CEO da Nau Hotels perspectiva “um ano muito positivo para o grupo”

28-06-2016 (16h11)

Números “absolutamente espectaculares” no Inverno e reservas já efectuadas para o Verão permitem perspectivar “um ano muito positivo para o grupo Nau”, anunciou hoje o seu CEO, Mário Ferreira, que prevê um aumento da facturação em 25%.

“É um ano muito positivo para Portugal”, com “os mercados de origem dos turistas europeus” a terem “menos alternativas hoje do que tinham há uns anos atrás”, começou por dizer Mário Ferreira num encontro com a imprensa esta manhã em Lisboa.

“O contexto internacional é positivo”, mas “depois há que fazer por isso e nós conseguimos, ano após ano – este já é o quarto ano desta equipa de gestão –, incrementar e melhorar de forma muito consistente a nossa credibilidade no mercado internacional”, prosseguiu.

Esse reconhecimento internacional permitiu à Nau Hotels & Resorts receber na Herdade dos Salgados “um grande evento de lançamento de uma marca automóvel, que nos garantiu um Inverno de muita actividade”.

Esse evento, segundo Mário Ferreira, proporcionou um “aumento do tráfego aéreo no aeroporto de Faro sobretudo com aviões provenientes da Alemanha, sem que isso tenha uma tradução no número de turistas alemães”.

“Durante dois meses e meio houve três e quatro charters por dia que traziam clientes vindos da Alemanha para o nosso evento do novo Volkswagen Tiguan na Herdade dos Salgados”, acrescentou.

O CEO da Nau destaca assim que este ano houve “um aumento do número de congressos nacionais e internacionais em Abril e Maio e até meados de Junho e uma consolidação da nossa operação de golfe de Inverno”.

Desta forma, resume Mário Ferreira, “tivemos números de Inverno absolutamente espectaculares, os melhores da actual gestão”.

As reservas para o Verão, por sua vez, permitem “confirmar as nossas expectativas de ocupação e facturação”, pelo que “será portanto um ano muito positivo para o grupo Nau”.

Em 2015 a facturação do grupo Nau, incluindo a actividade de golfe, esteve muito próximo dos 40 milhões de euros, e para este ano a previsão é um crescimento de 25%, avançou Mário Ferreira.

 

Ver também:

 

Clique para mais notícias: Hotelaria

Clique para mais notícias: Nau Hotels & Resorts

Clique para mais notícias: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Quinta da Pacheca aumenta capacidade hoteleira com investimento de 4,9 milhões de euros

21-06-2018 (11h33)

A unidade hoteleira The Wine House Hotel Quinta da Pacheca, localizada no Douro, está a desenvolver um projecto de renovação e aumento da sua oferta com um investimento de 4,9 milhões de euros.

Be Live Hotels incorpora dois novos hotéis em Varadero

19-06-2018 (11h33)

A Be Live Hotels, divisão hoteleira do grupo Globalia, incorporou dois novos hotéis de 4-estrelas em Varadero, elevando a sua oferta hoteleira em Cuba para 1.502 quartos em sete unidades.

Taxa turística de Gaia começa em Setembro com valores diferentes para época alta e baixa

19-06-2018 (09h42)

A “Taxa de Cidade de Vila Nova de Gaia”, como foi baptizada a taxa turística de Gaia, entra em vigor em Setembro e vai custar dois euros em época alta e metade em época baixa.

Hotelaria portuguesa tem este ano o crescimento mais fraco das dormidas no 1º quadrimestre desde 2013

15-06-2018 (18h01)

O alojamento turístico português terminou o primeiro quadrimestre com um aumento das dormidas em apenas 1,6%, que é a variação mais fraca desde 2013, em que teve um aumento em 0,7% nos primeiros quatro meses.

Proveitos da hotelaria portuguesa resistem ao abrandamento da procura via preços

15-06-2018 (17h58)

Apesar de um abrandamento do crescimento das dormidas para 1,6%, os proveitos mantiveram-se a crescer próximo dos 10%, suportados por um aumento em 7,7% dos proveitos por dormida, com realce para os aumentos em 8,2% nas regiões de Lisboa e Centro.