Grupo Vila Galé prevê aumento de proveitos no Brasil em 5% a 6% este ano

17-05-2016 (14h54)

Gonçalo Rebelo de Almeida, administrador do grupo Vila Galé (8)

O Grupo Vila Galé, que conta com sete hotéis no Brasil, perspectiva ter este ano um aumento de receitas neste mercado em 5% a 6%, apesar da crise que o país atravessa e de este contar para quase 90% da ocupação das suas unidades.

PressTUR: Qual é a perspectiva de crescimento no Brasil este ano?

Gonçalo Rebelo de Almeida: O Brasil é mais difícil de prever. Ainda assim acredito que vamos crescer 5% ou 6% em receita.

 

PressTUR: Quais são os principais mercados no Brasil?

Gonçalo Rebelo de Almeida: Continua a ser o doméstico, quase com 90%, e depois são o argentino e o português.

 

PressTUR: Por essa ordem?

Gonçalo Rebelo de Almeida: Este ano deve ser por esta ordem.

 

PressTUR: Mas já houve períodos em que era o contrário?

Gonçalo Rebelo de Almeida: Sim.

 

PressTUR: E já houve períodos em que o doméstico andava nos 50%, na melhor das hipóteses...

Gonçalo Rebelo de Almeida: Isso já foi há muito tempo. Nos últimos anos, já não. Desde que o doméstico teve um ‘boom’, depois de que o Brasil começou a melhorar, nunca mais baixou. Mas muito disso cresceu em espaço disponível. Os resorts tinham taxas de ocupação muito mais baixas do que hoje em dia.

 

PressTUR: E quando se refere a doméstico é essencialmente Estado de São Paulo?

Gonçalo Rebelo de Almeida: Uma grande base é do Estado de São Paulo.

 

Para ler a entrevista completa clique:

“Estou satisfeito”, mas “já não fico eufórico com nada”

Ainda há ‘produto’ no Algarve... mas há hotéis em que já há poucos quartos disponíveis

Vila Galé aposta em preservar ‘mix’ de preço, de nacionalidades e de canais de venda

Grupo Vila Galé prevê mais 8% a 9% de receita este ano

Resorts Vila Galé no Brasil estão com “crescimentos bons”

“Não deve haver semana nenhuma que eu não esteja a analisar um imóvel qualquer” em Lisboa

“Temos andado a ver outras coisas noutros estados, nomeadamente Alagoas”

Grupo Vila Galé prevê aumento de proveitos no Brasil em 5% a 6% este ano

“Queremos continuar a crescer um hotel por ano e manter mais ou menos este ritmo”

 

Clique para mais notícias: Vila Galé

 

Clique para mais notícias: Hotelaria 

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Airbnb vai passar a identificar oferta de particulares e profissionais

21-09-2018 (09h30)

A empresa Airbnb comprometeu-se a proceder até final do ano às alterações reclamadas pela Comissão Europeia em matéria de defesa do consumidor, que implicam passar a identificar oferta de particulares e profissionais e apresentar preços totais das reservas, incluindo taxas suplementares.

Holiday Inn Porto Gaia reduz uso de plástico

20-09-2018 (18h26)

O hotel Holiday Inn Porto Gaia anunciou que vai reduzir a utilização de plástico nas suas instalações, tendo já avançado para a remoção de palhinhas e copos de plástico das suas máquinas de café.

Kimpton abre o seu primeiro hotel no Reino Unido em Outubro

19-09-2018 (19h04)

O Kimpton Fitzroy London, instalado no edifício do antigo Hotel Russell, cujo design inspirou a sala de jantar do navio Titanic, vai ser a primeira unidade hoteleira da Kimpton Hotels & Restaurants no Reino Unido, aquando da sua inauguração em Outubro.

Riu Hotels compra edifício em Londres para o seu primeiro hotel no Reino Unido

19-09-2018 (18h58)

A Riu Hotels & Resorts anunciou a compra de um edifício no centro de Londres para abrir o seu primeiro hotel num país cuja nacionalidade representa “grande percentagem da clientela Riu nas Caraíbas e em Espanha”.

Hotéis portugueses também resvalaram para queda de dormidas no mês de Julho

17-09-2018 (16h31)

Os hotéis, as pousadas e os aldeamentos são os únicos estabelecimentos de alojamento turístico que no fim de Julho ainda estão com aumento de dormidas este ano, mas o último mês do período já foi também de quebra, ainda que menor que a média do sector, em 1,5%, segundo os dados do INE.