Director da Riu para Andaluzia e Portugal antecipa 2018 positivo

16-04-2018 (15h34)

O director de Operações da Riu Hotels & Resorts para Portugal e Andaluzia, Ricardo Luque Navas, disse ao PressTUR estar confiante que 2018 será um ano positivo, sem previsão de grandes mudanças em consequência da recuperação de destinos concorrentes.

Os quatro hotéis da Riu na Andaluzia e o Riu Guarana, no Algarve, tiveram “um 2017 muito positivo, muito bom”, disse Ricardo Navas ao PressTUR durante uma visita ao ClubHotel Riu Chiclana, recentemente renovado (clique para ler: ClubHotel Riu Chiclana reabre após renovação completa).

Para este ano, o executivo não prevê que a recuperação de destinos como a Tunísia, o Egipto ou a Turquia ponha em causa a procura pelo Algarve e Andaluzia.

A recuperação desses destinos “não está a afectar a procura, neste momento”, afirmou.

As vendas para os resorts da Riu na Andaluzia e Portugal são feitas sobretudo através de operadores turísticos e agências de viagens, mas “as pessoas cada vez mais compram também através da internet”.

A nível internacional, contudo, “90% vem através de operadores turísticos”, frisou Ricardo Navas, destacando o contributo do Grupo TUI, de que faz parte a cadeia Riu.

Para o Riu Guarana, em Olhos de Água, no Algarve, os principais mercados emissores são Espanha e Portugal, seguindo-se Reino Unido e Alemanha.

A ocupação do hotel, segundo indicou Ricardo Navas, é superior a 80% entre Abril e Outubro, superando os 90% nos meses de Verão.

Além dos resorts de praia, a Riu também está a investir em hotéis de cidade com a marca Riu Plaza em destinos como Panamá, Guadalajara, Nova Iorque, Miami, Dublin, Berlim e Madrid.

A capital portuguesa é um dos destinos onde a Riu quer estar presente com a marca Plaza, revelou Ricardo Navas, acrescentando que o grupo está “em negociações com os proprietários do Riu Guaraná para que procurem algo em Lisboa”.

Ricardo Luque Navas está há 42 anos na Riu Hotels, começou como chefe de pessoal no Riu La Mola, em Formentera, passou pelos cargos de sub-director e director de hotel e no ano 2000 assumiu a posição de director de operações.

A seu cargo actualmente estão os hotéis Riu Guarana, no Algarve, Riu Monica, em Nerja, Riu Nautilus e Riu Costa del Sol, em Torremolinos, e o Riu Chiclana, em Chiclana de la Frontera.

Com a renovação do resort em Chiclana de la Frontera, que custou 25 milhões de euros, a rede hoteleira concluiu a renovação de todos os seus hotéis na Andaluzia e no Algarve.

 

O PressTUR visitou Chiclana de la Frontera a convite da Riu Hotels & Resorts

 

Clique para ver mais: Hotelaria

Clique para ver mais: Riu Hotels & Resorts

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Afonso Cunha é o novo director-geral do Vilalara Thalassa Resort

21-05-2018 (16h14)

O Vilalara Thalassa Resort, em Armação de Pêra, no Algarve, anunciou a contratação de Afonso Cunha para o cargo de director-geral.

Incêndio destrói parte do Pestana Bazaruto Lodge

21-05-2018 (10h01)

Treze habitações do hotel Pestana Bazaruto Lodge, em Moçambique, foram danificadas na sexta-feira por um incêndio, sem provocar vítimas, anunciou fonte do parque ambiental daquela zona à Televisão de Moçambique (TVM).

The Beautique Hotels vai investir até 28 milhões de euros em dois novos hotéis em Lisboa

21-05-2018 (09h55)

O grupo The Beautique Hotels vai investir até 28 milhões de euros em dois novos hotéis em Lisboa, o primeiro dos quais a inaugurar em Dezembro ou Janeiro, na rua da Madalena, havendo ainda planos para ampliar o WC Hotel.

Turistas portugueses na hotelaria de Cabo Verde aumentam 9,4% no primeiro trimestre

18-05-2018 (14h47)

A hotelaria de Cabo Verde teve alojados +9,4% ou mais mil turistas portugueses no primeiro trimestre deste ano, que teve o benefício de Março ter sido o mês do ‘pico’ de férias da Páscoa, que em 2017 apenas foi em Abril.

Boavista liderou crescimento das estadas de turistas portugueses em Cabo Verde no 1º trimestre

18-05-2018 (14h43)

A ilha da Boavista foi o destino cabo-verdiano com o maior aumento de dormidas de residentes em Portugal, concluiu uma análise do PressTUR aos dados divulgados pelo INE de Cabo Verde, a qual mostrou que o Sal manteve-se, no entanto, o destino nº 1 em número de pernoitas e São Vicente liderou em número de hóspedes.