisboa que o próximo Congresso da Associação vai ter um painel sobre a convergência ibérica e tentar perceber se é possível captar espanhóis com mais poder de compra.

Alojamento local faz 27,5% do aumento de proveitos da hotelaria portuguesa em Agosto

15-10-2019 (16h34)

O alojamento local é o segmento do alojamento turístico que mais está a crescer este ano em Portugal, tendo atingido um aumento de proveitos em Agosto, principal mês da actividade turística em Portugal, que equivale a 27,5% do aumento dos proveitos totais do sector.

Zmar contrata novos directores Comercial e de Marketing

11-10-2019 (10h39)

O Zmar, no Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina, reforçou a sua estrutura com a contratação de Guilherme Pinto como director Comercial e Laura Santinhos como directora de Marketing.

DoubleTree by Hilton Lisbon reforça departamento Comercial com duas contratações

07-10-2019 (14h11)

O DoubleTree by Hilton Lisbon – Fontana Park reforçou o seu departamento Comercial ao contratar Vivian Kaiser para o cargo de commercial manager e Vânia Marques para desempenhar as funções de sales manager.

Noticias mais lidas