euroAtlantic reforça frota com três aviões Boeing B767-300ER

15-05-2018 (18h20)

A euroAtlantic airways (EAA), actualmente detida integralmente pelo fundador e presidente da Administração, Tomaz Metello,  informou que até dia 14 terá mais três aviões de longo curso Boeing B767-300ER.

“Quando adquiri o controlo accionista da companhia (100%), transmiti à minha equipa, objectivos e metas, vendermos a frota mais antiga e substitui-la por aviões mais modernos, que oferecessem garantias de uma operação intensiva, com menores custos em manutenção”, diz uma declaração de Tomaz Metello citado no comunicado em que informa da chegada dos Boeing B767-300ER.

A informação refere que se trata de aviões que anteriormente estiveram ao serviço da Hainan Airways, accionista da TAP e da Azul, e que Tomaz Metello considera que o investimento vai permitir “garantir os contratos em carteira para os próximos anos, e projectar aquisições de novos modelos”.

“O nosso radar continua no construtor americano Boeing, mas também estamos a olhar para a europeia Airbus, no futuro, se for a melhor opção, custo/benefício, teremos de tomar decisões estruturantes. Pretendemos uma euroAtlantic consolidada para os próximos 25 anos”, acrescenta a declaração de Tomaz Metello.

A informação da euroAtlantic começa por indicar que dois Boeing, com as matrículas portuguesas CS-TST e CS-TSU “já se encontram nas oficinas da Atitech S.p. uma MRO (Maintenance, Repair, and Overhaul) italiana, instalada no Aeroporto de Capodichino de Nápoles a realizarem trabalhos de C Check (revisão pesada), alteração do IFE (In-flight entertainment), a cumprir requisitos inerentes à sua certificação no Registo Nacional e customização euroAtlantic”.

O terceiro, de matrícula CS-TSV, chegará ao Aeroporto de Nápoles procedente do Aeroporto de Pequim “nos próximos dias”.

A mesma informação avança que “a pintura do novo CS-TST “define uma renovação da imagem institucional da companhia de Tomaz Metello, na ocasião de celebração dos 25 anos, mudanças também visíveis nas novas fardas do Pessoal Navegante, que dentro das linhas anteriores, passaram a fazer referência a todas as cores da marca, denunciando, consolidação e evolução na continuidade do projecto”.

“As alterações no visual serão progressivamente estendidas a alguns artigos do merchandising, loiças de serviço, amenities da classe Executiva, cobertores e almofadas”, acrescenta.

O comunicado diz ainda que a euroAtlantic Airways “olha o exercício do segundo deste semestre de 2018 com acentuada expectativa, face estar a existir uma inusitada procura de capacidade adicional pelas companhias regulares mundiais”.

A companhia diz ainda que quatro dos seus Boeing B676-300ER terão as mesmas configurações de cabina, outros dois, especificações semelhantes.

 

Clique para mais notícias: euroAtlantic

Clique para mais notícias: Aviação

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Afonso Cunha é o novo director-geral do Vilalara Thalassa Resort

21-05-2018 (16h14)

O Vilalara Thalassa Resort, em Armação de Pêra, no Algarve, anunciou a contratação de Afonso Cunha para o cargo de director-geral.

Travelplan promove festa de Verão na quinta-feira em Lisboa

21-05-2018 (15h04)

O operador turístico Travelplan, do grupo Globalia, promove uma festa de Verão esta quinta-feira em Lisboa, dia 24 de Maio.

Navio Celebrity Edge apresenta um Spa “inspirado pela natureza”

21-05-2018 (13h53)

O navio Celebrity Edge tem um Spa "inspirado pela natureza", um espaço com mais de 22 mil metros quadrados concebido pela designer Kelly Hoppen, onde propõe vários tratamentos em colaboração com parceiros líderes do sector.

Ryanair prevê quebra entre 100 e 200 milhões de euros nos lucros de 2019

21-05-2018 (13h16)

A Ryanair prevê uma quebra do lucro entre 100 e 200 milhões de euros para o ano fiscal que termina a 31 de Março de 2019, devido a uma previsão de subida acentuada do preço do combustível e dos custos com pessoal.

Lucros da Ryanair aumentam 10% para 1.450 milhões de euros

21-05-2018 (11h01)

Os lucros da companhia aérea Ryanair aumentaram 10% no ano fiscal encerrado a 31 de Março, para 1.450 milhões de euros, período em que transportou 130 milhões de passageiros, mais 9% que um ano antes.