Évora equaciona criação de taxa turística sobre dormidas

08-11-2018 (16h51)

Évora (foto: Pousadas de Portugal)
Évora (foto: Pousadas de Portugal)

A Câmara de Évora vai estudar a aplicação de uma taxa sobre as dormidas de turistas nos alojamentos e unidades hoteleiras do concelho, admitindo que a medida, caso se justifique, possa entrar em vigor em 2019.

“Temos um conjunto vasto de situações em que o turismo tem impactos e não será justo atirar o suporte de alguns dos custos integralmente para os residentes”, afirmou hoje à agência Lusa o presidente do município, Carlos Pinto de Sá (CDU).

O autarca referiu que, nesse sentido, o município decidiu “avançar, numa primeira fase, com um estudo sobre a eficácia e utilidade” da medida, ao qual se seguirá “uma discussão na câmara e na assembleia municipal e com os operadores turísticos”.

“Se se justificar, admito que a implementação [da taxa turística sobre dormidas] possa ocorrer durante o ano de 2019”, acrescentou, adiantando que técnicos do município já começaram a “recolher elementos para o estudo”.

Pinto de Sá assinalou que o crescimento do turismo tem tido “enormes impactos positivos” na cidade, nomeadamente na “visibilidade e atractividade que Évora tem”, e até com benefícios para a área económica.

“Mas, não há bela sem senão. Há sempre impactos negativos, que são menores, mas têm importância”, notou, dando como exemplos o maior desgaste do património e o aumento de resíduos sólidos urbanos, de forma “directa e através do aumento da actividade económica”.

O autarca apontou também “a necessidade de oferecer produtos culturais” para os residentes e para os turistas que os “deixem satisfeitos e com vontade de voltar” e para que possam “aconselhar Évora aos amigos e familiares”.

“Vamos estudar e verificar quais são os prós e os contras de ter uma taxa turística com características que permitam, por exemplo, financiar as questões dos lixos, mas também a animação social-cultural, a recuperação de património e outras áreas”, vincou.

O presidente do município observou que “todas as grandes cidades turísticas têm taxas turísticas” e que, algumas, têm valores “muito significativos”, com o objectivo de "melhorar a recepção ao turista".

Em Évora, destacou, o município também está a “melhorar a recepção ao turista”, tendo já iniciado a obra de adaptação do Palácio D. Manuel a centro interpretativo da cidade e de acolhimento aos turistas.

“Queremos também intervir nas questões de acessibilidades, no percurso entre a estação ferroviária e o centro histórico e nos espaços públicos”, acrescentou.

O autarca disse acreditar que “os turistas compreendem” a medida, considerando que “com um pequeno contributo ajudam a que uma cidade histórica possa dar melhores condições quer a quem reside quer aos turistas”.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para mais notícias: Portugal

Clique para mais notícias: Hotelaria

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Riu Hotels investiu 70 milhões de euros no novo Riu Palace Boavista

13-11-2018 (15h10)

A Riu Hotels & Resorts anunciou que investiu 70 milhões de euros no seu novo resort Riu Palace Boavista, um empreendimento com 505 quartos, incluindo 100 duplos com piscina privativa, para alojamento em regime de tudo incluído (TI).

Primeiro Yotel da Península Ibérica abre no Porto em 2019

13-11-2018 (12h07)

A Yotel, que inclui na sua estrutura accionista a United Investments Portugal (UIP), escolheu a cidade do Porto para inaugurar o seu primeiro hotel na Península Ibérica, em 2019, com um investimento de 30 milhões de euros.

Conheça os hotéis Green Pearls que se destacam pela preservação animal

12-11-2018 (17h04)

A Green Pearls destacou um conjunto de hotéis da sua rede que se dedicam à preservação de animais através de iniciativas como a criação de áreas protegidas para aves na Tailândia, reservas para ursos nos Andes, ou de zonas protegidas para tubarões ou corais nas Maldivas.

Barceló inaugura Occidental Lisboa e está “a estudar novos projectos” em Portugal

12-11-2018 (16h36)

O Grupo Barceló, que inaugurou o seu primeiro hotel na capital portuguesa, o Occidental Lisboa, na semana passada, está "a estudar novos projectos" em Portugal.

Hoti Hotéis celebra inauguração do hotel Meliá Setúbal (em fotos)

12-11-2018 (15h34)

O Grupo Hoti Hotéis celebrou na semana passada a inauguração oficial do Meliá Setúbal, num evento em que participaram Manuel Proença, presidente do grupo, e Maria das Dores Meira, presidente da Câmara Municipal de Setúbal.