Empresas de alojamento local juntam-se para criar marca europeia

15-05-2019 (14h18)

A portuguesa RentExperience, a italiana Hintown, a escocesa BnbBuddy e a inglesa The London Residents Club juntaram-se para criar uma nova empresa de alojamento local, a Altido, com 1.700 propriedades em 21 cidades europeias.

Com sede em Londres e escritórios em Lisboa, Milão, Edimburgo e Roma, a Altido assumirá a gestão, marketing e operações de um portefólio de mais de 1.700 propriedades, onde se incluem apartamentos urbanos, ‘serviced apartments’ e ‘guest houses’, propondo-se duplicar esta carteira até final de 2019 e desenvolver-se para novos mercados europeus, segundo um comunicado.

“Queremos tornar-nos a marca de hospitalidade mais amada e confiável no mundo. Nos próximos meses iremos ter como foco a expansão no mercado local, o incremento de parcerias B2B [´business to business’], a implementação de tecnologias nas áreas de ‘business intelligence’ e automação, bem como a centralização de operação especializada na Bulgária”, adianta o presidente executivo da RentExperience e cofundador da Altido, Gonçalo Correia Ribeiro, citado na nota de imprensa.

Propondo-se “revolucionar o mercado de alojamento local”, a nova empresa quer “trazer um novo paradigma para a gestão da propriedade ‘end-to-end’ e hospitalidade no mundo da locação de curto prazo”, explica o presidente executivo da AJL Consulting e conselheiro da fusão, Simon Lehmann.

“A missão da Altido é manter o sucesso das quatro empresas fundadoras”, lê-se no comunicado, onde se destaca que “a nova empresa tem a capacidade necessária para melhorar a gestão operacional e a experiência do hóspede, focando-se no segmento de gama média-alta para que os hóspedes desfrutem dos melhores serviços hoteleiros durante sua estadia”.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para ver mais: Alojamento Local

Clique para ver mais: Hotelaria

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Hotelaria espanhola penalizada por queda da estada média da maioria dos emissores

24-01-2020 (17h44)

A hotelaria espanhola alojou em 2019 mais 1,77 milhões de turistas residentes no estrangeiro, mas teve apenas mais 151,7 mil dormidas desses mercados, pela queda da estada média em 3,1%, concluiu o PressTUR dos dados publicados pelo INE espanhol.

Dormidas de portugueses na hotelaria espanhola aumentaram 8,1% em 2019 e atingiram 4,32 milhões

24-01-2020 (16h06)

Os hotéis espanhóis tiveram alojados em 2019 um total de 1,64 milhões de turistas residentes em Portugal, que fizeram 4,32 milhões de dormidas, de acordo com os dados do INE espanhol que indicam subidas em 8,6% do número de hóspedes portugueses e de 8,1% das suas pernoitas.

Barceló Santiago reabre hoje após processo de remodelação

24-01-2020 (14h33)

O Barceló Santiago, unidade 4-estrelas superior, foi reinaugurado hoje, 24 de Janeiro, depois de um processo de remodelação, avaliado em 10 milhões de euros, que durou cerca de dois anos.

Portugal cresce nas vendas da Meliá num ano “extremamente complicado”, Gabriel Escarrer

23-01-2020 (10h45)

Portugal foi um dos mercados que cresceu nas contas da rede hoteleira espanhola Meliá em 2019, um ano “extremamente complicado” por diversos factores, afirmou Gabriel Escarrer Jaume, vice-presidente executivo.

Portugal é “um mercado muito importante” onde a Globalia quer crescer — Javier Hidalgo, CEO

22-01-2020 (14h32)

A Globalia, dona da Air Europa e dos hotéis Be Live, entre outras empresas de turismo, como o operador Travelplan, presente em Portugal, vê o país como um mercado "muito importante" onde ambiciona crescer em várias áreas de negócio, disse ao PressTUR Javier Hidalgo, CEO do grupo.

Noticias mais lidas