Turismo marítimo representa mais de 30% da economia do mar em Portugal

19-09-2018 (18h47)

"O turismo de mar, cruzeiros e outros, é a maior fatia dentro da economia do mar, representa mais de 30% da economia do mar em Portugal" afirmou hoje a ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, na inauguração do Seatrade Cruise Med.

A sua perspectiva, segundo anunciou, é de que as actividades turísticas relacionadas com o mar continuem a crescer, assim como todas as actividades económicas relacionadas com o mar.

“A economia do mar representa apenas 3,1% do PIB e 3,6% do emprego total em Portugal. É muito pouco para tanto mar”, considerou Ana Paula Vitorino.

Ainda assim, acrescentou, Portugal é o país da OCDE “em que a economia do mar tem maior peso na sua própria economia nacional”.

E as previsões apontam para crescimento, uma vez que, acentuou a ministra, Portugal fez uma proposta de extensão da plataforma continental às Nações Unidas que, se for aprovada, fará com que o território português seja 3% terrestre e 97% marítimo.

“O mar é o nosso principal activo, seja ele um activo ambiental, seja um activo económico, seja um activo social, é, de facto, o mar que gere as nossas vidas”, enfatizou Ana Paula Vitorino.

A nível de cruzeiros, a ministra lembrou que “o nosso turismo de cruzeiros neste momento já não é só Lisboa. E no futuro ainda terá que ser menos só Lisboa”.

“Temos sítios fantásticos”, disse, destacando os terminais de cruzeiros do Porto, Funchal, que aliás é o que mais tem sido nº 1 em número de passageiros, Portimão e Açores.

Relativamente ao “desafio da sustentabilidade”, Ana Paula Vitorino afirmou que “em Portugal estamos a preparar todos os nossos portos, alguns já estão, para todos os navios que funcionam a LNG” (ou GNL, para gás natural liquefeito).

Na mesma ocasião, Duarte Cordeiro, vice-presidente da Câmara Municipal de Lisboa, afirmou que “Lisboa é hoje uma das capitais atlânticas mais bem equipadas de infra-estruturas para receber cruzeiros”, motivo pelo qual mostrou “expectativa que este Seatrade Cruise Med possa também ajudar-nos a espalhar esta notícia e sirva como elemento catalisador para aumentar ainda mais a actividade de cruzeiros em Lisboa”.

“A estratégia da nossa cidade na última década tem sido uma aposta clara em reforçar ainda mais a ligação de Lisboa ao mar. E apostar no mar e nas actividades marítimas como algo de crucial para a cidade, para a sua economia, para as suas gentes”, acrescentou.

 

Ver também:

Portugal prevê ter mais de 1,5 milhões de passageiros de cruzeiros este ano

Seatrade Cruise Med: “ficámos absolutamente fascinados com a adesão”

Cruzeiros devem alcançar dez milhões de passageiros europeus em 2022

 

Clique para ver mais: Cruzeiros

Clique para ver mais: Seatrade Cruise Med

Clique para ver mais: Portugal

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Springwater abre em Lisboa agência de viagens especializada em cruzeiros

22-01-2019 (17h16)

O grupo Springwater, de que fazem parte a GeoStar e a TopAtlântico, anunciou a inauguração em Lisboa de uma agência de viagens dedicada exclusivamente à venda de cruzeiros, que baptizou Loja de Cruzeiros.

MSC Cruzeiros somou mais 34,2% de passageiros portugueses em 2018

22-01-2019 (13h09)

A MSC Cruzeiros, que reivindica ser a companhia de cruzeiros nº 1 dos portugueses, fechou o ano passado com 29.748 passageiros do mercado português, mais 34,2% ou mais 7.590 que no ano anterior, em que tinha crescido 7,8% face a 2016.

Terminal de actividades marítimo-turísticas de Lisboa deverá estar a funcionar até ao final do ano

21-01-2019 (15h12)

A estação fluvial Sul e Sueste, no Terreiro do Paço, em Lisboa, está a ser alvo de requalificação e deverá estar em funcionamento como terminal de actividades marítimo-turísticas até ao final do ano, cerca de dois anos mais tarde que o previsto inicialmente.

Cruzeiros no Funchal terminaram 2018 com estagnação em baixa

18-01-2019 (16h41)

O Porto do Funchal teve um ligeiro decréscimo do número de passageiros de cruzeiros em 2018, tendo terminado o ano com 537.851, -0,2% ou menos 1.341 que em 2017, mas ainda assim o 4º melhor total anual de sempre.

Alemães, canadianos e brasileiros garantiram recorde de passageiros de cruzeiros em Lisboa em 2018

18-01-2019 (16h37)

O Porto de Lisboa teve em 2018 novos recordes de passageiros de cruzeiros alemães, canadianos e brasileiros, que foram, assim, as três nacionalidades que garantiram à capital um novo recorde anual de cruzeiros e, também, a recuperação da liderança dos portos de cruzeiros portugueses.