Governo vai avançar com proibição das cláusulas de paridade das plataformas online

21-11-2019 (18h03)

O ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro Siza Vieira, anunciou que o Governo vai avançar “com a proibição por via legislativa das cláusulas de paridade”, que impedem os hotéis de ter nos seus websites preços mais baixos do que nas agências de viagens online (OTAs).

“Vamos avançar, nos termos da directiva europeia sobre as plataformas, com a proibição por via legislativa das cláusulas de paridade”, disse o ministro em Viana do Castelo, na abertura do 31º Congresso Nacional da Hotelaria e Turismo, organizado pela AHP.

Pedro Siza Vieira acrescentou que o Governo vai “procurar encetar um diálogo com as plataformas online no sentido de introduzir maior transparência entre aquilo que é a relação que podem ter com os vários agentes económicos nacionais”.

A proibição das cláusulas de paridade é uma reivindicação dos hoteleiros de há muitos anos, que, aliás, o presidente da AHP, Raul Martins, voltou a recordar no seu discurso de abertura no Congresso, antes da intervenção de Pedro Siza Vieira.

Raul Martins considerou ser “fundamental que a tutela do turismo seja mais activa no acompanhamento dos dossiers da distribuição hoteleira pelas grandes plataformas online, particularmente no caso da Booking.com, intervindo sempre que necessário, em defesa dos hoteleiros nacionais”.

“É necessário estabelecer legalmente a proibição das cláusulas de paridade; obrigar à transparência das relações da Booking com outros operadores e das condições das tarifas ‘booking basic’; reforçar a obrigação de cumprimento pontual dos contratos com os hoteleiros; [e] obrigar a Booking a passar facturas quando vende através do ‘booking basic’”. 

Ver também:

Linha de Apoio à Qualificação da Oferta turística vai contar com mais 250 milhões

Governo reforça programa de captação de rotas aéreas com 10 milhões


O PressTUR acompanha o Congresso a convite da AHP 


Clique para ver mais: AHP

Clique para ver mais: Hotelaria

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

AHP promove sessão de esclarecimento sobre directiva dos serviços de pagamento

10-12-2019 (16h46)

A AHP – Associação da Hotelaria de Portugal promove na próxima segunda-feira, dia 16 de Dezembro, no Algarve, uma sessão de esclarecimento sobre a directiva dos serviços de pagamento.

Ilha do Sal ‘monopoliza’ cada vez mais a atracção dos turistas portugueses

10-12-2019 (16h06)

A hotelaria da ilha do Sal concentrou nos primeiros nove meses deste ano 50% dos turistas residentes em Portugal que se alojaram em estabelecimentos cabo-verdianos, acima do período do homólogo de 2018 em 3,5 pontos, por um crescimento em 18,7%, que compara com um aumento médio de turistas portugueses em Cabo Verde e 10,3%.

Cabo Verde está com crescimento a dois dígitos da procura de turistas portugueses

10-12-2019 (15h44)

A hotelaria de Cabo Verde regista até ao fim de Setembro crescimentos de 10,3% do número de hóspedes residentes em Portugal e de 10,2% das respectivas pernoitas, concluiu o PressTUR a partir dos dados divulgados pelo INE cabo-verdiano.

Turismo português para Cabo Verde cresceu 16,1% este Verão

10-12-2019 (15h40)

A hotelaria de Cabo Verde teve este Verão um aumento em 16,1% das dormidas de turistas portugueses que, uma vez mais, foram o seu segundo maior mercado internacional, atrás apenas dos residentes no Reino Unido, concluiu o PressTUR com base nos dados publicados pelo INE cabo-verdiano.

Accor vende metade da sua participação na Huazhu por 451 milhões de dólares

09-12-2019 (12h31)

A Accor assinou um acordo para vender metade da sua participação no Huazhu Group Limited, anteriormente conhecido por China Lodging, por 451 milhões de dólares, cerca de 408 milhões de euros.

Noticias mais lidas