Hotelaria de Porto Santo alcança 90% de ocupação no Festival Colombo

05-09-2019 (10h56)

A taxa de ocupação hoteleira no Porto Santo deverá atingir os 90% durante o Festival Colombo, que decorre entre 12 e 14 de Setembro, disse a secretária regional do Turismo e Cultura da Madeira, Paula Cabaço.

O festival recria um ambiente medieval em homenagem ao navegador Cristóvão Colombo, que passou na ilha do Porto Santo antes de descobrir o continente americano.

Paula Cabaço disse que o Festival Colombo cumpriu a sua missão porque as taxas de ocupação em 2015 eram de 65% e em 2018 foram de 90%, valor estimado também para este ano.

Na apresentação do festival, a secretária regional salientou a adesão da população local a este evento, com destaque para a Escola B+S Professor Doutor Francisco de Freitas Branco.

Este ano estão envolvidas cerca de 420 pessoas no festival, mais 20 do que na edição anterior, assim como aumentou o número dos trajes disponíveis para os turistas poderem participar no evento.

A secretária regional do Turismo e Cultura aproveitou a ocasião para revelar que, na celebração dos 30 anos da Casa Colombo - Museu do Porto Santo, que se assinalam este ano, será organizado um programa especial que incluirá uma conferência sobre o navegador.

O investimento desta edição do festival está orçado em 135 mil euros.

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para ver mais: Hotelaria

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Porto lidera aumento de dormidas na hotelaria em Julho

16-09-2019 (16h32)

O Porto foi o município com o maior aumento de dormidas em Julho, com mais 49,7 mil pernoitas que no mês homólogo de 2018 (+12,2%), mas sem pôr em causa a liderança do município de Lisboa em número de dormidas, com 1,326 milhões, que significaram 16,3% do total do país.

Quebra generalizada da estada média ‘come’ aumento de turistas alojados na hotelaria portuguesa

16-09-2019 (15h31)

O tempo médio de permanência de turistas em alojamentos turísticos portugueses caiu de forma generalizada no mês de Julho, pelo que, levando a que apesar se ter registado um aumento em 5,4% do número de hóspedes, em número de dormidas essa maior afluência de clientes traduziu-se num aumento de apenas 2,2%.

Mês de férias no Brasil ‘dá’ mais 51,7 mil dormidas ao alojamento turístico português

16-09-2019 (14h19)

Apesar das quebras de dormidas de nove dos 16 maiores emissores internacionais, a hotelaria portuguesa acabou Julho com mais 111,6 mil dormidas de turistas residentes no estrangeiros, graças nomeadamente ao aumento de 51,7 mil dormidas de residentes no Brasil, onde o mês de Julho é um dos mais fortes em turismo e viagens.

Maioria dos maiores emissores internacionais faz menos dormidas na hotelaria portuguesa em Julho

16-09-2019 (13h30)

A hotelaria portuguesa teve este mês de Julho quebras de dormidas de nove dos 16 principais emissores internacionais, as maiores das quais de turistas residentes nos Países Baixos (menos 26,5 mil), na Alemanha (menos 22,6 mil), no Canadá (menos 21 mil) e na Bélgica (menos 15 mil).

OTA de hotéis Amoma cessa e culpa “comparadores de preços”

16-09-2019 (11h08)

A agência de reservas hoteleiras Amoma, em www.amoma.com, que no ano passado teve vendas superiores a 500 milhões de euros, anunciou que cessa actividade e não terá como assegurar o respeito pelas responsabilidades contraídas para com os clientes.

Ultimas Noticias

Noticias mais lidas