Forte aumento de turistas alemães em Abril ajuda Espanha a acelerar crescimento no quadrimestre

04-06-2019 (13h27)

Barcelona
Barcelona

Espanha teve em Abril, que este ano beneficiou de incluir as férias da Páscoa, que em 2018 foram principalmente em Março, um aumento do número de turistas residentes na Alemanha em 17,9%, ultrapassando o milhão e posicionando o mercado alemão com crescimento mais forte que a média.

Dados publicados pelo INE espanhol indicam que o país recebeu 21,39 milhões de turistas estrangeiros nos primeiros quatro meses do ano, com um aumento em 4,4% ou 894,2 mil relativamente ao primeiro quadrimestre de 2018, com o mercado alemão, que no trimestre tinha um dos piores desempenhos, a avançar para um dos melhores desenvolvimentos, com um aumento em 6,5% ou 179,8 mil, ficando próximo dos três milhões, com 2,958 milhões.

O Reino Unido manteve-se, porém, o maior emissor, com 4,27 milhões turistas em Espanha no quadrimestre, com o mês de Abril a ser também decisivo.

Segundo os dados do INE espanhol, o país recebeu em Abril 1,47 milhões de turistas residentes no Reino Unido, +3,5% ou mais 49,4 mil que um ano antes, e, assim, passou de uma quebra em 1,6% no trimestre para um aumento pela margem mínima (+0,1%) no quadrimestre.

Abril ‘valeu' assim 34,4% dos turistas britânicos recebidos por Espanha no quadrimestre, enquanto no caso da Alemanha a ‘fatia' do mês da Páscoa este ano foi de 36,6% e a média do total de turistas internacionais foi de 33,5%.

Suíça e França foram os emissores em que o mês de Abril mais contou para o total de turistas em Espanha, com 38,6% e 37,7%, respectivamente, seguindo-se então a Alemanha e a Bélgica, em ambos os casos com 36,6%, e Irlanda, com 36,4%.

França, tradicionalmente terceiro emissor para Espanha, até teve uma quebra no mês de Abril, em 5,5% ou 59,8 mil para 1,02 milhões, com a qual passou de um aumento em 0,3% no trimestre para uma quebra em 2% no quadrimestre, representando um decréscimo em 55,4 mil, para 2,7 milhões.

Além de França, também Países Baixos e Países Nórdicos baixaram no quadrimestre o número de turistas em Espanha, respectivamente em 5,3% ou 47,2 mil, para 838 mil, e em 5,3% ou 95,7 mil, para 1,72 milhões.

O aumento de turistas estrangeiros em Espanha no quadrimestre deve-se assim principalmente, além da evolução do emissor alemão, ao aumento de chegadas do conjunto de países europeus não incluídos nos 11 principais, que foi em quase 240 mil (+16,3%, para 1,7 milhões), Estados Unidos, com aumento de 116,6 mil (+17,5%, para 785,1 mil), conjunto "Resto da América", com aumento de 84,4 mil (+9%, para 1,02 milhões), e conjunto "Resto do Mundo", com aumento de 225 mil (+16,7%, para 1,57 milhões).

 

Clique para mais notícias: Espanha

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Iberostar abre resort de 5-estrelas em Lagos, junto à Meia Praia

11-06-2019 (16h59)

O grupo hoteleiro espanhol Iberostar inaugurou um resort de 5-estrelas com 220 quartos em Lagos, o Iberostar Selection Lagos Algarve, junto à Meia Praia.

Pestana Hotel Group avança com providência cautelar contra dragagens no Sado

06-06-2019 (19h49)

O Pestana Hotel Group, maior grupo hoteleiro português, anunciou hoje que interpôs uma providência cautelar no Tribunal de Loulé a requerer a suspensão imediata do Título de Utilização Privativa do Espaço Marítimo Nacional (TUPEM) concedido à empresa Mota-Engil para dragagens no estuário do Sado.

Dormidas de turistas portugueses na hotelaria de Cabo Verde sobem 5,7% no primeiro trimestre

04-06-2019 (17h51)

Apesar de não incluir o período de férias da Páscoa como em 2018, o primeiro trimestre do ano foi um período de crescimento do turismo português para Cabo Verde, com subidas do número de hóspedes em 7% e do número de dormidas em 5,7%, concluiu o PressTUR a partir dos dados divulgados pelo INE cabo-verdiano.

Hotelaria da ilha do Sal termina primeiro trimestre com +36,5% de dormidas de portugueses

04-06-2019 (17h48)

A ilha do Sal foi o destino cabo-verdiano que mais sobressaiu no primeiro trimestre no mercado emissor português, concluiu o PressTUR a partir dos dados divulgados pelo INE de Cabo Verde, dos quais se pode constatar que a hotelaria do Sal teve aumentos acima de 30% tanto em número de hóspedes como em dormidas.

Reino Unido é cada vez mais o primeiro emissor para Cabo Verde

04-06-2019 (17h46)

O Reino Unido foi a origem de 22,4% dos turistas estrangeiros que estiveram na hotelaria de Cabo Verde e 28,4% das suas dormidas no primeiro trimestre, aumentando as suas quotas do turismo internacional no arquipélago respectivamente em 2,4 e 1,4 pontos.

Noticias mais lidas