Todos os passageiros do navio de cruzeiros que hoje chegou a Lisboa farão testes de despistagem

22-03-2020 (15h02)

Foto: MSC Cruzeiros
Foto: MSC Cruzeiros

A directora nacional do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF), Cristina Gatões, garantiu que todos os 1.300 passageiros que chegaram hoje de manhã a Lisboa no navio de cruzeiro MSC Fantasia “terão que ser objeto de testes de despistagem” ao novo coronavírus pela Direção-Geral da Saúde.

O Governo já tinha anunciado que as autoridades portuguesas iniciaram uma operação de repatriamento de mais de 1.300 passageiros que chegaram hoje a Lisboa num navio de cruzeiro, 27 deles portugueses, no âmbito das medidas de combate à covid-19.

Em declarações à imprensa, a diretora nacional do SEF deixou claro que “o processo relativamente aos portugueses demorará, para já, o tempo que for necessário para a Direção-Geral da Saúde fazer os procedimentos de início dos testes e obter o resultados em segurança”.

“Todos os cidadãos que estão a bordo deste navio para poderem desembarcar terão que ser objeto de testes de despistagem e isso é feito pela Direção Geral da Saúde e serão feitos à medidas que houver possibilidade de proceder ao seu embarque para que regressem aos países de origem”, assegurou.

De acordo com uma nota do Ministério da Administração Interna (MAI), o navio de cruzeiro MSC Fantasia, proveniente do Brasil, chegou hoje a Lisboa com 1.338 passageiros, 27 deles portugueses.

O MAI indicou também que os restantes passageiros são de 38 países (maioritariamente da União Europeia, Reino Unido, Brasil e Austrália) e que a operação decorre “em articulação com diversas embaixadas destes países”.

A operação conjunta pretende fazer “cumprir as determinações vigentes, de modo a assegurar a saúde pública”, determinadas pelo estado de emergência, e decorrerá ao longo dos próximos dias.

O Governo português anunciou a 13 de Março a proibição de desembarque de passageiros de cruzeiros, sem interditar os navios de atracarem e portos nacionais (clique para ler: Governo proíbe desembarque de passageiros de cruzeiros).

(PressTUR com Agência Lusa)

 

Clique para mais notícias: Cruzeiros

Clique para mais notícias: Coronavírus

Share
Tweet
+1
Share
Comentários
Escrever comentário

Outras Notícias

Arábia Saudita compra participação de 8,2% na Carnival

07-04-2020 (17h03)

A Arábia Saudita comprou uma participação de 8,2% na Carnival Corporation, dona das companhias de cruzeiros Aida, Costa, Princess, Carnival, Holland America, P&O, Cunard Line e Seabourn.

Pullmantur prolonga suspensão de operações até 29 de Maio

06-04-2020 (15h24)

A Pullmantur Cruzeiros, representada em Portugal pela Melair, vai prolongar a suspensão de operações que implementou, devido à pandemia do novo coronavírus, até 29 de Maio.

Norwegian Cruise Line prolonga suspensão de partidas de cruzeiros

02-04-2020 (16h07)

A Norwegian Cruise Line anunciou que vai prolongar a suspensão de partidas de cruzeiros até 10 de Maio, devido à pandemia do novo coronavírus.

Royal Caribbean prolonga prazo da política de cancelamento até 1 de Setembro

01-04-2020 (15h20)

A Royal Caribbean, representada em Portugal pela Melair, anunciou que vai prolongar o prazo da política de cancelamento "Cruzeiro com Confiança" até 1 de Setembro de 2020, devido à pandemia do novo coronavírus.

Cunard Line prolonga suspensão de novas partidas até 15 de Maio

01-04-2020 (15h13)

A companhia de cruzeiros Cunard Line anunciou que prolongou a suspensão de novas partidas até 15 de Maio.

Noticias mais lidas