Altis nomeia novos directores para os hotéis Avenida e Belém

10-10-2018 (15h07)

O grupo hoteleiro Altis anunciou que Frederico Vasconcelos e Bruno Correia são os novos directores dos hotéis de 5-estrelas Altis Avenida Hotel e Altis Belém Hotel & Spa, respectivamente.

Frederico Vasconcelos transita do Altis Belém Hotel & Spa onde esteve no último no ano e meio como director de hotel para o Altis Avenida, num ano em que a unidade está a ser ampliada para oferecer mais 48 quartos e suites, um sundeck, um gastrobar com vista para a Praça do Rossio e um fitness room.

"Poder abraçar um hotel como o Altis Avenida, num ano altamente desafiante, com um novo espaço que certamente será uma das novas referências gastronómicas da cidade de Lisboa, é um motivo de enorme orgulho", afirmou Frederico Vasconcelos, citado em comunicado.

O novo director do Altis Avenida iniciou a sua formação na EHTE, tirou um curso de Gestão Hoteleira Internacional na Escola de Hotelaria de Les Roches em Marbella e completou uma licenciatura em Gestão Financeira de Hoteleira Internacional na Hotel Management Scholl de Les Roches Bluche na Suiça.

Do seu percurso profissional destaca-se a direcção-geral do Pestana Alvor Praia e funções na área de F&B e Grupos no Intercontinental Estoril, Myriad by Sana e Oitavos.

Bruno Correia, por sua vez, iniciou o seu percurso profissional em 2006 na área de Eventos no Altis Grand Hotel, transitando posteriormente para o Altis Belém Hotel & Spa onde desempenhou as funções de coordenador de Eventos, responsável de Eventos, assistente operacional de F&B e director de F&B.

"A gestão de um hotel de referência no mercado lisboeta, com características e localização únicas e com uma forte componente de restauração, nomeadamente o Restaurante Feitoria, são desafios que me proponho encarar com grande empenho, sabendo desde já que conto com o apoio e o estímulo de uma equipa de grandes profissionais, sempre pronta a inovar e a superar as expectativas dos nossos clientes", afirmou o novo director do Altis Belém.

Bruno Correia tem licenciatura em Gestão de Recursos Humanos pela Universidade Lusíada de Lisboa e completou a sua formação com Master em Gestão Hoteleira pela Escola de Hotelaria e Turismo do Estoril e a graduação em Direcção Hoteleira pela Associação dos Diretores de Hotéis de Portugal.

 

Clique para ver mais: Hotelaria

Clique para ver mais: Altis

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

W São Paulo abre em 2021 com assinatura de Nini Andrade Silva

16-10-2018 (14h16)

A Marriott International anunciou que vai abrir o seu primeiro hotel de luxo no Brasil em 2021, o W São Paulo, que terá a assinatura da designer portuguesa Nini Andrade Silva.

Receitas da hotelaria portuguesa crescem há 52 meses... mas abrandamento instala-se

15-10-2018 (17h00)

A hotelaria portuguesa concluiu em Agosto o 52º mês consecutivo de aumento dos proveitos, mas já sem os aumentos a dois dígitos que se sucediam desde o primeiro quadrimestre de 2014, tendo registado em Agosto o aumento mais fraco desde 2013, se excluídos os efeitos de calendário pelas alterações da data da Páscoa.

Dormidas de estrangeiros na hotelaria portuguesa caem há cinco meses consecutivos

15-10-2018 (16h53)

"Dormidas de não residentes mantêm tendência negativa", destacou o INE ao divulgar hoje os dados do turismo no alojamento turístico ‘tradicional', evidenciando assim que a quebra ocorrida em Agosto não foi uma excepção.

Lisboa espera arrecadar 36,5 milhões de euros com taxa turística em 2019

15-10-2018 (15h52)

A Câmara Municipal de Lisboa prevê arrecadar 36,5 milhões de euros com a Taxa Municipal Turística em 2019, mais do dobro do estimado em 2018, que foi de 14,4 milhões, anunciou hoje o vereador das Finanças, João Paulo Saraiva.

Número de turistas britânicos na hotelaria portuguesa cai há 11 meses consecutivos

15-10-2018 (15h21)

O turismo internacional na hotelaria portuguesa caiu mesmo em Agosto, tradicionalmente mês de ‘pico’ da actividade turística, especialmente da parte dos cinco maiores emissores europeus e designadamente do maior de todos, o Reino Unido, que regista quedas de hóspedes e dormidas há 11 meses consecutivos.