Boavista liderou crescimento das estadas de turistas portugueses em Cabo Verde no 1º trimestre

18-05-2018 (14h43)

A ilha da Boavista foi o destino cabo-verdiano com o maior aumento de dormidas de residentes em Portugal, concluiu uma análise do PressTUR aos dados divulgados pelo INE de Cabo Verde, a qual mostrou que o Sal manteve-se, no entanto, o destino nº 1 em número de pernoitas e São Vicente liderou em número de hóspedes.

Um aumento da estada média dos turistas portugueses em 13,1%, para 6,5 noites, a mais elevada no primeiro trimestre do mercado português, foi o factor que mais ‘puxou’ a Boavista para a liderança do crescimento em dormidas de turistas portugueses, com um aumento em 17,5% ou quase 2,1 mil, para 13,96 mil.

Ainda assim, e embora reforçando a sua quota em 2,2 pontos, a Boavista concentrou apenas cerca de um quarto (26,9%) do total de pernoitas de turistas portugueses no trimestre, face a 43,7% na ilha do Sal, que teve um decréscimo de 1,3 pontos, porque o seu crescimento em número de dormidas ficou em apenas 4,9% ou cerca de mil, para 22.67 mil.

Os dados do INE de Cabo Verde mostram, assim, que não só a hotelaria do Sal teve um aumento do número de hóspedes residente sem Portugal menor que a Boavista (1,4% face a 3,9%), como, principalmente, um crescimento da estada média menor, em 3,4% para 6,4 noites face a 13,1% para 6,5 noites.

A hotelaria da ilha de Santiago, sendo a que aloja o maior número de turistas residentes em Portugal é, pelo tipo de viajantes que a procura, a que tem a menor esta média, de duas noites, em queda de 6,9% face ao primeiro trimestre de 2017.

Daí que, tendo sido o destinos de 43,8% dos turistas residentes em Portugal que estiveram em Cabo Verde no primeiro trimestre, em dormidas teve uma quota de apenas 20,5%, depois dos 43,7% do Sal e dos 26,9% da Boavista.

Ainda assim, pelo aumento do número hóspedes (+23%), que mais que compensou o decréscimo da estada média, a hotelaria de Santiago melhorou a sua quota de dormidas de turistas residentes em Portugal em 1,2 pontos, menos que o ganho da Boavista, em 2,2 pontos, mas melhor que o Sal, que teve um decréscimo de 1,3 pontos.

O maior decréscimo do período foi no entanto na ilha de São Vicente, que baixou 2,9 pontos, para 6,5% do total de dormidas de turistas residentes em Portugal, reflectindo uma queda do número de hóspedes em 0,8%, para 954, e uma descida da estada média em 24,7%, para 3,5 noites, que levou a que o número de pernoitas registasse uma quebra em 25,4% ou 1,1 mil, para 3,3 mil.

Os dados do INE de Cabo Verde mostram que além da Boavista e Santiago também o conjunto das “restantes ilhas” melhorou no primeiro quadrimestre a sua quota de dormidas de turistas residentes em Portugal, em 0,8 pontos, para 2,5%, reflectindo um aumento das pernoitas em 60% ou cerca de 480, para 1,27 mil.

Este aumento ocorreu apesar de uma quebra em número de hóspedes em 28,2%, para 183, porque a estada média ‘disparou 123%, para sete noites.

 

Para ler mais clique:

Hotelaria de Cabo Verde acolhe +10,3% de turistas no primeiro trimestre – INE

 

Clique para mais notícias: Cabo Verde

Clique para mais notícias: Hotelaria

Clique para mais notícias: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Riu apresenta novo resort só para adultos no México: Riu Palace Baja California

11-12-2018 (17h13)

O grupo hoteleiro Riu Hotels & Resorts está a promover o seu novo resort só para adultos no México, o Riu Palace Baja California, uma unidade hoteleira que já incorpora o seu novo conceito de resort.

Stay Hotels renova Hotel Almedina em Coimbra para abrir o seu 8º hotel

10-12-2018 (16h12)

A Stay Hotels investiu cerca de 1,6 milhões de euros na abertura do seu 8º hotel em Portugal, o Stay Hotel Coimbra Centro, uma unidade de 90 quartos que resulta da renovação do antigo Hotel Almedina, na Avenida Fernão Magalhães.

Hotéis no Sal e na Boavista estão “no limite da sua capacidade” para o Fim de Ano – presidente da AAVTCV

10-12-2018 (12h58)

Os hotéis das ilhas cabo-verdianas do Sal e da Boavista estão “no limite da sua capacidade” para o réveillon, e os principais mercados emissores são o Reino Unido e Portugal, segundo Mário Sanches, presidente da Associação das Agências de Viagem e Turismo de Cabo Verde (AAVTCV).

Governo abre concurso para converter o Quartel do Carmo (Açores) em empreendimento turístico

07-12-2018 (16h18)

O Governo abriu hoje o 12º concurso do programa Revive, para a concessão para fins turísticos do Quartel do Carmo, na cidade da Horta, na Ilha do Faial, nos Açores.

CTP perspectiva queda de dormidas na hotelaria este ano

06-12-2018 (16h23)

A Confederação do Turismo de Portugal divulgou hoje uma declaração do seu presidente, Francisco Calheiros, em que avança previsões para o fim deste ano que, a confirmarem-se, significarão que 2018 será o primeiro ano de queda homóloga das dormidas desde 2009.