Barceló propõe fusão à NH Hotels que criaria 16º maior grupo hoteleiro do mundo

20-11-2017 (17h47)

Imagem: NH Hotels
Imagem: NH Hotels

A Barceló propôs à NH Hotels uma fusão com o intuito de criar um gigante espanhol do turismo, um novo grupo com mais de 600 hotéis e 109 mil quartos em 29 países.

A Barceló oferece 7,08 euros por acção, o que corresponde a um total de 2.480 milhões de euros, para criar a fusão e ficar com 60% do novo grupo, segundo avança o jornal “Expansión”.

O grupo hoteleiro presidido por Simón Pedro Barceló deu três meses à NH Hotels para chegar a um acordo, acrescenta a notícia.

A proposta prevê a criação do maior grupo hoteleiro espanhol, à frente da Meliá, que no final de 2016 tinha 376 hotéis e 96.355 quartos, e atingindo assim a 16ª posição mundial segundo o número de quartos em 2016, de acordo com o ranking publicado pela revista Hotels 365.

Uma das mais-valias do negócio seria ganhar dimensão para aumentar o poder de negociação com as agências de viagens online (OTA), no sentido de reduzir a comissão que essas agências auferem e, assim, aumentar margens e receitas.

O grupo chinês HNA, que tem uma participação de 2,5% na TAP, comprou no ano passado uma participação de 29,5% da NH Hotels.

Em Junho de 2016, segundo escreve a agência Reuters, quase 60% dos accionistas da NH apoiaram uma moção para expulsar os membros do Conselho de Administração apontados pela HNA, devido a um conflito de interesses motivado pela aquisição pelo grupo chinês de um grupo hoteleiro rival.

O HNA apresentou uma acção judicial em Setembro do ano passado para reverter a decisão, pedido que um tribunal de Madrid rejeitou esta terça-feira.

Os primeiros contactos entre os accionistas da Barceló e da NH Hotels para a fusão das duas empresas foram noticiados no início de Setembro, quando a Barceló contratou o Banco Santander como assessor para analisar uma possível fusão (clique para ler: Barceló analisa fusão com NH Hotels).

 

Clique para mais notícias: Hotelaria

Clique para mais notícias: Espanha

Clique para mais notícias: Barceló

Clique para mais notícias: NH Hotels

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Hotéis portugueses também resvalaram para queda de dormidas no mês de Julho

17-09-2018 (16h31)

Os hotéis, as pousadas e os aldeamentos são os únicos estabelecimentos de alojamento turístico que no fim de Julho ainda estão com aumento de dormidas este ano, mas o último mês do período já foi também de quebra, ainda que menor que a média do sector, em 1,5%, segundo os dados do INE.

Aumento da receita média por turista em 8,3% garante 51º mês de subida de proveitos da hotelaria portuguesa

17-09-2018 (16h24)

A hotelaria portuguesa teve este ano pela primeira vez mais de 210 euros de receita média por turista alojado, o que lhe permitiu atingir o 51º mês consecutivo de aumento de proveitos mesmo tendo sofrido quebras de hóspedes e dormidas.

Só Porto, Lisboa e Alentejo estão a escapar à ‘viragem’ da tendência do turismo internacional

17-09-2018 (15h48)

A hotelaria portuguesa viu agravar-se em Julho o balanço negativo das dormidas de turistas estrangeiros, ao qual apenas estão a escapar as regiões Porto e Norte, Área Metropolitana de Lisboa e Alentejo, que continuam a manter crescimento.

Hilton associa-se à Playa Hotels para abrir novos resorts all-inclusive nas Caraíbas

17-09-2018 (14h46)

A Hilton criou uma aliança com a Playa Hotels & Resorts para abrir novos resorts de operação em regime de tudo incluído (TI), começando com duas unidades nas Caraíbas e na América Latina.

Airbnb geriu alojamento de quase 1,4 milhões de pessoas em Portugal este Verão

17-09-2018 (14h09)

A plataforma de alojamento Airbnb geriu o alojamento de quase 1,4 milhões de pessoas em Portugal entre 1 de Junho e 31 de Agosto, mais 18% que no período homólogo do ano passado.