Director da Riu para Andaluzia e Portugal antecipa 2018 positivo

16-04-2018 (15h34)

O director de Operações da Riu Hotels & Resorts para Portugal e Andaluzia, Ricardo Luque Navas, disse ao PressTUR estar confiante que 2018 será um ano positivo, sem previsão de grandes mudanças em consequência da recuperação de destinos concorrentes.

Os quatro hotéis da Riu na Andaluzia e o Riu Guarana, no Algarve, tiveram “um 2017 muito positivo, muito bom”, disse Ricardo Navas ao PressTUR durante uma visita ao ClubHotel Riu Chiclana, recentemente renovado (clique para ler: ClubHotel Riu Chiclana reabre após renovação completa).

Para este ano, o executivo não prevê que a recuperação de destinos como a Tunísia, o Egipto ou a Turquia ponha em causa a procura pelo Algarve e Andaluzia.

A recuperação desses destinos “não está a afectar a procura, neste momento”, afirmou.

As vendas para os resorts da Riu na Andaluzia e Portugal são feitas sobretudo através de operadores turísticos e agências de viagens, mas “as pessoas cada vez mais compram também através da internet”.

A nível internacional, contudo, “90% vem através de operadores turísticos”, frisou Ricardo Navas, destacando o contributo do Grupo TUI, de que faz parte a cadeia Riu.

Para o Riu Guarana, em Olhos de Água, no Algarve, os principais mercados emissores são Espanha e Portugal, seguindo-se Reino Unido e Alemanha.

A ocupação do hotel, segundo indicou Ricardo Navas, é superior a 80% entre Abril e Outubro, superando os 90% nos meses de Verão.

Além dos resorts de praia, a Riu também está a investir em hotéis de cidade com a marca Riu Plaza em destinos como Panamá, Guadalajara, Nova Iorque, Miami, Dublin, Berlim e Madrid.

A capital portuguesa é um dos destinos onde a Riu quer estar presente com a marca Plaza, revelou Ricardo Navas, acrescentando que o grupo está “em negociações com os proprietários do Riu Guaraná para que procurem algo em Lisboa”.

Ricardo Luque Navas está há 42 anos na Riu Hotels, começou como chefe de pessoal no Riu La Mola, em Formentera, passou pelos cargos de sub-director e director de hotel e no ano 2000 assumiu a posição de director de operações.

A seu cargo actualmente estão os hotéis Riu Guarana, no Algarve, Riu Monica, em Nerja, Riu Nautilus e Riu Costa del Sol, em Torremolinos, e o Riu Chiclana, em Chiclana de la Frontera.

Com a renovação do resort em Chiclana de la Frontera, que custou 25 milhões de euros, a rede hoteleira concluiu a renovação de todos os seus hotéis na Andaluzia e no Algarve.

 

O PressTUR visitou Chiclana de la Frontera a convite da Riu Hotels & Resorts

 

Clique para ver mais: Hotelaria

Clique para ver mais: Riu Hotels & Resorts

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Empreendimentos turísticos de Monchique reabrem após grande incêndio

14-08-2018 (18h46)

O Macdonald Monchique Resort & Spa, em Caldas de Monchique, Algarve, vai reabrir na quinta-feira, depois de ter encerrado devido ao incêndio que durante uma semana atingiu a serra de Monchique.

Amadeus concretiza compra da TravelClick por 1,52 mil milhões de dólares

13-08-2018 (18h26)

O Amadeus confirmou já a concretização da compra da TravelClick, que descreve como um reforço do seu portefólio com soluções para a hoteleria designadamente para empresas de média dimensão e independentes.

Apesar da ocupação a cair, subida de preços da hotelaria portuguesa até acelera em Junho

13-08-2018 (17h46)

Os clientes da hotelaria portuguesa pagaram em média este mês de Junho +11% por dormida, ainda que os dados do INE indiquem uma queda da ocupação, tendência que o sector tende normalmente a travar com descidas de preços para estimular a procura.

Hotelaria portuguesa perde 225,7 mil dormidas de estrangeiros em Junho e acaba semestre com menos 132,3 mil

13-08-2018 (16h00)

A hotelaria portuguesa, que estava a viver um ciclo de crescimentos acentuados sustentado pela procura internacional, acabou o primeiro semestre deste ano com queda do número de pernoitas de turistas estrangeiros, em grande medida pela dimensão da quebra em Junho, primeiro mês da época alta, no qual teve menos 225,7 mil (-5,1%) pernoitas de residentes no estrangeiro.

Turistas brasileiros ultrapassam pela primeira vez o milhão de dormidas na hotelaria portuguesa num 1º semestre

13-08-2018 (15h53)

A hotelaria portuguesa somou pela primeira vez num primeiro semestre mais de um milhão de dormidas de turistas residentes no Brasil, que atingiram o total de 1,062 milhões de pernoitas tornando-se, assim, o 5º principal emissor na primeira metade do ano.