Dormidas de portugueses na hotelaria espanhola aumentaram 8,1% em 2019 e atingiram 4,32 milhões

24-01-2020 (16h06)

Os hotéis espanhóis tiveram alojados em 2019 um total de 1,64 milhões de turistas residentes em Portugal, que fizeram 4,32 milhões de dormidas, de acordo com os dados do INE espanhol que indicam subidas em 8,6% do número de hóspedes portugueses e de 8,1% das suas pernoitas.

A informação permite ver também que no ano passado a estada média dos turistas portugueses baixou 0,5%, para 2,63 noites.

Assim, Portugal até foi dos emissores da União Europeia com aumento mais forte de turistas e dormidas na hotelaria espanhola e com menor decréscimo da estada média.

Cálculos do PressTUR com base nos dados do INE espanhol indicam que a hotelaria espanhol teve uma queda das dormidas de turistas residentes em países da União Europeia em 2019 em 1,9% ou 3,48 milhões, para 175,48 milhões, apesar de um aumento do número de hóspedes desses emissores em 0,7% ou perto de 280 mil, para 38,25 milhões, pela queda da estada média em 2,7%.

Os dados do INE espanhol consultados pelo PressTUR indicam que o aumento de turistas portugueses na hotelaria espanhola deu-se no primeiro semestre, com mais 13,9 mil em Março, mais 37,1 mil em Abril, mais 15,1 mil em Maio e mais 49,8 mil em Junho, bem como no mês de Agosto, em que houve um aumento de 14,2 mil, atingindo o total recorde do ano de 261,9 mil.

Fevereiro, Outubro e Dezembro, pelo contrário, foram meses de quebras, com menos 5,2 mil, menos 7,1 mil e menos 3,7 mil, respectivamente.

A estada média, porém, teve as maiores quebras nos primeiros meses do ano, com -9,7% em Março, que deverá estar associada à flutuação das datas das férias de Páscoa.

A estada média mais elevada foi a que se verificou em Julho, com 3,29 noites, com um aumento em 5,4% em relação ao mês homólogo de 2018.

Dezembro, pelo contrário, foi o mês em que se verificou a estada média mais baixa dos turistas residentes em Portugal, com 1,95 noites, 2,5% abaixo do mês homólogo de 2018.

Em dormidas, Junho, com mais quase 92 mil que no mês homólogo de 2018, foi aquele em que ocorreu o maior aumento, apesar de uma queda da estada média em 4,9%, pelo aumento de turistas residentes em Portugal em 27,7% ou 40,8 mil, para 188,2 mil.

Agosto manteve-se o mês em que a hotelaria espanhola teve não só o maior número de hóspedes residentes em Portugal, com 261,9 mil, como aquele em que contabilizou o maior número de pernoitas de turistas do mercado português, com 842,4 mil, apesar da descida da estada média em 4,4%.

 

Clique para mais notícias: Espanha

Clique para mais notícias: Hotelaria

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Câmara de Caminha aprova projecto para hotel em Vila Praia de Âncora

19-02-2020 (17h21)

A Câmara de Caminha aprovou um projecto para a criação do Âncora - River & Nature, um empreendimento turístico de 51 quartos em Vila Praia de Âncora, com um investimento avaliado em quatro milhões de euros.

Braga cobra taxa de 1,5 euros por dormida a partir de Março

19-02-2020 (14h02)

A Câmara de Braga começa no dia 1 de Março a cobrar uma taxa municipal turística no valor de 1,5 euros por dormida, anunciou hoje o município.

Alojamento local ultrapassou os dez milhões de dormidas em 2019

18-02-2020 (16h43)

O alojamento local foi o tipo de alojamento turístico que teve o maior aumento de dormidas em 2019, superando mesmo o aumento do conjunto dos hotéis, com mais 1,3 milhões de pernoitas que em 2018, o que lhe valeu superar a marca dos dez milhões num ano e contribuir decisivamente para que o crescimento do sector chegasse a 4,1%.

Turistas dos Estados Unidos foram os que mais aumentaram as dormidas em Portugal em 2019

18-02-2020 (15h52)

Os Estados Unidos foram o mercado emissor com maior aumento de dormidas no alojamento turístico português em 2019, com mais 452 mil que em 2018, o que levou inclusive a que ultrapassasse os Países Baixos no ranking dos maiores emissores para Portugal.

Ano turístico de 2019 penalizado pela estada média mais baixa desde pelo menos 2013

18-02-2020 (14h51)

Portugal atingiu em 2019 o recorde de 16,3 milhões de turistas residentes no estrangeiro, com mais quase 1,1 milhões que no ano de 2018 (+7,1%), mas nem todo esse crescimento se traduziu em dormidas, porque uma vez mais o seu tempo médio de permanência reduziu-se, ficando abaixo das três noites pela primeira vez desde pelo menos 2013.

Noticias mais lidas